Alimentos que contém caseína

Saiba quais alimentos contém caseína

A caseína ficou bastante conhecida como suplemento nos últimos anos por auxiliar no ganho de massa muscular, mas essa proteína sempre esteve presente na nossa alimentação. Isso porque ela é encontrada no leite de mamíferos, inclusive no produzido por mulheres grávidas, sendo uma fonte importante de aminoácidos essenciais para o bom funcionamento do organismo e o fortalecimento do sistema imunológico dos filhotes. No entanto, o homem continuou incluindo o leite e seus derivados na sua dieta, sendo um hábito que traz diversos benefícios à saúde do adulto, pois o leite de vaca – o mais consumido pelo ser humano – é uma importante fonte de cálcio e proteínas.

 

Alimentos que contém caseína

Proteína do Leite: Benefícios para a Hipertrofia

No leite bovino, as caseínas formam grandes estruturas moleculares, as chamadas micelas de caseína, que representam cerca de 80% do total de proteínas do leite, enquanto o restante é dividido entre as proteínas do soro, também conhecidas como whey protein. Essas macromoléculas auxiliam na síntese proteica, na diminuição da pressão arterial e no desenvolvimento do tecido muscular. Por ser lentamente absorvida pelo organismo, os alimentos que contém caseína previnem o catabolismo muscular, que acontece quando o corpo “queima” massa magra para obter energia, principalmente em períodos de jejum. Essa proteína também participa do processo de reparação e crescimento do tecido muscular. As principais fontes de caseína para o homem são o leite de vaca in natura e seus derivados, além de suplementos de caseína micelar.

Leite de Vaca: Fonte de Proteínas

O leite de vaca é bastante nutritivo por conter água, vitaminas, lipídios, proteínas, carboidratos e minerais. Entre os alimentos que contém caseína que compõem a nossa dieta, essa bebida é uma das fontes mais importantes desse nutriente de cálcio. Existem pessoas que são alérgicas à proteína do leite ou intolerantes à lactose. No primeiro caso, a ingestão de qualquer laticínio, ou até mesmo o contato com ele, pode causar sintomas de alergia. Já quem é intolerante ao açúcar do leite pode consumir alguns derivados, como queijos e iogurtes, dependendo do grau do problema. A castanha-do-pará, a amêndoa, a soja e as verduras verde-escuras – como brócolis, couve e espinafre – também são excelentes fontes de cálcio; mas alguns desses alimentos, principalmente os ricos em fibras, possuem algumas substâncias que diminuem o aproveitamento do mineral pelo organismo, tendo que ser ingeridos em maior quantidade.

Alimentos que contém caseína ajudam na hipertrofia

Queijos: Alimentos ricos em caseína

Apreciados em todo o mundo, os queijos são alimentos ricos em caseína, gorduras e carboidratos. As micelas de caseína têm papel importante na fabricação desses alimentos, pois elas são desestabilizadas e coaguladas por algumas enzimas, resultando na transformação do leite em estado líquido para gel, processo conhecido como coágulo do leite. Após essa etapa, a coalhada é separada do soro do leite e são utilizadas técnicas específicas para a finalização de cada tipo de queijo.

Iogurtes: Digestão mais fácil e alta proteína

Durante o processo de fermentação do leite para a fabricação de iogurte, ocorre a produção de ácido láctico, que contribui para a desestabilização e a coagulação das micelas de caseína – muito similar à produção do queijo. Cada tipo de iogurte passa por diferentes processos de elaboração, que vão desde a escolha da matéria-prima até a adição de outros ingredientes. Em geral, os iogurtes contêm baixo teor de lactose e têm boa digestibilidade. Isso acontece pois a lactose é usada pelas bactérias lácticas como fonte de energia no processo de fermentação. Desta forma, os iogurtes apresentam menor concentração dessa substância em comparação ao leite fluído, geralmente sendo bem aceitos por intolerantes à lactose.