Alimentos que contém Glutamina

Diogo Círico 20/02/2017

Tipos de Aminoácidos

Os aminoácidos são moléculas de pequeno tamanho, constituintes das proteínas, que por sua vez são moléculas base constituintes dos músculos. Os aminoácidos podem ser divididos em 3 grupos. Essenciais, não essenciais e condicionalmente essenciais. Essenciais devem ser consumidos via dieta devido à incapacidade do organismo em fabrica-los. Não essenciais podem ser fabricados pelo organismo a partir de alguns nutrientes, já os condicionalmente essências podem ser fabricados pelo organismo, porém em algumas determinadas situações a produção endógena (aquela feita pelo organismo) não consegue atender a demanda por este nutriente apresentada pelo organismo.

Arginina

A arginina, por exemplo, a produção do organismo por este nutriente não é suficiente durante situações de estresse metabólico, arginina atua de forma importantíssima no sistema imune com importante função na manutenção da barreira intestinal.

Glutamina

A glutamina trata-se de mais um aminoácido que pode ser produzido pelo organismo, mas tal produção pode ser insuficiente em determinadas situações. Glutamina é uma fonte energética importante para macrófagos, linfócitos e demais células do sistema imunológico. Devido a sua atuação no organismo existem muitos tecidos diferentes com atividade consumidora de glutamina. Células do músculo, células da mucosa intestinal, leucócitos e células do túbulo renal, entre outros locais que também usam glutamina para alguma atividade.

Células do sistema imune utilizam a glutamina como um importante combustível, podendo, assim, ter efeitos imunoestimulatórios muito importantes. Por este motivo, quando o organismo necessita de grande ação do sistema imune glutamina torna-se essencial (dieteticamente necessária).

Entendemos que a atividade física pode ser uma atividade que resulta em danos, lesões e perturbações à homeostase do organismo, em especial ao tecido muscular. Assim entendemos que, quanto mais intenso e frequente forem os treinos, menor será a capacidade de atendimento deste nutriente pela dieta e maior será a necessidade de suplemento glutamina via dieta.

Este aminoácido que possui inúmeras funções no organismo e é possível encontrar alimentos com glutamina de origem animal e vegetal. É importante entender que a glutamina presente nos alimentos não esta sob a forma simples, não se encontra glutamina isolada nos alimentos. Como vimos no inicio do texto as proteínas são compostas pela junção dos aminoácidos, lembrando que a glutamina é um aminoácido podemos entender que a glutamina esta nos alimentos unida a outros aminoácidos formando estruturas maiores, as proteínas.

Alimentos que contém glutamina em geral, são os que possuem mais proteína

Alimentos com Glutamina

A glutamina está presente na composição de proteínas vegetais e animais; considerando-se a porcentagem da proteína pelo seu número de aminoácidos, verificou-se que a glutamina representa 35,1% da proteína gliadina presente no trigo; 24,2% da proteína do feijão; 9,6% da glicina presente na soja; 8,9% da β-caseína do leite de vaca; e 3,8% do ovo albumina presente no ovo de galinha.
Usando o método de sequenciamento de gene, a porcentagem de glutamina chegou aos seguintes resultados: 4,4% no ovo, 4,8% na carne bovina, 8,1% no leite, 9,1% no tofu (queijo de soja), 11,1% no arroz branco, e 16,2% na proteína do milho. Dessa forma, o montante total desse nutriente por 100 g entre os seis alimentos que contem glutamina ficou entre 0,28 g na proteína do leite e 1,23 g em proteínas da carne, com valores intermediários para a proteína de arroz branco, proteína de milho, proteína do ovo e proteína de soja. Estudos cinéticos estimam que cerca de 80 g de glutamina circulam na corrente sanguínea por dia, mas somente de 5 a 8 g são provenientes da alimentação; são citadas algumas fontes alimentares da L-GLN disponíveis: carnes, ovos e derivados do leite e da soja. Nota-se, que quanto maior a quantidade de proteína no alimento, maior será a oferta de aminoácidos.

Além da Glutamina no Alimento

Além da glutamina encontrada nos alimentos ainda temos aquela que o organismo fabrica/sintetiza. Tal produção acontece a partir do ácido glutâmico, valina e isoleucina, outros aminoácidos que podem ser encontrados nos alimentos, a produção em nosso organismo acontece através de uma enzima chamada glutamina sintetase usando energia que esta na célula armazenada sob a forma de  trifosfato de adenosina.

Além destas duas formas de obtermos glutamina ainda temos a suplementação com glutamina isolada, ou seja, sob a forma de pó ou capsulas.

Material elaborado por Diogo Círico, nutricionista esportivo R.T. Growth Supplements.

 

 

Isto foi útil?

Obrigado pelo seu feedback!
Visitado 113 vezes, 1 visita(s) hoje.
Diogo Círico

Diogo Círico

Nutricionista

Graduado em nutrição em 2007 pela Faculdade Assis Gurgacz, pós-graduação em Nutrição e Atividade Física - 2012, pós-graduação em Nutrição Funcional Esportiva - 2017, desde o inicio buscou destinar suas atividades à nutrição esportiva e também a área de tecnologia de alimentos. À frente das ações técnicas da industria Growth Supplements desde sua criação, já somam-se mais de 10 anos de dedicação, trabalho e pesquisas laboratoriais no desenvolvimento de novos produtos. Hoje suas ações como nutricionista dividem-se entre assessoraria de alguns atletas patrocinados pela Growth Supplements, redação de material técnico cientifico como estes disponíveis no blog GSuplementos e também na liderança da equipe de técnica Growth Supplements . Diogo Cirico; Nutricionista esportivo CRN 10 - 2067