Divisão de treino: o que é e como fazer

Growth 21/06/2023

A divisão de treino desempenha um papel crucial na busca por um corpo saudável e atlético. Por isso, compreender os diferentes tipos de divisão é essencial para maximizar os resultados e otimizar o progresso na academia. 

Existem inúmeras abordagens, cada uma com suas vantagens e características específicas. No entanto, alguns métodos são mais populares e amplamente reconhecidos, enquanto outros podem se adequar melhor a certos objetivos e biotipos individuais. 

Que tal explorar a importância da divisão de treino e descobrir os melhores tipos para atingir seus objetivos fitness de forma eficiente e eficaz? Confira o texto a seguir e saiba mais sobre!

Sumário

O que é divisão de treino?

A divisão de treino é uma estratégia utilizada para organizar os exercícios físicos ao longo da semana, dividindo-os em grupos musculares específicos ou em sessões com enfoques distintos. Essa abordagem permite um planejamento mais eficiente e direcionado dos treinos, permitindo que cada grupo muscular seja trabalhado de maneira adequada.

Ao adotar uma divisão de exercícios adequada, é possível evitar a sobrecarga excessiva de determinados grupos musculares, permitindo uma melhor recuperação, além de promover o equilíbrio do desenvolvimento muscular. Além disso, a divisão de treino serve para diferentes objetivos, como ganho de massa, perda de gordura e resistência cardiovascular.

Existem diferentes tipos de divisão de treino, cada um com suas particularidades. O mais comum é o treino por partes do corpo, em que os grupos musculares são trabalhados em diferentes dias da semana. Por exemplo, é possível adotar um treino de peito e tríceps em um dia, costas e bíceps em outro, pernas em outro dia, e assim por diante. 

Outro tipo de divisão de treino é o treino dividido por função, em que os exercícios são agrupados de acordo com sua função principal, como treino de força, treino de resistência e treino cardiovascular.

Qual a melhor divisão de treino?

É importante ressaltar que não existe uma divisão de treino universalmente ideal, pois cada indivíduo possui características físicas e objetivos específicos. É fundamental considerar fatores como o nível de condicionamento físico, a disponibilidade de tempo para treinar e os objetivos pessoais ao escolher o tipo de divisão de treino mais adequado.

Vamos explorar três tipos de divisão de treino amplamente utilizados:

  • Divisão em partes do corpo (split): foca nos grupos musculares específicos, permitindo uma intensidade maior nos exercícios e uma recuperação adequada entre os treinos.
  • Divisão em corpo inteiro (full body): ideal para iniciantes e pessoas com pouco tempo disponível, pois permite treinar o corpo todo em poucos dias por semana, sendo eficiente no estímulo do metabolismo e na queima de calorias.

Como fazer uma divisão de treino?

Para montar uma divisão de treinos, é importante que você leve em conta alguns fatores determinantes, como a disponibilidade de tempo, a capacidade de recuperação e os objetivos pessoais. Além disso, é recomendado buscar a orientação de um profissional qualificado para desenvolver um programa de treinamento personalizado e seguro.

Primeiro, você deve definir quais são seus objetivos de treinamento. Você busca ganho de massa muscular, perda de peso, aumento da resistência ou alguma outra meta específica? Os seus objetivos vão orientar a escolha dos exercícios, do volume e da intensidade do treinamento.

Também é importante considerar quantos dias por semana serão dedicados ao treino. Uma divisão de treino eficaz deve ser realista e sustentável de acordo com a sua rotina. Lembre-se de também garantir que todos os grupos musculares sejam trabalhados de forma equilibrada.

Por fim, certifique-se de incluir períodos de descanso e recuperação entre os treinos de cada grupo muscular. Isso permite que os músculos se recuperem e se fortaleçam antes do próximo estímulo.

Confira essa dica também com o professor Leandro Twin:

Qual a importância da divisão de treino?

A divisão de treino desempenha um papel fundamental na obtenção de resultados eficientes e no progresso contínuo na academia. Vejamos algumas das principais razões que destacam a importância da divisão de treino:

  • Estímulo adequado aos grupos musculares;
  • Variedade e progressão de carga;
  • Foco em objetivos específicos;
  • Recuperação adequada;
  • Eficiência no longo prazo.

Por fim, esse tipo de estratégia permite uma utilização mais eficiente do tempo dedicado ao treinamento. Afinal, ao ter um plano estruturado, você pode otimizar a distribuição dos exercícios e grupos musculares ao longo da semana.

Esse planejamento bem estruturado resulta em sessões de treinamento mais direcionadas e eficazes, garantindo que você esteja trabalhando os músculos de maneira adequada e alcançando resultados de forma mais eficiente.

Referências:

ENTENDA POR QUE É IMPORTANTE DIVIDIR O TREINO. Metrópoles. Disponível em: <https://www.metropoles.com/colunas/na-medida/entenda-por-que-e-importante-dividir-o-treino>. Acesso em: 07/06/2023.

MELHORES DIVISÕES DE TREINO PARA FAZER. Feito de Iridium. Disponível em: <https://www.feitodeiridium.com.br/melhores-divisoes-treino-para-fazer/>. Acesso em: 07/06/2023.

GRUPOS MUSCULARES. Atletis. Disponível em: <https://www.atletis.com.br/grupos-musculares>. Acesso em: 07/06/2023.

Isto foi útil?

Obrigado pelo seu feedback!
Visitado 200 vezes, 5 visita(s) hoje.
Growth

Growth

Nutricionista

Texto produzido pela equipe da Growth Supplements com supervisão do nutricionista Diogo Círico (CRN 10 – 2067).