Testosterona: veja o que é e sua função

Diogo Círico 06/07/2023

Um dos hormônios mais importantes do corpo humano, a testosterona desempenha um papel fundamental na manutenção da saúde tanto de homens como de mulheres. A testosterona é conhecida por sua influência na libido e fertilidade, desempenhando um papel vital na regulação de diversas funções no organismo. 

Além disso, ela é de extrema importância para o ganho e manutenção de massa muscular. Por isso, se você está interessado em desvendar os segredos por trás desse hormônio e descobrir dicas para aumentá-lo naturalmente, este é o lugar certo para você!

Confira o texto a seguir e saiba como otimizar seus níveis de testosterona de forma saudável e alcançar seu máximo potencial durante os treinos.

Sumário

O que é testosterona?

A testosterona é um hormônio esteroide, pertencente ao grupo dos andrógenos, o qual é produzido principalmente nos testículos dos homens e nos ovários das mulheres — embora em quantidades menores. É considerado o principal hormônio sexual masculino, mas também desempenha um papel importante nas mulheres.

Esse hormônio é vital para a saúde e o desempenho físico, influenciando aspectos como a libido, a fertilidade e o aumento da massa muscular, tanto em homens quanto em mulheres. A testosterona também desempenha um papel importante na densidade óssea, na distribuição de gordura corporal e na produção de glóbulos vermelhos.

Qual a função da testosterona?

A testosterona desempenha diversas funções essenciais no organismo, como: 

  • Desenvolvimento sexual: a testosterona é responsável pelo desenvolvimento dos órgãos sexuais masculinos e contribui para o crescimento dos ovários e o desenvolvimento dos caracteres sexuais secundários femininos;
  • Regulação da libido: o hormônio está relacionado ao desejo e à libido em ambos os sexos. Níveis adequados de testosterona são importantes para a saúde sexual e o interesse por atividade sexual;
  • Aumento da massa muscular: desempenha um papel crucial na síntese de proteínas, estimulando o crescimento e a regeneração muscular. Isso contribui para o aumento da massa muscular e para uma maior força física.
  • Metabolismo e composição corporal: níveis adequados de testosterona podem ajudar a reduzir a gordura corporal e aumentar a massa magra;
  • Saúde óssea: a testosterona desempenha um papel importante na densidade óssea e na saúde dos ossos, ajudando a prevenir a osteoporose e melhorando a resistência óssea.
  • Produção de glóbulos vermelhos: o hormônio estimula a produção de glóbulos vermelhos na medula óssea, contribuindo para a saúde geral do sistema circulatório.
  • Funções cognitivas e emocionais: por fim, a testosterona também pode influenciar as funções cognitivas, como a memória, a concentração e o humor. Níveis adequados de testosterona estão relacionados a um maior bem-estar emocional.

É importante ressaltar que a testosterona desempenha papéis distintos nos homens e nas mulheres, mas é crucial para a saúde e o desempenho físico de ambos os sexos.

Quais são os sintomas da falta de testosterona?

A falta de testosterona, também conhecida como deficiência de testosterona ou hipogonadismo, pode manifestar uma série de sintomas que variam conforme a gravidade e a duração da deficiência. Alguns dos sintomas comuns incluem:

  • Diminuição da libido;
  • Disfunção erétil;
  • Fadiga e diminuição da energia;
  • Perda de massa muscular;
  • Aumento da gordura corporal;
  • Mudanças de humor;
  • Redução da densidade óssea;
  • Problemas cognitivos.

É importante destacar que esses sintomas podem ser causados por outras condições de saúde, portanto, é fundamental consultar um profissional médico para avaliação e diagnóstico adequados.

Qual o nível ideal de testosterona por idade?

Os níveis ideais de testosterona podem variar de acordo com a idade e o sexo. Mas, em geral, atendem aos seguintes critérios: 

  • Homens adultos (idade entre 19 e 39 anos): os níveis normais de testosterona total geralmente variam entre 300 e 1.000 ng/dL (nanogramas por decilitro). Já os níveis normais de testosterona livre, que é a forma ativa do hormônio, variam entre 9 e 30 ng/dL.
  • Homens de meia-idade a idosos (idade entre 40 e 69 anos): os níveis normais de testosterona total tendem a diminuir gradualmente com a idade, e valores entre 200 e 900 ng/dL são considerados dentro da faixa normal para essa faixa etária. Os níveis normais de testosterona livre variam entre 6 e 25 ng/dL.
  • Homens acima de 70 anos: para homens mais velhos, os níveis médios de testosterona total podem ser ainda mais baixos, geralmente variando entre 200 e 800 ng/dL. Os níveis normais de testosterona livre ficam entre 6 e 20 ng/dL.
  • Mulheres adultas (idade entre 19 e 49 anos): os níveis normais de testosterona total variam entre 15 e 70 ng/dL. Os níveis normais de testosterona livre variam entre 0,3 e 2 ng/dL.
  • Mulheres após a menopausa (idade acima de 50 anos): após a menopausa, os níveis de testosterona tendem a diminuir. Os níveis normais de testosterona total para mulheres na pós-menopausa ficam entre 7 e 40 ng/dL, enquanto os níveis normais de testosterona livre variam entre 0,1 e 1 ng/dL.

Os níveis de testosterona em mulheres são muito menores do que nos homens. Além disso, podem variar conforme o método de análise utilizado pelos laboratórios. Sempre consulte um profissional de saúde para avaliar os resultados dos exames consoante o histórico clínico individual e obter uma interpretação precisa.

Como aumentar a testosterona naturalmente?

Aumentar a testosterona naturalmente envolve a adoção de hábitos saudáveis e um estilo de vida adequado, além de uma alimentação balanceada. Embora não seja possível aumentar drasticamente os níveis de testosterona apenas com medidas naturais, algumas estratégias podem ajudar a otimizar os níveis hormonais de forma saudável.

Confira também esse vídeo com o professor Leandro Twin:

Alimentação

Comece por estabelecer uma dieta equilibrada, rica em nutrientes essenciais. Inclua fontes saudáveis de gorduras, como abacate, azeite de oliva e peixes gordurosos, além de proteínas magras, frutas, vegetais e grãos integrais.

Controle do peso

Manter um peso corporal saudável é importante para equilibrar os níveis hormonais. O excesso de peso, especialmente a gordura abdominal, pode levar a uma diminuição nos níveis de testosterona. Portanto, mantenha-se ativo e adote hábitos alimentares saudáveis para controlar o peso.

Exercícios físicos

A prática regular de exercícios físicos é benéfica para estimular a produção de testosterona. Exercícios de resistência, como musculação, e exercícios de alta intensidade, como intervalados, podem ser especialmente úteis. Consulte um profissional de educação física para obter um programa de treinamento adequado às suas necessidades.

Regulagem do sono

Uma boa qualidade de sono desempenha um papel importante na regulação hormonal, incluindo a produção de testosterona. Procure ter uma rotina de sono adequada, dormindo de 7 a 9 horas por noite.

Gerenciamento de estresse

Por fim, o gerenciamento do estresse é fundamental, uma vez que o estresse crônico pode afetar negativamente os níveis hormonais, incluindo a testosterona. Encontre técnicas de gerenciamento de estresse que funcionem para você, como meditação, ioga, exercícios de respiração ou hobbies relaxantes.

Lembre-se de que cada pessoa é única, e o que funciona para uma pessoa pode não funcionar da mesma forma para outra. Se você suspeita de baixos níveis de testosterona ou está preocupado com sua saúde hormonal, é recomendável consultar um profissional de saúde, como um endocrinologista, para avaliação e orientação adequadas.

Leia também: Como aumentar a testosterona? Veja todas as dicas!

Referências

O QUE É TESTOSTERONA? Portal da Urologia. Disponível em: <https://portaldaurologia.org.br/publico/faq/o-que-e-testosterona/>. Acesso em: 09/06/2023

QUAL A IMPORTÂNCIA DA TESTOSTERONA PARA O HOMEM? Santa Rita Lab. Disponível em: <http://www.santaritalab.com.br/artigo/167/Qual-a-importancia-da-Testosterona-para-o-Homem/57>. Acesso em: 09/06/2023

TESTOSTERONA. Laboratório Exame. Disponível em: <https://laboratorioexame.com.br/saude/testosterona>. Acesso em: 09/06/2023

COMO AUMENTAR A TESTOSTERONA? Blog GSuplementos. Disponível em: <https://blog.gsuplementos.com.br/como-aumentar-a-testosterona/>. Acesso em: 09/06/2023

Isto foi útil?

Obrigado pelo seu feedback!
Visitado 635 vezes, 5 visita(s) hoje.
Diogo Círico

Diogo Círico

Nutricionista

Graduado em nutrição em 2007 pela Faculdade Assis Gurgacz, pós-graduação em Nutrição e Atividade Física - 2012, pós-graduação em Nutrição Funcional Esportiva - 2017, desde o inicio buscou destinar suas atividades à nutrição esportiva e também a área de tecnologia de alimentos. À frente das ações técnicas da industria Growth Supplements desde sua criação, já somam-se mais de 10 anos de dedicação, trabalho e pesquisas laboratoriais no desenvolvimento de novos produtos. Hoje suas ações como nutricionista dividem-se entre assessoraria de alguns atletas patrocinados pela Growth Supplements, redação de material técnico cientifico como estes disponíveis no blog GSuplementos e também na liderança da equipe de técnica Growth Supplements . Diogo Cirico; Nutricionista esportivo CRN 10 - 2067