Saiba o que é o processo de lipólise e como ele ocorre

É comum que a pessoa que deseja emagrecer escute que o processo de emagrecimento e a perda de gordura consiste, basicamente, em fazer dieta e realizar exercícios físicos. Embora essa afirmativa seja verdade em parte, é preciso ter em mente que o organismo humano é extremamente complexo.

Afinal, existem vários processos metabólicos que acontecem ao mesmo tempo e determinam quantas calorias serão gastas e quantas gorduras serão queimadas. Além disso, fatores como a noite de sono, estresse, ciclo menstrual e outros afetam diretamente os processos, prejudicando ou propiciando o emagrecimento.

Dessa forma, é fundamental que a pessoa que deseja emagrecer entenda o que acontece no seu corpo para ter ganhos reais. Pensando nisso, apresentamos neste post o que é o processo de lipólise, qual é a sua importância e como estimulá-lo. Confira!

O que é lipólise?

Os lipídios são representados, basicamente, pelas gorduras e pelos óleos. Esses compostos são formados pela união de moléculas menores, como os ácidos graxos e o glicerol. Sob a pele está a camada adiposa (ou de gordura) que protege o corpo contra variações térmicas e choques.

Quando em excesso, as células de gordura podem se acumular e formar tecidos no entorno de órgãos, o que é um risco para a saúde. O acúmulo de gordura também é prejudicial para o contorno corporal, visto que há depósito em locais evidentes como barriga, braços, culote e outros.

A função dos lipídios é fornecer energia, sendo semelhante à dos carboidratos. Isso significa que quando o corpo precisa de combustível há quebra de carboidratos e, se esses acabam, inicia-se a quebra de gordura, processo chamado de lipólise.

Como ocorre o processo de lipólise?

Para entendermos como ocorre a lipólise é preciso saber como as células de gordura são formadas, processo chamado de lipogênese. Quando os carboidratos são ingeridos é feita sua transformação em glicose, visto que essa é a principal fonte de energia do organismo humano. Nessa etapa há a formação de ácidos graxos, moléculas que também são formadas após a digestão das gorduras da dieta.

Três ácidos graxos se ligam a um glicerol a fim de formar os triglicerídeos. A maior parte da gordura corporal é transformada nesse composto e estocada no fígado e no tecido adiposo. Isso acontece porque os carboidratos devem ser convertidos rapidamente em energia ou armazenados como glicogênio após serem ingeridos. No entanto, se há energia em excesso, o corpo entende que deve estocá-la.

Sendo assim, no processo de lipogênese forma-se gordura corporal como um meio de garantir a energia a longo prazo. Porém, se os carboidratos ingeridos não fornecem energia suficiente, inicia-se o processo de lipólise, a fim de resgatar a energia armazenada no tecido adiposo.

A lipólise é despertada quando não há glicose suficiente na corrente sanguínea para suprir as atividades físicas do indivíduo, devido a pouca ingestão de carboidratos. Nesse momento, o fígado degrada o glicogênio, liberando pequenas unidades de glicose. No entanto, é preciso repor o estoque de glicogênio, e, para isso, o fígado induz a quebra de células gordurosas, a fim de liberar ácidos graxos.

Qual a importância desse processo para a queima de gordura corporal?

Para os antepassados dos seres humanos a capacidade do organismo de armazenar energia em forma de gordura era o que garantia a sua sobrevivência. Afinal, em tempos remotos a oferta de alimentos era bastante escassa, e as pessoas podiam passar vários dias sem ingerir nada que garantisse energia.

Atualmente, a comida é abundante e alimentos gordurosos e muito calóricos estão disponíveis a qualquer momento. Dessa forma, a capacidade de armazenar gordura não é mais interessante como era antigamente. Na realidade, esse é um fator importante para o desenvolvimento de sobrepeso, obesidade e insatisfações com o corpo.

Nesse contexto, é preciso ter em mente que o tecido adiposo ocupa um espaço muito maior do que o tecido muscular, mesmo que 1 kg de gordura seja equivalente a 1 kg de músculos. Dessa forma, o processo de lipólise é fundamental para o emagrecimento e a melhora do contorno corporal.

Em muitos casos, a pessoa não muda o seu peso na balança após cuidados com a alimentação e atividades físicas, mas nota emagrecimento e melhorias no corpo. Isso acontece porque ocorre substituição de gordura por músculo, e o tecido muscular é mais compacto. Sendo assim, pessoas que desejam emagrecer devem estimular a lipólise.

O que pode ser feito para induzir o processo de lipólise?

Dieta

A dieta é essencial para induzir o processo de lipólise. É importante que ela forneça uma quantidade menor de calorias do que o necessário, gerando um déficit. Dessa forma o organismo buscará energia em seus estoques no tecido adiposo. Ou seja, promoverá a lipólise.

Nesse tópico é importante mencionar que a dieta deve ser equilibrada e contar com todos os nutrientes. Os carboidratos são fundamentais para garantir energia ao corpo, uma vez que fornecem glicose. No entanto, serão consumidos em menor quantidade.

A dica é procurar um nutricionista, profissional que poderá montar um cardápio de acordo com os objetivos de cada pessoa.

Atividade física

Os exercícios físicos demandam um gasto de energia maior, certo? Dessa forma, durante a sua prática o corpo também precisará queimar os estoques de gordura, a fim de fornecer energia adequada para as atividades.

Cada tipo de exercício determina uma demanda energética e, assim, também é preciso buscar orientação sobre qual seria o ideal para os objetivos pessoais. A musculação é uma atividade interessante, visto que além de gastar energia ainda fortalece os músculos.

Suplementos

Os suplementos termogênicos são boas opções para induzir a lipólise. Isso porque a sua função é, basicamente, acelerar o metabolismo, aumentando a quantidade de energia necessária durante as atividades físicas. Consequentemente, há maior queima de gorduras.

Quais os cuidados necessários ao induzir esse processo?

É interessante que a dieta e atividades físicas, assim como o uso de suplementos, sejam orientados por um profissional da área. Afinal, cada pessoa tem uma necessidade, um metabolismo e limites diferentes e é preciso respeitá-los para alcançar um resultado satisfatório no processo de emagrecimento.

E então, entendeu como é o processo de lipólise e como estimulá-lo vai te ajudar a emagrecer? Se você quer ler mais artigos sobre nutrição, atividades físicas e suplementação não deixe de nos seguir nas redes sociais! Estamos no Facebook e Instagram.