Refeição do lixo: 4 ideias para a sua alimentação off fit

Os frequentadores assíduos das academias, com certeza, já ouviram falar na refeição do lixo. Porém, muitos não sabem como fazê-la da maneira certa e podem prejudicar os resultados.

Embora seja um escape de uma dieta rígida, esse momento deve ser muito bem planejado para que o seu organismo possa se beneficiar dele. Não pense que é só comer tudo o que tem vontade sem se preocupar. Quer saber como ter uma refeição do lixo correta? Então continue a leitura, pois é sobre isso que falaremos neste post.

O que é o dia do lixo?

Na verdade, o dia do lixo foi criado pelos atletas de fisiculturismo como uma maneira de compensar o período em que ficam com uma alimentação rigorosa. Desse jeito, eles conseguem manter a sanidade mental. Afinal, quem aguenta ficar muito tempo sem comer o prato preferido e que é proibido?

Além disso, ele funciona também como uma estratégia nutricional para acelerar o metabolismo. Isto mesmo: ao aumentar as calorias de um dia, o corpo volta a gastar mais energia assim que retornar à dieta. É uma ótima saída para quem está no efeito platô — quando o emagrecimento fica estagnado.

Como fazer e quando fazer o dia do lixo?

Apesar de o termo ser “dia do lixo”, o ideal é fazer somente uma refeição livre. A ideia de tirar um dia inteiro para comer as bobagens que quiser pode afetar as suas conquistas e atrasar os seus resultados. Isso porque o saldo calórico no final das contas pode ser maior do que o que pensava.

Sobre a periodicidade é muito relativo. Muita gente acha que o dia do lixo pode ser feito uma vez por semana, mas isso é um grande engano. Como cada organismo e metabolismo reage diferente não podemos generalizar, entende?

O ideal é conversar com o nutricionista para estabelecer como será feita essa estratégia nutricional. Assim, você terá a certeza de fazer o melhor para o seu corpo e não ter prejuízos.

O que não comer mesmo no dia do lixo?

Outro equívoco é achar que tudo está liberado sem pensar nas consequências. O consumo de alimentos processados, gorduras trans, muito açúcar e sódio mesmo que esporádico também é ruim para o organismo. Ainda mais para quem segue uma dieta saudável e equilibrada no dia a dia.

O corpo que está acostumado a receber nutrientes na quantidade adequada e comidas livres de ingredientes prejudiciais sofre com a ingestão de pratos pesados e pouco nutritivos. Com isso, surgem a má disposição, o inchaço, a má-digestão, a sensação de estufamento e os gases.

Isso tudo, além de gerar mal-estar, faz com que o seu rendimento no treino caia e o corpo demore a voltar no eixo, e não é isso o que queremos, concorda? Portanto, preste atenção na qualidade do que você come.

Quais são as dicas de receitas para a refeição do lixo?

Uma das dúvidas que pode passar pela sua cabeça agora é: então, o que comer? Bom, hoje em dia existem diversos recursos para criar receitas incríveis, saborosas e saudáveis, perfeitas para a sua refeição off fit, veja.

1. Picolé de frutas com BCAA

No verão, nada é melhor do que se refrescar com um picolé, não é mesmo? Esta receita é uma delícia e o melhor: é proteica! É ideal para o pós-treino, pois oferece a quantidade adequada dos aminoácidos.

Para fazê-la, basta misturar 400ml de água de coco com 3 scoops de BCAA Growth Supplements no sabor que você preferir (limão, laranja ou uva), colocar a mistura em formas de picolés e levar ao freezer para que congele. Para acentuar o gosto, você pode substituir a água de coco por pelo suco natural da fruta escolhida.

2. Brownie com Whey Protein

O brownie é uma sobremesa que conquistou muita gente, e não é à toa. Com uma massa macia por dentro e casquinha delicada por fora, ele traz todo o sabor do chocolate. Essa versão é proteica e feita com itens saudáveis.

Ingredientes

  • 3 xícaras de chá farinha de aveia;

  • 1 xícara de chá de leite de vaca ou vegetal;

  • 4 scoops (de 30g) de Whey Protein Growth Supplements sabor chocolate;

  • 4 ovos;

  • 1 banana;

  • 100g de castanha-do-pará ou nozes picadas;

  • 3 colheres de sopa de cacau em pó;

  • 4 colheres de sopa de xilitol;

  • 4 colheres sopa de óleo de coco.

Modo de preparo

No liquidificador, bata o leite, o whey protein, os ovos, a banana, o cacau em pó, o xilitol e o óleo de coco até que fique homogêneo. Em uma tigela, junte a aveia e a mistura, mexendo para incorporar a massa e, em seguida, acrescente as oleaginosas. Coloque numa forma untada com óleo de coco e leve para assar em forno médio por 25 minutos aproximadamente.

3. Hambúrguer artesanal

Quem foi que disse que não dá para comer um hambúrguer suculento sem comprometer a boa forma? Em vez de optar pelos fast foods que contêm ingredientes ruins para a saúde, que tal fazer o seu próprio lanche em casa?

Para isso, tempere a carne moída com sal, pimenta, alho, cebola, cheiro-verde e ervas secas que preferir. Grelhe numa frigideira antiaderente e monte o sanduíche com pão, queijo, ovo, salada e outros itens saudáveis.

4. Pizza maromba

Você já ouviu falar da receita de pizza maromba? Ela utiliza ingredientes mais saudáveis. A massa é feita com batata-doce que é um carboidrato de baixo índice glicêmico e farelo de aveia que adiciona fibras ao prato.

Você pode variar o recheio para não enjoar e, até mesmo, fazê-lo doce com chocolate 70% cacau e frutas. Dessa maneira, você degusta uma das comidas preferidas sem peso na consciência.

A refeição do lixo nada mais é do que um momento para saborear os pratos que mais gosta sem deixar a dieta de lado. Para não trazer prejuízos, ele deve ser feito com planejamento e orientação do nutricionista, pois também é uma estratégia nutricional.

Gostou do nosso post? Então, deixe um comentário com a sua opinião. Ela é muito importante para que a gente faça conteúdos cada vez mais interessantes para você!