Creatina engorda

Creatina engorda? Veja a resposta aqui!

A creatina é um suplemento amplamente utilizado por quem está buscando a hipertrofia. Por isso, muitos se perguntam: creatina engorda?

Em primeiro lugar, é preciso entender que nenhum processo de emagrecimento ou ganho de peso pode ser atrelado a apenas um ingrediente ou fator.

Muitas pessoas que iniciam seus treinos na academia, e até mesmo atletas, temem ganhar gordura por causa de alguma alteração na dieta. Entretanto, com o acompanhamento de um bom nutricionista, a creatina monohidratada consegue mostrar seus melhores benefícios e impactar positivamente no resultado dos seus treinos.

Por isso, é muito importante sempre contar com o aconselhamento profissional ao montar sua dieta e treino, tendo em vista suas necessidades e possibilidades de melhoria na programação.

Para entender como funciona a creatina, continue lendo este conteúdo até o final!

  1. O que é creatina?
  2. A creatina engorda?
  3. Importância de incluir a creatina à sua dieta
  4. Como tomar creatina?

O que é creatina?

A creatina é um composto químico que colabora diretamente para o ganho de massa magra. Este nutriente é sintetizado naturalmente no fígado, rins e pâncreas. Por conta da limitação dessa produção, é recomendado o consumo do suplemento de creatina, que irá fornecer quantidades significativas deste composto.

Dentre as funções da creatina estão a produção de energia para o tecido muscular. Dessa forma, o consumo de creatina impacta de forma positiva no aumento de força e da performance durante os treinos.

A creatina engorda?

Em tese, a creatina não engorda nem emagrece. O principal cuidado a ser tomado é justamente com a possibilidade de retenção de líquidos, especialmente em dietas ricas em carboidratos.

Os benefícios da creatina estão relacionados com a capacidade de gerar energia em nosso corpo. Ela é um coadjuvante, ou seja, seu impacto está justamente no próprio desempenho durante as atividades físicas.

Por isso, além da suplementação, é preciso garantir que nosso corpo tenha os nutrientes e exercícios necessários para alcançar alguma meta.

O nutriente creatina fica armazenado no sarcoplasma celular. Trata-se de um compartimento onde se armazena o glicogênio, fonte de energia das células musculares. O glicogênio é uma molécula de carboidrato e possui bastante afinidade com a água, por isso devemos ter atenção com a possibilidade de retenção de líquidos.

Assim, é preciso também ter cuidado ao montar a programação de alimentos e pensar em cada aspecto no dia a dia.

Importância de incluir a creatina à sua dieta

Mesmo assim, é sempre bom lembrar, o consumo de Creatina precisa sempre estar atrelado a uma alimentação balanceada. O suplemento é um aminoácido e não pode substituir uma refeição, por exemplo.

Inclua apenas elementos que agreguem ainda mais nutrientes, sem que isso signifique restringir a dieta ou reduzir drasticamente calorias. A capacidade diária de produção de Creatina pelo nosso corpo fica em torno de 1g. A suplementação garante uma boa quantidade desse elemento, garantindo mais energia e mais força para atividades físicas.

Como tomar creatina?

Muita gente ainda se pergunta como tomar creatina e qual o melhor momento do dia.

Sintetizado no fígado, nos rins e no pâncreas, esse suplemento tem uso contínuo. Ou seja, ele deve ser consumido até mesmo nos dias em que você não treina. Você pode misturá-lo tanto com água quanto no seu shake habitual pós-treino.

Um dos mitos que ronda seu uso é justamente a Creatina e efeitos colaterais no corpo. Muita gente pensava que esse suplemento podia sobrecarregar os rins e, por isso, aumentava-se a quantidade de líquidos.

Entretanto, consumido na quantidade certa, não há riscos; e o consumo de líquidos deve seguir as orientações habituais, mantendo a recomendação de ingerir 35ml de água por kg de peso do corpo.

Gostou desse conteúdo? Além de ficar sabendo se creatina engorda ou não, no blog da Growth você também tem acesso a conteúdos exclusivos sobre suplementos, dietas e treinos. Confira!