5 dicas para ter mais foco no treino e ampliar seus resultados

Ter uma rotina saudável e manter a constância nos exercícios físicos não é uma missão fácil, seja para iniciantes, seja para atletas. Até mesmo aqueles que são mais experientes podem perder a concentração nos exercícios e se frustrar ao sentir que não alcançaram os resultados que queriam.

A verdade é que seu treino não começa quando você chega na academia, mas a partir do momento em que acorda pela manhã. Por isso, o segredo para ter o corpo que tanto deseja está escondido nos detalhes da sua rotina. 

Neste post, você vai receber algumas dicas para ter mais foco no treino, melhorar seu desempenho e — é claro — seus resultados! Está preparado?

1. Defina com clareza suas prioridades

Determine um objetivo e treine para ele. Embora isso pareça óbvio, é muito comum que as rotinas de treino de muitas pessoas não sejam compatíveis com as suas metas de condicionamento físico.

Só porque você sente a fadiga muscular não significa que um determinado exercício é certo para você. Se os seus treinos não forem feitos sob medida para apoiar sua meta, eles serão inúteis e, na pior das hipóteses, contraproducentes.

Quer desenvolver sua força? Um treinamento pesado de resistência deve ser o foco da maioria de suas sessões de exercícios. Está se preparando para enfrentar uma maratona? Uma combinação de corrida longa e estável com trabalho intervalado de alta intensidade é a sua melhor aposta. Por isso é tão difícil se tornar um levantador de força de classe mundial e um corredor de longa distância ao mesmo tempo.

Treinar demais para objetivos diferentes tira sua capacidade de se destacar em um deles. Em vez disso, restrinja seu foco e priorize apenas os esquemas de treinamento que ajudarão você a atingir seu objetivo principal. Lembre-se dele e mentalize os resultados desejados toda vez que estiver prestes a começar os exercícios.

2. Não subestime a importância do descanso

Você já sabe que, durante as 24 a 48 horas pós-treino, seu corpo trabalha duro para reparar os músculos trabalhados e retornar ao seu estado normal de descanso. Se o organismo não puder se recuperar totalmente nesse período, seu progresso é seriamente prejudicado.

O sono é um componente fundamental nesse processo, pois renova múltiplos sistemas fisiológicos que são “estressados” durante o exercício. A função imune é restaurada, o hormônio do crescimento e outros andrógenos são secretados para ajudar a reconstruir os músculos e aumentar o crescimento ósseo.

O sistema nervoso, que é desafiado durante o exercício, também se recupera durante o sono. Aqueles que dormem pouco podem desenvolver alterações na concentração (o que prejudica o foco no treino), aumento da fadiga e falta de energia para treinar, além da redução do desempenho geral.

Por outro lado, realizar um workout pesado e depois descansar é uma forma de “ensinar” ao cérebro que a atividade física não é uma punição, e sim mais um elemento da sua rotina. Por isso, é preciso entender que os intervalos e o tempo de descanso também fazem parte do treino. Para maximizar os seus resultados, procure ter, pelo menos, sete horas de sono de qualidade a cada noite.

3. Invista em elementos pré-treino que ajudem na concentração

Quais são os seus piores inimigos na hora de sair para academia ou manter o foco no treino? O estresse? O cansaço? A preguiça? Não são poucos os motivos que desestimulam os exercícios, por isso é tão comum ter dificuldades para iniciar o workout.

Alguns truques podem incentivar o cérebro a incorporar os exercícios como um hábito, minimizando a visão negativa e o desânimo que você sente com relação ao treino. Alguns deles são:

  • colocar a roupa de academia antes mesmo de sair do trabalho;

  • montar uma playlist com canções animadas;

  • exercitar-se enquanto ouve música alta;

  • fazer intervalos maiores nos dias em que o cansaço estiver mais forte.

Além disso, não se esqueça de que a suplementação pré-treino pode ser uma excelente aliada para manter os níveis de energia (e motivação) em alta. A maltodextrina, por exemplo, retarda a fadiga muscular e proporciona aquele gás extra necessário para a musculação e os exercícios aeróbicos. A cafeína, por sua vez, estimula o sistema nervoso, além de acelerar o metabolismo.

4. Crie uma rotina livre de distrações

Em vez de se perguntar se estará motivado o suficiente para treinar depois que chegar do trabalho, ou se terá tempo o suficiente para manter o workout durante a semana, por que não criar um rígido cronograma de exercícios para seguir? Assim, você deixa a sua agenda governar suas ações, não seu nível de motivação ou conveniência.

Planejar uma nova rotina, que priorize os dias de treino como compromissos inadiáveis, é importante para que você possa evitar imprevistos, organizando sua vida e responsabilidades em torno das suas prioridades. Também é uma boa estratégia para organizar suas atividades e evitar o overtraining.

Apesar de o planejamento ser importante para a sua rotina de exercícios, ele não será útil se você não eliminar todas as distrações possíveis quando o momento do treino chegar. Por isso, evite as pausas desnecessárias e deixe o telefone celular do lado de fora da sala enquanto estiver se exercitando.

5. Faça boas refeições pré-treino

Nutrir o seu corpo com os alimentos certos é a chave para maximizar a performance e o foco no treino. Os carboidratos de fácil digestão, como tapioca, batata-doce e mandioca, incentivam o organismo a queimar gorduras durante o workout. As gorduras, leite e fibras, por outro lado, podem causar desconfortos gastrointestinais e atrapalhar o seu desempenho. Também evite treinar com o estômago cheio para que o corpo não precise dividir a energia entre os exercícios e a digestão.

Outro nutriente que não deve ser deixado de lado (antes e após o treino) são as proteínas: ovos, frango, iogurte, soja e até o próprio Whey Protein. Esses alimentos são essenciais para uma boa regeneração muscular e aumentam a termogênese, acelerando o metabolismo.

Lembre-se também de ingerir muita água! Ela potencializa os efeitos da suplementação, evita o surgimento de cãibras e otimiza o funcionamento do cérebro, atuando até mesmo na prevenção de doenças como a desidratação.

Manter a concentração no seu objetivo nem sempre é uma tarefa fácil. Até top performers podem cometer erros, mas o importante é manter a perseverança. Colocando essas dicas em prática, você perceberá as mudanças em seus resultados com o tempo.

Agora que você já sabe como manter o foco no treino, aproveite para tirar dúvidas sobre a suplementação! Leia nosso artigo e descubra quais suplementos devem (ou não) ser consumidos todos os dias!