remada curvada

Remada curvada: veja como fazer da maneira correta

Manter uma rotina de treinos diários é essencial para alcançar um corpo saudável e funcional. Conheça a seguir a importância de realizar a remada curvada de maneira correta e segura, além de como incluir as variações do exercício com o acompanhamento do seu orientador físico.

  1. O que é remada curvada?
  2. Para que serve a remada curvada?
  3. Tipos de remada curvada
  4. Como fazer a remada curvada de maneira correta?
  5. Dicas para o treino de remada curvada
  6. Remada curvada: variações
  7. Alimentação para treino de remada curvada

O que é remada curvada?

A remada curvada é um exercício que trabalha toda a parte dorsal do tronco e é realizada por meio de três movimentos: extensão do ombro, adução escapular e flexão do cotovelo.

Por ser um exercício multiarticular ou composto, a remada curvada solicita muitos músculos para a execução do movimento de puxada, por isso atua nas regiões do core e do antebraço.

Para que serve a remada curvada?

A remada curvada serve para o desenvolvimento muscular harmônico e é um dos poucos exercícios de costas que utiliza o peso livre. Devido à posição curvada, o movimento ativa o dorso, trapézio (porção média e inferior), romboides, deltoide, bíceps braquial, serrátil, entre outros músculos.

Vantagens da remada curvada

Confira algumas vantagens da remada curvada:

· Melhora na funcionalidade em geral;
· Melhora na produção de força e amplitude;
· Aumento de volume na região dorsal – hipertrofia muscular;
· Aumento da estabilização e equilíbrio durante o treino.

Tipos de remada curvada

Existem diferentes maneiras de se realizar a remada curvada, entre elas a remada curvada barra, remada curvada com halteres, remada curvada na polia, remada curvada na máquina e remada curvada cross.

Como fazer a remada curvada de maneira correta?

Para iniciar o exercício em casa ou na academia, é preciso entender a maneira correta de fazer remada curvada. Por isso, antes de se aventurar, recomendamos que você receba a orientação e o acompanhamento de um profissional, que fará uma avaliação do seu biotipo e dos seus objetivos.

A orientação é extremamente importante, pois, devido ao seu nível de complexidade, a remada curvada não é indicada para pessoas com restrições articulares ou problemas na região da lombar.

Mas, afinal, como fazer de maneira correta? Primeiro é preciso ter o mínimo de consciência corporal e muito cuidado com a postura para evitar lesões na região da lombar.

Confira a seguir o passo a passo de como realizar de maneira correta a remada curvada com barra, de acordo com as orientações do professor especialista Mateus Cruz, do site Treino Mestre.

  • Em pé, mantenha as pernas levemente afastadas e com os pés posicionados na largura dos ombros;
  • Incline o tronco para a frente – conforme nível de flexão indicado pelo profissional;
  • Segure a barra de maneira que a sua coluna esteja estável e as curvaturas lombares, preservadas;
  • Puxe a barra em direção à região abdominal, com o movimento de flexão dos cotovelos e fechamento (abdução) das escápulas – você também pode começar o movimento direto pelas escápulas, realizando abdução e depois a puxada;
  • Não ultrapasse o cotovelo da linha do ombro, para não diminuir a atividade muscular do latíssimo do dorso;
  • Comece a descida (fase excêntrica), com os cotovelos completamente estendidos, e faça o movimento de maneira controlada, até abrir as escápulas;
  • Realize as repetições de acordo com orientações do profissional.

Dicas para o treino de remada curvada

Confira a seguir algumas dicas dos especialistas do blog Feito de Iridium, para melhorar o desempenho durante o treino em casa ou na academia.

Uma das principais dicas do treino de remada curvada é não movimentar o tronco durante o exercício para não causar lesões ou reduzir a atividade muscular e, consequentemente, não compensar a atividade.

É primordial que você esteja sempre atento à posição da coluna, deixando-a sempre reta durante a remada curvada e, em hipótese alguma, na posição arqueada ou curvada.

Dê uma atenção especial para a posição das mãos, que precisam estar alinhadas próximas à linha dos ombros com o objetivo de fazer o exercício render mais e manter a amplitude na medida certa – pois quanto mais distantes umas das outras, menor será a amplitude do movimento.

Já os punhos devem estar sempre retos e não podem dobrar para trás, pois, caso isso aconteça, há grandes chances de provocar dores e lesões graves. Se ocorrer com frequência é preciso analisar com o profissional se a sua pegada está sendo realizada de maneira correta.

Remada curvada: variações

A prática da remada curvada em academias é mais comum em máquinas, mas o exercício possui diversas variações para se realizar em casa, e pode ser incluído no grupo de treinos isolados, que trabalham um determinado músculo, como o quadríceps do membro inferior.

Por ser recomendado para a musculação, você pode alternar o seu treino de braço com outros tipos de remada, como a remada alta, remada baixa e remada unilateral.

Confira a seguir algumas sugestões de variações para treinos de remada curvada.

Remada curvada com barra

A escolha da barra para a remada curvada deve ser orientada pelo profissional de sua confiança de acordo com as suas necessidades, mas de modo geral são indicados dois tipos: barra W, formato mais anatômico e funcional que trabalha menos o antebraço, e a barra reta, formato mais estabilizador dos músculos do antebraço – não é indicado para quem sofre com desconforto nas costas.

Segundo especialistas do Corpo Trincado, é importante que a barra esteja na posição correta, nunca perto demais da canela nem dos pés, para evitar o desequilíbrio e possíveis acidentes com lesões durante o exercício.

Remada curvada com halteres

Os halteres são ótimas opções para a execução da remada curvada, uma vez que oferecem mais mobilidade no punho e variações no movimento. Por isso, converse com o seu profissional para entender se a sua consciência corporal garante uma boa estabilidade para realizar o exercício corretamente.

Pegada da remada curvada

Mesmo com diferentes tipos de pegadas para a remada curvada é essencial que o seu orientador avalie as melhores opções para o seu treino e trabalhe para que você desenvolva a capacidade de aperfeiçoamento no movimento.

Confira alguns exemplos de pegadas para se utilizar durante o treino.

· Remada Curvada Supinada: devido a posição do antebraço possibilita maior ativação do bíceps braquial, além do focar no latíssimo do dorso;
· Remada Curvada Pronada: ativa mais fortemente os músculos flexores do punho, no antebraço, e a parte superior e média do trapézio;
· Remada Curvada Neutra: atua na parte inferior e média do trapézio.

Alimentação para treino de remada curvada

Como vimos, a remada curvada é um exercício seguro, desde que orientado por um profissional, e pode potencializar o seu processo de hipertrofia muscular como uma alternativa no seu treino de membros superiores.

Contudo, é fundamental combiná-lo com uma dieta equilibrada e rica em alimentos nutritivos e suplementos, que forneçam energia e reponham as substâncias necessárias no organismo durante uma rotina de exercícios.

Consulte sempre um especialista da área da saúde para tirar todas as suas dúvidas e entender qual é a melhor dieta para o seu estilo de vida.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

LENZI, Sandro. Remada curvada – Por que incluir em seu treino? Veja a execução correta!. Treino Mestre, 25 abr. 2020. Disponível em: https://treinomestre.com.br/remada-curvada-saiba-porque-deve-estar-presente-em-seu-treino-veja-a-execucao-correta/. Acesso em: 15 out. 2020.

REMADA Curvada – Veja Como Fazer E Por Que É Importante. Corpo Trincado, [s. d.]. Disponível em: https://corpotrincado.com.br/remada-curvada/. Acesso em: 15 out. 2020.
5 dicas para fazer uma remada curvada com perfeição. Feito de Iridium, [s. d.]. Disponível em: https://www.feitodeiridium.com.br/5-dicas-remada-curvada-perfeita/. Acesso em: 15 out. 2020.