Alimentos reguladores: o que são e onde encontrar

Diogo Círico 17/10/2023

Os alimentos reguladores desempenham um papel fundamental na busca por uma vida saudável e equilibrada. Como o próprio nome sugere, esses alimentos conseguem regular e controlar as funções do nosso organismo, garantindo o seu bom funcionamento. 

Ou seja, são verdadeiros aliados para uma dieta balanceada, proporcionando uma ampla gama de benefícios para a nossa saúde. Mas afinal, quais são os principais alimentos reguladores e como incluí-los na dieta? Acompanhe o texto a seguir e saiba tudo sobre essa cadeia de alimentos!

Sumário

O que são alimentos reguladores?

Os alimentos reguladores contêm compostos e nutrientes que desempenham um papel importante na regulação e no funcionamento adequado do organismo. Esses alimentos são reconhecidos por seus benefícios específicos para a saúde, além de fornecerem nutrientes essenciais para o corpo.

Ricos em vitaminas, minerais, antioxidantes, fibras, fitoquímicos e ácidos graxos essenciais, os alimentos reguladores ajudam a proteger o corpo de doenças, promover a saúde cardiovascular e melhorar o sistema imunológico, além de regular o metabolismo.

A incorporação desses alimentos na dieta diária pode contribuir significativamente para a promoção da saúde e o bem-estar geral, tornando-os elementos essenciais de uma alimentação equilibrada e saudável.

Para que servem os alimentos reguladores?

Os alimentos reguladores desempenham várias funções importantes no organismo, sendo fundamentais para a manutenção da saúde e do bem-estar. Os alimentos reguladores são ricos em vitaminas e minerais essenciais, como vitaminas A, C, E, K, complexo B, cálcio, ferro, magnésio e potássio, que desempenham papéis cruciais no corpo.

Os alimentos ricos em antioxidantes, como vitamina C e selênio, ajudam a fortalecer o sistema imunológico, tornando o corpo mais resistente a infecções e doenças. O consumo regular desses alimentos ajuda a reduzir o risco de doenças crônicas, como diabetes tipo 2, hipertensão arterial e certos tipos de câncer.

Além disso, alguns nutrientes, como o ácido fólico e os ácidos graxos ômega-3, podem desempenhar um papel na saúde mental e na prevenção de distúrbios neuropsiquiátricos. Vale lembrar, porém, que a escolha de alimentos frescos e naturais são práticas fundamentais para garantir a ingestão adequada de nutrientes reguladores.

Diferença entre alimentos reguladores, construtores e energéticos

Num contexto geral, os alimentos que consumimos podem ser categorizados em três grupos principais — com base em suas funções e composição nutricional. Dessa forma, além dos alimentos reguladores, temos também os alimentos construtores e os alimentos energéticos.

Como dito anteriormente, os alimentos reguladores têm a função de regular funções do corpo e fortalecer o sistema imunológico. Já os alimentos construtores, como carnes magras e leguminosas, são ricos em proteínas e ajudam na construção e reparo dos tecidos do corpo, sendo essenciais para o crescimento e a manutenção dos músculos e órgãos.

Por fim, os alimentos energéticos, como pães e massas, são ricos em calorias, principalmente carboidratos e gorduras, e fornecem a energia necessária para as atividades diárias do organismo, incluindo a realização de exercícios e funções metabólicas. 

Principais benefícios dos alimentos reguladores

Aqui estão os principais benefícios dos alimentos reguladores:

  • Reforçam o sistema imunológico;
  • Protegem contra doenças crônicas;
  • Promovem a saúde cardiovascular;
  • Ajudam na digestão e regularização intestinal;
  • Reduzem a inflamação no corpo;
  • Melhoram a saúde da pele e dos olhos;
  • Fornecem vitaminas e minerais essenciais;
  • Contribuem para a saúde mental;
  • Mantêm a saúde dos ossos;
  • Aumentam a sensação de saciedade.

Lista de alimentos reguladores

Que tal reforçar o cardápio do dia a dia com alimentos reguladores? A seguir, apresentamos uma lista com as principais opções de alimentos do tipo, para você não só complementar a dieta, como também fortalecer o sistema imune e se fortalecer. Confira!

Frutas

  • Maçã
  • Laranja
  • Morango
  • Banana
  • Uva
  • Kiwi
  • Abacate

Verduras e folhas verdes

  • Espinafre
  • Brócolis
  • Couve
  • Alface
  • Rúcula
  • Acelga
  • Espinafre

Legumes

  • Cenoura
  • Tomate
  • Pimentão
  • Abóbora
  • Berinjela
  • Pepino
  • Abobrinha

Oleaginosas e sementes

  • Amêndoas
  • Nozes
  • Castanhas
  • Semente de chia
  • Semente de linhaça
  • Semente de abóbora
  • Semente de girassol

Chás de ervas

  • Chá verde
  • Camomila
  • Hortelã
  • Erva-cidreira
  • Gengibre

Fibras

  • Aveia
  • Feijão
  • Lentilha
  • Quinoa
  • Grão de bico

Lembrando que essa lista não é definitiva, e há muitos outros alimentos reguladores disponíveis. A diversificação da dieta, incluindo uma variedade de alimentos frescos e naturais, é fundamental para garantir a ingestão adequada de nutrientes reguladores.

Referências:

LIFE PERSONA. The 10 Most Important Regulatory Foods (and Their Properties). Acesso em: 14/09/2023.

VITAT. Quais são os alimentos reguladores e qual a função deles. Acesso em: 14/09/2023.CURSOS CP. Alimentos energéticos, construtores e reguladores. Acesso em: 14/09/2023.

Isto foi útil?

Obrigado pelo seu feedback!
Visitado 66 vezes, 3 visita(s) hoje.
Diogo Círico

Diogo Círico

Nutricionista

Graduado em nutrição em 2007 pela Faculdade Assis Gurgacz, pós-graduação em Nutrição e Atividade Física - 2012, pós-graduação em Nutrição Funcional Esportiva - 2017, desde o inicio buscou destinar suas atividades à nutrição esportiva e também a área de tecnologia de alimentos. À frente das ações técnicas da industria Growth Supplements desde sua criação, já somam-se mais de 10 anos de dedicação, trabalho e pesquisas laboratoriais no desenvolvimento de novos produtos. Hoje suas ações como nutricionista dividem-se entre assessoraria de alguns atletas patrocinados pela Growth Supplements, redação de material técnico cientifico como estes disponíveis no blog GSuplementos e também na liderança da equipe de técnica Growth Supplements . Diogo Cirico; Nutricionista esportivo CRN 10 - 2067