Bulking e cutting/

O que é o bulking e o cutting?

Ganho de peso e perda de gordura são recorrentes para quem pratica musculação e tem o foco na hipertrofia. Afinal, não basta controlar apenas a balança, mas ficar de olho também em cada detalhe da alimentação e nas metas que você estabelece para si mesmo. Se você está pesquisando sobre o tema, com certeza já deve ter se deparado com dois termos famosos – o “bulking” e o “cutting”. Eles são adotados pelos fisiculturistas e podem ser aplicados à rotina de qualquer praticante de academia que esteja focado no treino e na dieta. Quer entender mais? Confira aqui no Blog da G Suplementos!

Bulking

Nesse caso, a quantidade de calorias ingeridas deve ser maior do que aquela gasta pelo organismo.. O objetivo nesse tipo de alimentação é justamente garantir o ganho de peso, com músculos e ganho de força incluídos na receita. Nessa fase há até mesmo um excedente calórico e o período é geralmente adotado pelos atletas de fisiculturismo durante o “off season” – o tempo fora das competições, no qual o atleta foca justamente no aumento da força e da capacidade física para se preparar para as principais datas do ano.

Cuidados ao adotar

Mas se você pensa que basta comer descontroladamente e apenas ganhar peso, se engana bastante. É preciso ter cuidado e atenção durante o Bulking, monitorando de perto as calorias consumidas para produzir resultados positivos. Ou seja, é preciso também monitorar os nutrientes que serão ingeridos e escolher comidas que não tragam prejuízos ao seu organismo. Até mesmo as atividades cardiovasculares devem ser mantidas na rotina, com aeróbicos que ajudem na manutenção da saúde do corpo. Uma excelente alternativa, especialmente para os atletas mais focados, é justamente escolher alguns suplementos que privilegiem o ganho de calorias com qualidade nos ingredientes. É o caso do hipercalórico, que fornece energia para o treino e garante também um ganho de massa durante o Bulking. Além disso, outros suplementos usados rotineiramente, como BCAA e Whey Protein, também podem ser usados durante essa fase.

Cutting

Nesse período, diferente do Bulking, a ideia é consumir menos calorias do que o organismo gasta no dia . Ou seja, o objetivo aqui é justamente perder gordura e até mesmo diminuir o peso, focando apenas no ganho da massa magra. Tudo isso pode ser feito em conjunto, com o aumento dos músculos acompanhado de queima de gorduras em todo o corpo. O foco na dieta é essencial, diminuindo a quantidade de calorias ingeridas e aumentando o gasto calórico nas atividades da rotina. Em geral, os fisiculturistas optam por essa estratégia justamente nos períodos que antecedem as competições. Isso garante a melhor forma física e aquele visual conhecido nas competições, com os músculos rasgados e em evidência.

Cuidados durante o Cutting

Da mesma forma, o Cutting também pode não ser tão efetivo ou até mesmo gerar problemas com erros durante sua aplicação. A própria mudança na alimentação deve seguir sempre o acompanhamento de um profissional nutricionista que indicará o que deve ser incluído e retirado da programação. Evite também exagerar na dose de exercícios cardiovasculares, tanto no tempo quanto na intensidade. O auxílio de um personal trainer especializado pode ser crucial para garantir a otimização do tempo e melhores resultados. A ideia aqui é preservar a massa muscular e focar na queima da gordura, ou seja, um balanço ainda mais delicado. Assim como no Bulking, os excessos são perigosos, comprometem a saúde e impactam negativamente na qualidade de vida; por isso, consulte sempre um profissional antes de iniciar o Bulking ou o Cutting.