Quais são os principais atletas veganos e vegetarianos?

Muitas pessoas acreditam que a alimentação vegetariana ou o estilo de vida vegano impedem a conquista de músculos grandes e definidos, afinal, a proteína animal auxilia na geração de energia e na criação do shape perfeito. Contudo, tanto atletas veganos quanto atletas vegetarianos afirmam que alcançaram um desempenho melhor após cortarem produtos de origem animal.

A verdade é que a proteína vegetal é igualmente interessante para quem quer conquistar músculos e definição. Ela pode ser ainda mais benéfica que a proteína animal, uma vez que oferece força para o treino e possui baixa quantidade de gorduras.

Se você, assim como eles, quer parar de comer carne e criar músculos ao mesmo tempo, continue a leitura e descubra como os atletas veganos e vegetarianos conquistaram o corpo desejado.

Quais são os principais atletas veganos?  

A filosofia vegana é um estilo de vida que busca excluir todas as formas de exploração contra animais, seja para alimentos, cosméticos, acessórios ou até entretenimento. Já a dieta vegetariana não consome alimentos de origem animal.

As duas opções oferecem uma nutrição adequada e saudável quando seguidas corretamente. Indo mais além, é possível ser um atleta de alto rendimento e ter um plano alimentar sem o consumo da proteína animal.

A seguir, listamos os principais atletas vegetarianos para provar que é possível conquistar o resultado esperado sem comer frango, ovos e outros derivados de produtos animais:

1. Anastasia Zinchenko

Anastasia é um dos exemplos de atletas veganas que vêm registrando alto nível de desempenho. A atleta ucraniana é competidora no powerlifting nas classes de 63 kg e 72 kg e já conquistou alguns campeonatos regionais no Reino Unido, onde reside, alcançando também ótimas colocações em competições nacionais e chegando às disputas internacionais.

2. Nimai Delgado

Nimai Delgado, que segue uma dieta vegetariana desde o nascimento, nunca tendo comido carne, é membro da Federação Internacional de Bodybuilding (IFBB). O atleta americano pesa 175 kg e é um dos principais exemplos de que é possível ganhar músculos sem proteína animal e derivados.

O fisiculturista já participou de competições como Arnold Sports Festival, em 2018, e conquistou o seu Cartão Pro no NPC USA Championships em 2016, em Las Vegas. Além disso, Nimai tem uma campanha para levar o estilo de vida vegano às academias.

3. Mariana Rios

Mariana Rios é um exemplo de atleta vegana brasileira. Nascida em Salvador, ela pratica musculação, atividades ao ar livre, spinning e yoga. Ativista da causa vegana, Mariana é estudante de nutrição e, durante entrevista ao canal Plano Be, ela explicou que é possível ganhar massa sem comer carne, pois não existe nenhum macronutriente que seja exclusivo de produtos de origem animal.

A fisiculturista esclarece que o primeiro passo é pensar não somente nos benefícios estéticos que o alimento pode trazer, mas nas suas propriedades. A proteína vegetal possui nutrientes importantes que fortalecem o organismo e fornecem energia para o corpo.

4. Dominick Thompson

Dominick é triatleta, fisiculturista e ironman. O maratonista americano, que já era adepto ao vegetarianismo, fez a transição para a alimentação vegana e manteve sua energia. Segundo o atleta, seu corpo se transformou, ele ganhou mais força e superou seus limites após parar de comer carne.

O fisiculturista já participou de diversas maratonas, competições de crossfit, powerlifting e triatlo. Segundo ele, o fato de não comer carne não atrapalha em nada o seu rendimento. Além de atleta, Dominick é dono de uma marca de roupas veganas.

Como é a alimentação desses atletas?

É possível ser um atleta de alta performance e manter uma dieta livre de produtos de origem animal. A melhora no desempenho e na composição corporal pode ser obtida com o consumo dos alimentos certos, e não apenas com carnes e derivados.

Tanto atletas vegetarianos quanto os esportistas veganos precisam ingerir substâncias fitoquímicas e antioxidantes, importantes para combater o efeito dos radicais livres. É essencial que alimentos ricos em vitamina B12, ómega-3, ferro, proteínas e vitamina D façam parte do cardápio dos esportistas.

Segundo orientações da American Dietetic Association o consumo de macronutrientes para atletas vegetarianos deve ser o seguinte:

  • carboidratos: ingerir de 6 a 10 g/kg de peso diariamente. Os carboidratos são fundamentais para equilibrar os níveis de glicose no sangue durante a atividade física e repõem o estoque de glicogênio muscular;

  • proteína: atletas que praticam exercícios de resistência devem consumir de 1,2 a 1,4 g/kg de peso por dia. Já para aqueles que treinam força o indicado é 1,2 a 1,7 g/kg diariamente;

  • lipídios: o consumo de gorduras deve ser de 20 a 35% da ingestão total de energia. Elas auxiliam na absorção das vitaminas e ácidos graxos essenciais.

A alimentação de atletas veganos deve ser planejada tendo por base os exercícios praticados. Assim, é importante organizar a alimentação para consumir os nutrientes corretos antes, logo após e depois do treino.

Por isso, ter um plano alimentar com orientações de um nutricionista é fundamental para que não haja perda de nutrientes e de energia durante a atividade. A seguir, listamos como os principais atletas vegetarianos organizam a sua dieta.

Antes do treino

Para manter a energia e a força durante todo o treino, é necessário ingerir carboidratos e vitaminas até uma hora antes de iniciar a prática. Alguns exemplos de alimentos que contém esses nutrientes são pães integrais, torradas e massas. Além de frutas críticas e cereais como fontes de vitaminas.

Logo após o treino

Para compensar o glicogênio gasto e evitar a perda de massa magra, nutricionistas recomendam a alimentação logo após o treino, não ultrapassando 30 minutos após a prática. Nesse caso, o atleta pode comer barras de cereais, vitaminas de frutas ou frutas secas como damasco e uvas-passas..

Um tempo depois do treino

Para o almoço ou outra refeição mais completa, o ideal é consumir alimentos como soja, arroz integral, feijão, macarrão, sanduíche natural, saladas ou pasta de grão-de-bico. Além de ingerir alimentos ricos em vitamina C, como por exemplo, pimentão-amarelo, agrião, couve, brócolis e repolho.

Quais são os exercícios que eles praticam?

Um atleta vegetariano ou vegano pratica os mesmos exercícios de um atleta que consome produtos de origem animal. A diferença do resultado está na alimentação e não nos exercícios realizados. A dieta é responsável por cerca de 50% dos resultados de um atleta fisiculturista.

A tática usada pelos fisiculturistas veganos é a periodização do treino. Para obterem alto desempenho nos treinos, eles investem em aliar a musculação com o tipo de esporte praticado. Desse modo, é possível melhorar os pontos físicos exigidos em cada atividade, equilibrando a musculatura e aumentando a massa magra.

Como vimos, é totalmente possível ser um atleta de alta performance mantendo uma dieta sem alimentos de origem animal. Diversos atletas vegetarianos comprovam que o ganho de massa não está ligado ao consumo de carne, mas sim de alimentos adequados.

A proteína vegetal é rica em nutrientes que auxiliam no ganho de energia e no desempenho durante o treino. Consumindo legumes, verduras, frutas e carboidratos, é possível para o atleta vegano melhorar a sua composição corporal e até mesmo se tornar um grande competidor.

Você curtiu este artigo sobre os principais atletas veganos e vegetarianos? Então, aproveite e leia agora mesmo o artigo “Desidratação para atletas de bodybuilding: saiba como funciona” para aprender como a desidratação pode impactar seus músculos!