Creatina aumento de força para atividade física

Creatina auxilia no ganho de força para realização da atividade física

O consumo de suplementos faz parte da rotina de quem busca melhorar o preparo físico e o desempenho nos treinos. Há uma grande variedade de produtos no mercado e os seus benefícios podem ser combinados com a prática regular de exercícios e uma dieta balanceada, pensada individualmente para você alcançar suas metas. Um dos suplementos mais procurados por quem faz atividades físicas é a creatina, que pode ser usada em qualquer período do dia e auxilia no ganho de força e no aumento da massa muscular – o que favorece a realização de exercícios de curta duração ou com cargas mais pesadas, que trabalham os grandes grupos musculares.

 

A creatina é sintetizada a partir dos aminoácidos arginina, glicina e metionina, e é produzida naturalmente pelo nosso organismo, sendo armazenada nos músculos para ser usada na formação de energia viabilizando as contrações musculares que acontecem quando as pessoas fazem qualquer atividade no dia a dia. Esse composto também pode ser obtido com a ingestão de alguns alimentos, como carnes vermelhas e peixes; e por meio da suplementação no caso de pessoas que malham ou praticam esportes de explosão, como luta, natação e atletismo.

 

O consumo da creatina por quem faz exercícios de longa duração, como as atividades de endurance, deve ser acompanhado por um nutricionista, pois, apesar de ser livre de calorias, a creatina pode provocar a retenção de líquidos no músculo e, consequentemente, o aumento de peso. Assim, a dieta determinará se haverá ganho de peso a ponto de atrapalhar o desempenho nas atividades. Apesar desse aspecto, a creatina é indicada para esse público devido aos benefícios que proporciona na recuperação muscular.

 

Na prática de atividades de força ou explosão, a creatina favorece a hipertrofia muscular e auxilia no fornecimento de energia para que o corpo continue trabalhando, reduzindo a fadiga e dando força para que o atleta complete as séries de exercícios. Ao melhorar o seu condicionamento físico, o praticante consegue realizar as atividades por mais tempo, mesmo com o uso de aparelhos mais pesados. Somado a isso, o suplemento age na recuperação rápida dos músculos, aliviando as dores e as lesões que podem surgir após o treino. Essa etapa que sucede a atividade é uma das mais importantes para o crescimento muscular e a manutenção da saúde.

 

Os efeitos positivos da creatina vão além das academias e dos centros esportivos. Quando ingerida em quantidades adequadas e com acompanhamento médico, essa substância fortalece o sistema imunológico e pode ajudar em casos de depressão, ansiedade e problemas neurológicos, como autismo, doença de Parkinson e Alzheimer. Há ainda inúmeros estudos que mostram que a suplementação com a creatina tem sido indicada para idosos praticantes de exercícios de força para prevenir, reduzir e até reverter a redução de massa muscular, garantindo a eles maior qualidade de vida.
A dosagem diária de creatina recomendada para os atletas é de 3g, podendo variar conforme as necessidades nutricionais de cada indivíduo. Esse suplemento pode ser consumido por anos, mas pode haver uma redução dos seus efeitos ergogênicos quando utilizado sem interrupção. Caso isso aconteça, o indicado é realizar a suplementação durante 14 semanas, com uma pausa de um mês para o início de um novo ciclo. Por ter um efeito cumulativo, a  creatina deve ser ingerida todos os dias, em qualquer horário, mesmo quando não houver treino.