BCAA: Por que ele está na dieta dos maiores atletas?

Na mochila de treino de vários atletas, e com certeza na rotina da maioria das celebridades fitness que você conhece, está o BCAA. Seja na versão em pó, em cápsulas ou líquida, esse suplemento se tornou indispensável para quem está com foco na hipertrofia muscular. Com a presença desses aminoácidos nos treinos, o seu resultado melhora muito e você sente na pele os benefícios. Para incluir esse produto na sua dieta, confira sempre as orientações do seu nutricionista e toda a programação pensada de acordo com as suas necessidades.

Primeiro, o que é o BCAA?

BCAA é uma sigla que significa Branched Chain Amino Acids, ou seja, Aminoácidos de Cadeia Ramificada. O nome pode parecer complexo, mas seus benefícios são simples e diretos. As moléculas do BCAA possuem uma estrutura específica também encontrada na fibra muscular. Eles correspondem a cerca de 35% dos aminoácidos essenciais presentes na proteína muscular e atuam no processo de síntese das proteínas, auxiliando também na contenção da degradação.

E quais os efeitos no nosso corpo?

Como os aminoácidos estão envolvidos tanto com a síntese de proteínas quanto com a manutenção da massa magra, eles trazem inúmeros benefícios para quem deseja conquistar mais músculos e mantê-los. Eles podem ainda ajudar na perda de gordura e têm um impacto positivo no sistema imunológico, sempre combinados com a prática de exercícios físicos como a musculação. O grande diferencial na sua rotina de treinos será a diminuição na fadiga muscular durante os exercícios mais intensos, e também a redução da lesão muscular induzida pelas séries. Outro destaque está na liberação de insulina e na melhora do próprio desempenho dos atletas em situações que envolvem altas temperaturas.

Qual a quantidade certa?

Antes de pensar na quantidade de BCAA que você deve ingerir ou até mesmo ir tomando por conta própria, consulte sempre um nutricionista. O valor varia de acordo com a quantidade de peso sem gordura presente no seu corpo. Esse cálculo é feito através de uma avaliação física que aponta a quantidade de massa magra por pessoa, por isso é importante contar com o apoio profissional. O indicado para quem está na academia e focado nos treinos é aproximadamente 0,1g de BCAA para cada 1kg de massa magra.

Em geral, a média nas academias é de 12% a 20% de gordura no corpo. Assim, uma pessoa de 80kg geralmente possui 64kg de peso livre de gordura no corpo. O valor necessário do produto será de 6,5g a 7g. Essa quantidade deve estar presente em todos os momentos estratégicos escolhidos para a ingestão dos aminoácidos. Siga também as indicações de cada fabricante para ter uma ideia melhor.

Aproveite o BCAA nos horários certo

Outro detalhe estratégico é incluir o BCAA nos melhores horários para o seu corpo. A indicação dos especialistas para aproveitar melhor o suplemento é ingerir tanto no pré-treino quanto no pós-treino. Assim, é possível dinamizar seus efeitos e evidenciar seus benefícios na rotina da academia.

Receitas para consumir o BCAA

As receitas de BCAA variam de acordo com as versões do produto. Em geral, as opções em pó e líquida são mais fáceis de ser incluídas em algumas misturas, como shakes e vitaminas. A versão mastigável é bem prática e, vale lembrar, todos possuem os mesmos nutrientes: a Leucina, a Valina e a Isoleucina. O suplemento pode ser consumido com água, suco ou leite – mas sempre, de preferência, com um líquido. Faça bons shakes para o pré e pós-treino, misturando com outros suplementos e sucos naturais. Depois do treino não há nada melhor do que um bom shake de Whey Protein, BCAA e água gelada.