Tempero sem sódio: como são feitos e quais as vantagens

Você já parou para pensar nos efeitos que o consumo excessivo de sal e produtos industrializados tem para a sua saúde? Devido aos riscos do surgimento de doenças como hipertensão, cálculos renais e até mesmo esclerose múltipla, muitas pessoas têm buscado alternativas por meio do tempero sem sódio.

Hoje, existem diferentes opções no mercado para quem deseja reduzir a ingestão do mineral e ter uma vida mais saudável. Para saber mais sobre essa alternativa e as vantagens dela, continue a leitura!

O que é o sódio e quais são os riscos para a saúde?

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o ideal é a ingestão de cerca de 5g de sódio por dia. Essa quantidade é a fundamental para garantir as corretas funções do organismo sem prejuízo e favorecimento de doenças relacionadas ao consumo em excesso. No entanto, estima-se que o brasileiro consuma mais que o dobro disso.

sódio é um mineral que tem importante papel na regulação da pressão arterial e no equilíbrio dos líquidos em nosso corpo. Além disso, ele também atua no processo de contração muscular, essencial para simples movimentos do dia a dia até o bom desempenho em atividades físicas, como a musculação. Assim, o problema não está nesse componente, mas no abuso desse elemento na dieta.

Grande parte dessa ingestão se deve ao uso de sal no preparo das refeições e na alimentação de produtos industrializados, ricos no mineral.

Assim, embora pequenas quantidades de sódio sejam importantes para a saúde, em excesso ele pode ter efeito inverso no organismo. Confira abaixo os principais riscos para a saúde.

Hipertensão

O aumento na ingestão de sódio está ligado ao surgimento de problemas de hipertensão. Isso acontece porque o excesso desse mineral na corrente sanguínea afeta o equilíbrio de líquidos no organismo, o que pode levar à sobrecarga do coração.

O quadro de hipertensão pode ter uma série de consequências negativas, como infarto, doenças renais, Acidente Vascular Cerebral (AVC) e lesão nos vasos sanguíneos.

Problemas nos rins

O consumo em excesso de sal e outros alimentos ricos em sódio dificulta a ação dos rins, podendo comprometer o funcionamento do órgão. Esse quadro também está associado com o surgimento de cálculos renais, condição conhecida popularmente como “pedra nos rins”.

Doenças autoimunes

Alguns estudos associam a ingestão de sódio em grandes quantidades com o surgimento de doenças autoimunes, como a esclerose múltipla.

Osteoporose

Pesquisas apontam que a ingestão excessiva de sal pode aumentar os riscos de quebrar algum osso e do surgimento de osteoporose. Isso porque grandes quantidades de sódio levam à perda de cálcio na urina, um dos componentes mais importantes para a saúde óssea.

Obesidade

Consumir muito sal ajuda na retenção de líquidos no organismo, o que leva a sensação de inchaço. Em longo prazo, esse processo pode levar ao aumento de peso.

Assim, como foi possível ver, a falta de equilíbrio da alimentação com consumo excessivo desse ingrediente pode levar a uma série de sérios problemas para a saúde. A boa notícia é que é possível reduzir os riscos a partir do uso de tempero sem sódio. Confira!

Tipos de temperos alternativos

Muitas pessoas acreditam que não existe vida sem o sal. No entanto, hoje, existem diversas opções disponíveis no mercado que ajudam na substituição do condimento a partir de tempero sem sódio.

Temperos naturais

Uma das alternativas para diminuir o consumo de sal é optar por temperos naturais, como diversos tipos de ervas, além de grandes conhecidos, como o alho e a cebola.

Assim, é possível obter os benefícios desses alimentos naturais, além de reduzir os riscos do excesso de sódio. Entre as principais opções estão:

  • alho: atua positivamente nas funções respiratórias, reduz o colesterol e a taxa de triglicerídios, além de ter ação antibactericida;
  • cebola: rica em potássio, ajuda na circulação sanguínea e previne o envelhecimento das artérias;
  • pimenta: diminui o colesterol, aumenta as defesas do organismo e ajuda na digestão;
  • gengibre: tem funções diuréticas e antitrombótica, além de ter ação antisséptica e até mesmo antidepressiva;
  • manjericão: previne a hipertensão arterial, além de ter funções anti-inflamatórias e antioxidante;
  • limão: regula a absorção de açúcares além de melhorar o sistema imunológico;
  • alecrim: auxilia no combate à bactéria Helicobacter Pylori, uma das principais responsáveis por quadros de úlcera gástrica.

As possibilidades são muitas e essa é uma maneira de manter uma alimentação mais saudável e saborosa.

Tempero sem sódio

Além dos condimentos naturais, as pessoas preocupadas com a saúde e o bem-estar físico ganharam um importante aliado: o tempero sem sódio.

Ganhando cada vez mais popularidade, essa é uma forma prática de reduzir o consumo de sal sem prejudicar o sabor dos alimentos. Hoje, estão disponíveis diversos tipos e com sabores diferentes, o que ajuda a diversificar as refeições com rapidez e praticidade. Entre os principais benefícios desse tipo de ingrediente estão:

  • são fáceis de encontrar, podendo ser comprados em lojas de suplementos e alimentação natural;
  • são práticos, o que ajuda a manter uma dieta saudável mesmo nos dias de maior correria;
  • utilizam diferentes ingredientes naturais, o que os tornam uma opção saudável e saborosa;
  • além de não conter sódio, a maioria deles também não tem glúten e lactose, sendo uma excelente opção também para pessoas com restrições alimentares.

Dicas para diminuir o consumo de sódio na comida

Muitas pessoas acreditam que comida sem sal é sinônimo de uma refeição sem graça. No entanto, isso é o equívoco. Em grandes quantidades, o tempero mascara o real sabor dos alimentos.

Assim, buscar a redução do sódio na dieta não é só uma maneira de garantir mais saúde como de ter uma experiência gustativa mais prazerosa. Confira dicas de como fazer isso.

Reduza gradualmente

Retirar o sal de repente da dieta pode dificultar o processo de adaptação por quem era acostumado a consumir grandes quantidades do condimento. No lugar, é preferível reduzir o seu consumo gradualmente, conforme adaptação.

Diminua a alimentação de itens industrializados

Os alimentos industrializados costumam ser ricos em sódio, utilizado para ajudar a prolongar sua conservação. Assim, além de buscar reduzir a quantidade de sal no preparo das refeições em casa, é fundamental diminuir o consumo desse tipo de produto.

Enlatados, conservas e defumados são os itens que costumam ter maior concentração do ingrediente e, portanto, exigem atenção redobrada.

Aumente a ingestão de potássio

Ter uma dieta com a presença de alimentos ricos em potássio também é uma excelente forma de neutralizar os efeitos negativos do sódio. Isso porque esse mineral ajuda no equilíbrio de sódio no organismo, evitando o surgimento de doenças.

Entre as principais fontes de potássio estão banana, folhas verdes, água de coco, abacate e iogurte.

Utilize ervas e outros condimentos

Alguns ingredientes como alho, cebola, gengibre, manjericão, salsinha, alecrim, tomilho, coentro, pimenta-do-reino, páprica e curry são excelentes para servirem como complementos na hora de temperar a comida, tanto para quem deseja reduzir quanto para quem optou por cortar o sal da alimentação.

As opções são muitas e essas são oportunidades de adicionar novas camadas de sabores na preparação dos alimentos, diminuindo o desconforto da ausência ou redução de sal.

Prefira tempero sem sódio

Hoje, já existem uma série de opções no mercado de temperos que não apresentam sódio na composição. Assim, é possível conservar o sabor dos alimentos e a experiência sem sofrimento.

Seguindo essas dicas, é possível continuar obtendo prazer na comida, porém sem os riscos que o consumo em excesso de sódio traz para a saúde.

Se você se decidiu por começar uma vida mais saudável e sem os riscos do ingrediente, confira a nossa seleção especial de temperos sem sódio para ajudá-lo nesse processo!