Veja dicas de suplementação para iniciantes

Dicas de suplementação para iniciantes: o que consumir?

Poderíamos começar todos os textos com a seguinte afirmação:
“Nutrientes, sejam eles provenientes de alimentos ou suplementos, são usados de acordo com a necessidade, não de acordo com a oferta.”

Na seqüência podemos dizer que a atividade física proporciona adaptações como principal efeito em nosso organismo, e são estas adaptações que fazem atletas diferentes de desportistas, que por sua vez são diferentes de pessoas comuns.

As adaptações podem acontecer sobre a morfologia das células, mecanismo de funcionamento de sistemas, adaptações metabólicas relacionadas à energia e nutrientes, entre outras tantas.

Suplementação para iniciantes e atletas

O fato é que estas sinalizações e reações acontecem de forma crônica ao longo dos meses. Por este motivo existe uma máxima que diz “quanto mais treinado, menos treinável” — isso quer dizer que quanto maior for a experiência dele, mais difíceis são os resultados, o que acontece com o treino e a dieta.

Quanto mais treinado, mais específicas serão as necessidades nutricionais, mais específica deverá ser a dieta, a oferta de nutrientes…

Via de regra podemos dividir os suplementos entre específicos para pessoas adaptadas aos exercícios e suplementos comuns para pessoas não praticantes de atividade física.

Suplementos fornecedores de vitaminas, minerais, carboidratos, gorduras, fibras, proteínas, pré e probióticos são necessários à manutenção da vida, manutenção do bom estado de saúde, esta situação será necessária independente da atividade do indivíduo, será indicado a suplementação sempre que o indivíduo não consiga consumir a quantidade adequada via alimentação.

Estes suplementos na verdade são considerados “complementos”, eles complementam uma oferta nutricional inadequada, insuficiente, incorreta.
Os motivos pelos quais o indivíduo não consegue ingerir a quantidade de nutrientes adequada podem ser os mais variados possíveis, desde sazonalidade até falta de tempo para preparar refeições adequadas.

Já os suplementos específicos como beta-alanina, arginina e creatina são produtos fornecedores de nutrientes usados/demandados/necessários somente aos indivíduos que possuem uma boa adaptação celular.
Voltando lá no começo, falamos que os nutrientes são usados de acordo com a necessidade, não de acordo com a oferta. Caso um iniciante venha a consumir creatina, muito provavelmente ele não terá bons resultados, isso porque suas células musculares não estão adaptadas ao treino, sua atividade não é intensa, suas demandas nutricionais não são acentuadas ou diferentes. Um nutriente “diferente” no meio da dieta não terá absolutamente nenhum poder, não estimulará nada, não desenvolverá nada.

Suplementação para iniciantes: erros comuns

Este é um dos erros mais comuns dos consumidores de suplementos: considerarem pós, cápsulas e comprimidos como promotores do efeito desejado. As pessoas vão à loja de suplementos no sábado ou domingo buscar suplementos para ir à academia fazer inscrição na segunda-feira.

Parece estranho, mas é a realidade. As pessoas se preocupam mais com suplementos do que com treino e dieta.

Você não pode comprar creatina porque deseja ter mais força; você deve iniciar uma rotina de treino buscando força. Você deverá mudar sua alimentação, deixando-a adequada em relação ao exercício, além de procurar o suplemento em questão.

Material elaborado por Nutricionista Esportivo Diogo Círico – CRN 10 – 2067
R.T. Growth Supplements