melhor whey protein

Melhor Whey Protein: veja como escolher o ideal

Whey protein é a tradução para proteínas do soro do leite. Essas substâncias são altamente nutritivas, e seus benefícios são bem claros na literatura. 

Para que serve o Whey Protein?

Pesquisadores afirmam que consumir uma fonte de proteína após o exercício de resistência é essencial para maximizar a síntese de proteína muscular e o balanço líquido de proteína, ambos necessários para apoiar o desenvolvimento muscular com o treinamento. 

Não vem de hoje o interesse de pesquisadores, treinadores e atletas pelas proteínas do soro do leite. Nas últimas décadas, muitas pesquisas demonstraram as qualidades nutricionais das whey protein

Em 1971, o Dr. Paavo Airola descreveu benefícios à saúde do trato gastrointestinal com a suplementação, e a partir daí popularizaram-se pesquisas buscando os benefícios para a saúde e também pesquisas por parte da indústria alimentícia para aprimorar o produto. 

Desde o descobrimento do produto whey através da fabricação de queijos até os dias de hoje, melhorias e aprimoramentos no processo de fabricação permitem que ainda mais pessoas possam se beneficiar com os nutrientes presentes no soro.

Qual é o melhor Whey Protein?

Utilizando-se as possibilidades oferecidas pela tecnologia de alimentos, a Growth Supplements disponibiliza cinco formas de apresentação diferentes de whey: basic, medium, concentrado, isolado, hidrolisado e um blend proteico chamado de 3W (três formas de whey).

Basic whey protein

O Basic Whey possui 30% de concentração proteica. Tal concentração não se mostra interessante para uso como shake pré ou pós-treino, com apenas 9 g de proteínas na porção e o restante constituído quase que integralmente por carboidrato (lactose), esse produto acaba sendo uma boa opção para constituir receitas e preparados culinários. 

Essa versão possui grande quantidade de lactose – numa porção de 30 g do produto, há quantidade de lactose maior do que aquela encontrada em 1 litro de leite integral. Por esse motivo, qualquer nível de intolerância à lactose, por mais brando que seja, poderá apresentar reações adversas ou sintomas.

Medium whey protein

Como seu nome prediz, o Medium Whey Protein possui um valor mediano – são 60% de concentração proteica, ou seja, 30 g de produto contém 18 g de proteínas.

Esse já é um produto interessante para ser usado como shake, uma vez que a maioria das pesquisas evidenciou que o consumo de uma porção com aproximadamente 20 g de proteínas várias vezes ao dia poderá maximizar a síntese proteica muscular. 

Devido ao seu custo, o medium whey acaba sendo uma boa opção também para aqueles com pouco recurso financeiro para investir.

Whey protein concentrado 80%

Esta opção de whey é, sem dúvida nenhuma, o melhor custo/benefício para pessoas saudáveis, independentemente de condição física, objetivo pretendido e nível de treinamento. 

O Whey Protein concentrado 80% possui 23 a 24 g de proteínas na porção, pequena quantidade de carboidratos, gorduras, pequena quantidade de vitaminas e minerais. Pode ser usado tanto em shakes como em preparações culinárias. 

Atenderá perfeitamente a atletas profissionais ou indivíduos sedentários, obesos em busca de redução de gorduras ou pessoas com baixo peso em busca de aumento de massa.

Whey protein isolado

A esse produto aplica-se uma etapa a mais durante o processamento de fabricação: a cristalização, na qual são retiradas as frações glicídicas, em especial a lactose. 

O Whey Protein Isolado foi idealizado pela ciência para atender pessoas com problemas digestivos com os carboidratos (pessoas com intolerância ou sensibilidade aumentada à lactose). 

Devido à retirada de um dos nutrientes fornecedores de calorias, o produto na sua versão isolada acaba apresentando uma pequena quantidade de proteínas a mais, podendo chegar a 27 g de proteínas na porção.

Whey protein hidrolisado 

Esta versão do produto contém as mesmas proteínas presentes nas demais, porém, apresenta um diferencial muito importante para aqueles que possuem problemas com a digestão das proteínas do leite, aqueles com alergia ou aqueles que por algum motivo não conseguem digerir proteínas adequadamente, por exemplo após uma cirurgia bariátrica. 

Depois da obtenção do produto isolado ou concentrado aplicam-se processos que imitam a digestão do corpo humano, quebrando as proteínas em tamanhos menores. Isso faz com que a digestão do Whey Protein Hidrolisado seja ainda mais rápida.

3W whey protein

O blend 3W Whey Protein é uma mistura da versão concentrada, isolada e hidrolisada.
Sua concentração proteica e tempo de digestão dependerão da concentração de cada um dos três wheys utilizados.

Quais são as diferenças entre os tipos de Whey Protein?

O nutriente contido em todas as versões é exatamente o mesmo, ou seja, são as mesmas proteínas do soro do leite. 

O basic, que custa R$ 34, ou o hidrolisado, que custa R$ 170, terão proteínas do soro do leite. O maior benefício desse nutriente é possuir alto valor biológico, e essa é uma característica das proteínas do soro do leite, não uma característica ou benefício de um produto comercial. No basic há proteínas do soro do leite da mesma forma como há também no isolado. 

A diferença está na quantidade de proteínas, carboidratos e gorduras que se consegue na porção do isolado ou do basic. 

Existe um melhor whey protein para cada objetivo?

Muitas pessoas acreditam que os diferentes tipos de whey são destinados a objetivos diferentes, por exemplo isolado para definição muscular, concentrado para aumento de massa, ou ainda ainda imaginam que o produto com custo mais elevado poderá trazer maiores benefícios – como investir um valor maior na compra do whey hidrolisado quando não está conseguindo atingir os objetivos desejados com o treino. 

Nada disso é verdade. Uma pessoa saudável terá exatamente os mesmos resultados na mudança do físico usando um basic ou um isolado. 

Claro que devemos pensar que nas duas hipóteses a dieta estará adequada e haverá a mesma quantidade de proteínas independentemente dos suplementos usado. 

A população precisa compreender que o custo final de um produto não tem relação com os benefícios que ele pode proporcionar, e sim com aspectos mercadológicos e com o custo da operação para obtenção do produto. 

O hidrolisado e o isolado custam mais caro porque passam por mais etapas na cadeia de produção, e cada etapa irá originar um custo a mais.

Como escolher o melhor whey protein

Vamos ao exemplo: um indivíduo foi ao nutricionista e lá foi diagnosticado que há necessidade de 30 g de proteínas ao final do treino (atenção, veja que estamos falando em gramas de proteínas, e não em gramas de whey). 

Se esse indivíduo usar a versão isolada, precisará de aproximadamente 35 g de produto whey isolado. Mas se ele decidir usar o basic, não tem problema, ele apenas precisará usar uma quantidade maior de produto (quase 100 g) para obter as 30 g de proteínas.

Usando o whey isolado você precisa de aproximadamente R$ 5 para obter 30 g de proteínas, e caso deseje usar o basic, precisará de algo em torno de R$ 3,70 para os mesmos 30 g de proteínas.

Claro que o valor calórico dessas duas suposições será diferente. Um indivíduo que precisa perder peso não pode se dar ao luxo de consumir mais calorias do que seu organismo gasta, e por esse motivo o uso do basic para perder peso não seria tão indicado, mas poderia ser usado o concentrado 80%, mesmo que tenha carboidratos, pois a presença desses nutrientes no produto não desabona sua eficácia.

Há carboidrato no basic, no medium e no concentrado, mas não há problemas, porque durante o dia também necessitamos desse nutriente.

Cabe a cada um providenciar os cálculos de sua dieta e descobrir qual a quantidade de proteínas, carboidratos e gorduras que deve ingerir, porém, escolher o tipo de whey não é uma tarefa, se você não possui problemas digestivos, use o concentrado, a menos que você não se importe em desperdiçar investimento financeiro. Nesse caso você pode escolher entre isolado, hidrolisado, concentrado ou aquele que tem a embalagem mais bonita.

A Growth Supplements não incentiva o desperdício nem o investimento desnecessário. Caso não haja problema com a digestão dos carboidratos ou das proteínas, não há motivos para adquirir um whey protein isolado ou hidrolisado.

Composição do Whey Protein

A composição das proteínas do soro do leite compreende grande quantidade de aminoácidos que não podem ser fabricados por nosso organismo, mas que são essenciais ao crescimento e reparo tecidual, especialmente o desenvolvimento muscular. 

Isso faz com que esse tipo de proteína seja classificado como de alto valor biológico. 

Além desses nutrientes, também encontramos carboidratos (lactose), minerais (cálcio, fósforo, magnésio e zinco), vitaminas e gorduras no whey protein, e há ainda componentes considerados agentes de benefícios funcionais devido à sua capacidade de proteção ao organismo, como as imunoglobulinas, lactoferrina e peptídeos derivados. 

A grande questão é que há variáveis dentro da cadeia de produção que influenciam na composição nutricional dos whey protein, tais como tipo e qualidade do leite usado, tipo de queijo fabricado (soro doce ou soro azedo) e diferentes metodologias usadas na extração/isolamento das proteínas.

Tecnologias usadas no processo de obtenção das proteínas do soro do leite


O soro do leite bruto apresenta alto valor nutricional e pode ser usado para produção de bebidas lácteas, porém, apresenta também uma alta concentração de água. 

Tendo em vista a intenção de aplicar ao produto um menor volume e maior poder nutricional, o soro pode ser concentrado. Esse processo acontece da seguinte forma:

  1. Separação do soro da massa de queijo.
  2. Pasteurização do líquido (soro).
  3. Centrifugação.
  4. Extração das proteínas (osmose reversa, ultrafiltração, microfiltração, diafiltração, isolamento, entre outros).
  5. Secagem.

*Além da extração das proteínas, o que resulta no produto chamado de whey concentrado, podemos ter aplicação de hidrólise enzimática, que dará origem ao whey hidrolisado, e também aplicação da etapa de cristalização, que dará origem ao whey isolado.

O produto final é classificado, então, de acordo com a concentração proteica, presença ou não de lactose ou se foi previamente digerido (hidrolisado).

Diferentes formas de apresentação das proteínas do soro do leite

Apesar de haver diferentes formas de apresentação, há etapas inerentes a qualquer uma das formas: separação de massa, pasteurização, centrifugação e extração serão aplicadas a qualquer uma das formas. 

Ao chegarmos no final do processo de extração, poderemos ter produtos que variam de 30 a 89% de concentração proteica – todos serão chamados de whey concentrado. Qualquer produto obtido por esse processo poderá passar pela cristalização e hidrólise, surgindo assim o isolado e o hidrolisado.

Além de entender qual é o melhor whey protein para a sua necessidade e seu objetivo, aqui, no blog da Growth, você tem acessos a conteúdos que irão te auxiliar na dieta e no uso de suplementos.

Saiba também qual o melhor horário para tomar whey protein e veja dicas de como tomar whey protein para emagrecer.