tudo sobre glutamina

Tudo que você precisa saber sobre a glutamina

Se você já está na academia e buscando resultados ainda melhores, a glutamina é o nome que você buscava. Com popularidade crescente entre os atletas do dia a dia, a glutamina ajuda na recuperação das lesões que seu treino e estresse oxidativo causam. Esse produto já era velho conhecido do mundo da medicina, geralmente aplicado no pós-operatório de diversos tratamentos. No caso dos treinos, ele ajuda justamente na rotina, garantindo que você tenha mais energia e consiga evoluir cada vez mais. Entenda melhor para que serve a glutamina e quais são seus benefícios aqui:

O que é glutamina?

A glutamina é um suplemento aminoácido não-essencial – ou seja, nosso corpo é capaz de sintetizá-la, mas em menores quantidades. Ela é um dos aminoácidos mais abundantes em todo o corpo e possui funções que vão desde o fornecimento de energia para o sistema imunológico até o impacto no crescimento muscular estimulando a síntese das proteínas. A glutamina realiza ações vitais para o funcionamento de órgãos como pulmões, coração, rins, fígado e intestino. A importância é tão grande que, sozinha, ela corresponde a 20% do total de aminoácidos livres no plasma.

Como consumir?

Para garantir o máximo aproveitamento da sua glutamina, consuma junto com uma fonte de proteínas de alto valor biológico. É o caso do Whey Protein e outros suplementos, que garantem que a glutamina consiga desempenhar seu papel no corpo e apresente os melhores resultados. Isso porque, quando consumido isoladamente, esse suplemento acaba sendo absorvido pelas células do sistema digestivo, sem apresentar seu potencial completo. Muita gente se pergunta também se a glutamina engorda; entretanto, ela não pode ser apontada como fator para o ganho de gordura. Quando combinada com uma rotina de exercícios e a alimentação correta, a albumina ajuda no ganho de massa magra e até mesmo no emagrecimento.

Combine com outros suplementos

A combinação com outros suplementos, portanto, é extremamente importante para otimizar o consumo de glutamina. Vale apostar nas proteínas do soro do leite, como Whey Protein e Caseína e outros produtos como o BCAA e a leucina. Combinada com outros aminoácidos, a glutamina tem sua estrutura molecular reforçada. Ou seja, ela pode ser aproveitada para a hipertrofia, sem se perder em energia nas primeiras fases da digestão.

Quais os benefícios da glutamina?

Além do impacto na atividade física, a glutamina também é usada para a recuperação em traumatismos e cirurgias. É o caso de queimaduras, alterações psicológicas, cirurgias e até mesmo ansiedade. O foco para quem malha é justamente a recuperação depois de exercícios físicos intensos. A ação está justamente na capacidade de ajudar a recuperação do sistema imune, muscular.

Quando tomar?

A glutamina pode ser ingerida junto com água ou outro suplemento proteico. Aproveite as refeições para garantir o consumo da quantidade indicada em horas específicas do dia. E, lembre-se sempre, consultar um nutricionista é indispensável para garantir a escolha do suplemento certo para sua rotina, a quantidade e a estratégia de consumo. Isso trará benefícios ainda maiores!