A coenzima Q10 prejudica os rins? Entenda!

Diogo Círico 20/12/2023

O funcionamento do corpo humano é muito complexo e, nos bastidores dessa engrenagem, os rins desempenham um papel vital na filtragem e purificação do sangue, além de regular o equilíbrio eletrolítico. 

Quando se fala em suplementação e no bom desempenho desses dois órgãos, no entanto, muitas pessoas se perguntam se a coenzima Q10 faz mal para os rins. Afinal, o componente não apenas possui uma presença significativa nos tecidos renais, mas também tem potenciais benefícios a essa dupla fundamental. 

Tendo isso em mente, na sequência, vamos explorar o cenário da interação entre a CoQ10 e os rins, desvendando como essa coenzima pode desempenhar um papel crucial na manutenção da saúde renal e na preservação da função excretora. 

Sumário

Como a coenzima Q10 age no organismo?

Enquanto na área da estética a substância é amplamente encontrada em cremes, pois contribui para a hidratação da pele, deixando-a mais tonificada, brilhante e firme (seus efeitos, aliás, ultrapassam a camada superficial, sendo notados também nas camadas mais profundas, onde há maior concentração de colágeno), são muitos os benefícios da coenzima Q10 para todo o organismo.

Entre eles, destaca-se seu papel antioxidante altamente eficiente, capaz de combater diretamente os radicais livres e eliminar as moléculas responsáveis pelo envelhecimento precoce, por exemplo, e o seu desempenho importante na produção de ATP, moléculas que fornecem energia ao organismo durante a prática de atividades físicas e no processo metabólico. Além disso, a coenzima Q10 atua como um regulador da sístole e diástole do coração, ou seja, nos movimentos de contração e relaxamento desse órgão. 

Quais os efeitos colaterais da coenzima Q10?

Quando a manipulação das doses de suplementação é feita de maneira correta, com o acompanhamento de nutricionistas e sem extrapolar os limites sugeridos por dia, os efeitos colaterais da coenzima Q10 são muito pouco registrados. Afinal, se trata também de um nutriente naturalmente produzido pelo corpo humano. 

Apesar disso, caso isso aconteça, os mais comuns são: 

  • Náuseas; 
  • Dores estomacais; 
  • Vômitos; 
  • Insônia; 
  • Diarréia. 

Em casos ainda mais raros, dores de cabeça, fadiga, tontura, irritabilidade e sensibilidade à luz também podem vir a afetar a saúde do indivíduo. 

Afinal, coenzima q10 faz mal para os rins?

A coenzima Q10 está presente em quase todas as células do corpo humano. Visto que uma de suas funções principais é participar da produção de ATP, a moeda de energia do corpo, ela está mais concentrada nos órgãos que possuem uma alta demanda energética, como os próprios rins, o coração, o cérebro, o fígado e os músculos. Ou seja, não há evidências que comprovem que a coenzima Q10 prejudica os rins ou faz mal ao fígado, outra crença popular. 

A deficiência dessa substância no organismo pode, inclusive, ser nociva para a saúde de diversas partes do corpo e contribuir para o aparecimento de inúmeras condições nos rins e em outros órgãos. 

Quem não deve tomar coenzima Q10?

Apesar de seus muitos benefícios, a ingestão de coenzima Q10 deve ser feita com cautela, em especial por pessoas que possuem doenças renais ou hepáticas, além de gestantes, mulheres que estão amamentando e crianças. Portanto, não hesite em buscar acompanhamento médico para iniciar a suplementação com a substância.

Referências:

VHITA. Quais os efeitos colaterais da Coenzima Q10? Acesso em 12/11/23

OH MINHAS VITAMINAS. Coenzima q10. Acesso em 12/11/23

MANUAL MSD. Coenzima q10. Acesso em 12/11/23

Isto foi útil?

Obrigado pelo seu feedback!
Visitado 230 vezes, 2 visita(s) hoje.
Diogo Círico

Diogo Círico

Nutricionista

Graduado em nutrição em 2007 pela Faculdade Assis Gurgacz, pós-graduação em Nutrição e Atividade Física - 2012, pós-graduação em Nutrição Funcional Esportiva - 2017, desde o inicio buscou destinar suas atividades à nutrição esportiva e também a área de tecnologia de alimentos. À frente das ações técnicas da industria Growth Supplements desde sua criação, já somam-se mais de 10 anos de dedicação, trabalho e pesquisas laboratoriais no desenvolvimento de novos produtos. Hoje suas ações como nutricionista dividem-se entre assessoraria de alguns atletas patrocinados pela Growth Supplements, redação de material técnico cientifico como estes disponíveis no blog GSuplementos e também na liderança da equipe de técnica Growth Supplements . Diogo Cirico; Nutricionista esportivo CRN 10 - 2067