Benefícios da natação

7 benefícios incríveis da natação para a nossa saúde

Natação é aquele tipo de esporte que reúne pessoas de todas as condições. A atividade não tem muito impacto, assim, até crianças, grávidas e indivíduos com problema nas articulações costumam se dar bem.

Os benefícios da natação são muitos. E ela é considerada um dos esportes mais completos de todos, já que trabalha a função cardiorrespiratória, enquanto treina vários grupos musculares.

Ainda que você não seja um Michael Phelps na modalidade, isso não impede que se dedique aos treinos na piscina e consiga construir uma musculatura mais forte.

Confira, a seguir, as vantagens do esporte e saiba como ter um bom desempenho nele!

Quais são os maiores 7 benefícios da natação?

Assim como outras atividades físicas, a natação tem muitas vantagens. Reunimos as principais!

1. Estimula a perda de peso

A natação leva a um gasto energético intenso, promovendo a diminuição de gordura corporal e a perda de peso. Uma aula de 50 minutos chega a levar ao gasto calórico de 450kcal. Contudo, saiba que esses números variam para cada pessoa, pois fatores como a taxa metabólica e a intensidade da prática são grandes influenciadores.

2. Aprimora o sistema respiratório

No fundo, todos os esportes melhoram a condição cardiorrespiratória, porém, a natação nos obriga a regular a respiração da forma correta.

Ela fortalece os pulmões e ajuda na dilatação dos brônquios. Além disso, a posição horizontal do corpo nessa prática, em um ambiente de alta umidade do ar, produz menos ressecamentos das vias aéreas. A pressão da água, por sua vez, ajuda na expiração. Isso faz esse esporte ser altamente recomendado a quem tem asma ou bronquite.

3. Melhora a saúde do coração

Os movimentos feitos ao nadar fortalecem a musculatura do coração. A atividade ajuda na produção de óxido nítrico, gerando a vasodilatação e melhorando a circulação sanguínea. Com isso, o coração passa a bombear mais sangue, e os batimentos ficam mais estáveis.

Para quem tem gordura nas paredes das artérias, como no caso da aterosclerose, a natação é bastante indicada.

4. Melhora as habilidades cognitivas e sociais

Ela ainda contribui para ganhos na coordenação motora, no desenvolvimento intelectual e em habilidades sociais. Para crianças, principalmente, isso é muito positivo. Além disso, ela é benéfica para o relacionamento da mãe com o bebê, por proporcionar mais contato físico e gerar a ele sensação de conforto.

5. Tem baixo impacto

Outro grande benefício é o fato de a natação ser um esporte sem impacto, diferentemente de, por exemplo, uma corrida. Além de ossos e articulações não correrem riscos, eles ficam mais fortalecidos, o que pode aliviar dores causadas por doenças como artrose e artrite.

6. Tonifica os músculos

A água é mais densa que o ar. Isso significa que a força feita dentro da piscina é maior que ao ar livre. O trabalho promove resistência e tonificação dos músculos. Sem falar que a atividade consegue envolver vários grupos musculares simultaneamente, como abdômen, tronco, braços, glúteos, pernas e tórax.

7. Melhora o sono

A água também ajuda a relaxar. Atividades dentro dela costumam exigir muito esforço do corpo, promovendo aumento da sensação de sonolência e uma noite mais tranquila.

Como iniciar os treinos na natação?

O início de toda atividade física deve contar com a ajuda de um professor. Ele cria um plano, considerando o condicionamento da pessoa e suas necessidades relacionadas à perda de gordura e ao ganho de massa.

O nutricionista também entra no programa. Ele ajuda com a alimentação, o que é muito importante para dar a energia que o praticante de natação precisa.

Com relação à frequência, de modo geral, a OMS recomenda, ao menos, 30 minutos por 3 vezes na semana. Contudo, a periodização de treinamento, a intensidade de cada sessão e o tempo de duração podem ser determinados de acordo com os objetivos e o estilo de vida da pessoa.

Se, por exemplo, alguém já for praticante de musculação, é legal saber antes que os dois exercícios exigem muita força e disposição. Treiná-los de maneira intensa exigirá um planejamento profissional. Por outro lado, alguém que pratica os dois esportes por hobby não precisará se preocupar tanto. Basta programar os treinos para os dias e horários disponíveis.

Quem deseja a hipertrofia, faz musculação, e quer a natação para, por exemplo, aumentar a resistência cardiorrespiratória e a força muscular, precisa realizar as atividades em dias alternados. Isso porque a energia exigida em uma deles pode influenciar no rendimento da outra. Agora, quem quer perder gordura corporal até pode fazer a natação após a musculação.

Como melhorar os meus treinos na natação?

Existem vários truques para aperfeiçoar os treinos. Um dos mais utilizados é ter um cronômetro para controlar o tempo em uma determinada distância. Ele precisa ser sempre monitorado, e o nadador deve estipular objetivos para otimizá-lo. A ideia é melhorar a performance, assim como se faz em uma corrida.

Um truque que nem todo mundo sabe, mas que vale muito, é sempre deixar o abdômen contraído. Isso melhora a postura, ajuda a dar melhores braçadas e aumenta o desempenho.

Não se esqueça da respiração correta. É muito comum o iniciante prender o ar, sem perceber, durante a execução dos exercícios. Isso compromete a prática, já que a pessoa fica com menos fôlego. Um padrão é expirar a cada três braçadas, para ajudar a levar mais oxigênio a todas as partes do corpo.

Além disso, tenha atenção à técnica. A biodinâmica do nado facilita o rendimento nas aulas. É ela também que ajuda a construir um corpo mais bonito. Assim, não adianta querer nadar o mais rápido possível, mas não fazer o exercício direito.

Por fim, assim como recomendamos para o iniciante, a alimentação deve ser levada ainda mais a sério por quem deseja melhorar os resultados. Os nutrientes ingeridos no pré-treino são o combustível para as aulas intensas. E os consumidos no pós-treino ajudam a construir uma melhor musculatura.

Como você viu, existem muitos benefícios da natação, e o esporte pode ser realizado com vários objetivos. Para quem deseja levar a sério, é legal treinar com frequência, pois, como dizem, a prática leva à perfeição.

Se você curtiu o artigo, assine nossa newsletter! Você receberá diretamente no seu e-mail várias dicas sobre treino e alimentação!