Benefícios da canela

Benefícios da canela: Veja os diversos benefícios desse alimento funcional!

Já conhece os benefícios da canela? Uma das especiarias mais antigas do mundo, a canela segue sendo também uma das mais populares e apreciadas em todas as regiões do globo até os dias atuais.

Seja pelo seu aroma único, pelo sabor agradável ou pelas propriedades medicinais, os registros de seu uso são milenares, remontando a séculos antes de Cristo. Há registros escritos na China Antiga do século IV a.C., e é possível verificar a utilização da canela em diversas outras civilizações ao longo da história.

Fazendo uma viagem no tempo, vamos avançar até o século XIV. Nesse período ocorria a transição entre o final da Idade Média e o Início da Idade Moderna. O mercantilismo e as grandes navegações eram os maiores protagonistas no comércio mundial.

Europeus desbravavam os mares em longas viagens para alcançar uma região distante e exótica. Conhecido pelo nome genérico de Índia, o sudeste asiático era lar de especiarias e temperos que valiam o peso em ouro ao serem comercializados no Velho Continente. Entre esses produtos, é claro, estava a canela.

Introduzir esse alimento desta forma em nosso texto é um ato bastante simbólico. Afinal, nada melhor do que conhecermos um pouco sobre a história da canela para entendermos melhor por que ela é, em pleno século XXI, uma especiaria tão desejada.

Além disso, de quebra, ainda falamos sobre um período que tem tudo a ver com a nossa própria história. Afinal, foi durante uma viagem às Índias em busca de especiarias – incluindo a canela – que a frota de Pedro Álvares Cabral chegou ao Brasil.

Veja os tópicos deste conteúdo e saiba mais sobre os benefícios da canela:

  1. O que é canela?
  2. O que é um alimento funcional?
  3. Quais os benefícios da canela?
  4. Receita de como fazer chá de canela
  5. Incluindo a canela na sua alimentação

O que é canela?

A canela é o nome popular da especiaria feita com a casca interna de tronco seca de algumas espécies de árvores do gênero Cinnamomum, da família Lauraceae. No comércio mundial de canela, quatro espécies de canelas são as mais relevantes: canela do Ceilão (Cinnamomum verum); canela de Saigon (C. loureirii Nees); cássia ou canela da China (C. cassia Presl); e canela ou cássia da Indonésia ou de Padang (C. burmannii). Essas árvores, frequentemente, recebem o nome genérico de “caneleiras”.

A canela do Ceilão é a espécie mais comumente encontrada no comércio mundial da especiaria, sendo, muitas vezes, reconhecida como a canela “original”. Ela é nativa de um pequeno país asiático chamado Sri Lanka (antigo Ceilão), que segue sendo o seu principal produtor e exportador, seguido de outras nações, como Seychelles, Madagascar e Índia.

A árvore que origina essa espécie de canela possui casca e folhas muito aromáticas, e pode atingir até 17 metros de altura! A canela extraída, seja em pau ou triturada até virar pó, é muito utilizada para fazer chás e como tempero culinário.

Além disso, é possível obter um óleo essencial dessa casca, rico em aldeído cinâmico, que é utilizado como matéria-prima na indústria de alimentos e bebidas, bem como de perfumaria e farmacêutica.

Dada a incompatibilidade do clima e das condições do solo, o Brasil não realiza cultivo comercial da canela, sendo um grande importador da especiaria, seja do Sri Lanka, seja de outras nações produtoras.

O fato é que a canela se tornou um ingrediente muito popular em nossa cultura. Sua aplicação como tempero é bastante difundida, assim como o seu chá muito apreciado. Além da paixão pelo sabor e aroma da canela, ela é muito difundida entre os brasileiros pelas suas propriedades medicinais.

Não à toa, ela é considerada um alimento funcional incrível, capaz de proporcionar inúmeros benefícios, por meio de seu consumo regular em uma dieta saudável.

O que é um alimento funcional?

Um alimento funcional pode ser explicado como uma espécie de comida que também é remédio. Isso quer dizer que esses alimentos são procurados não só pelo seu sabor, mas também pelas propriedades e nutrientes que oferecem para o corpo humano.

A ideia é prevenir doenças e mazelas por meio da alimentação, garantindo mais qualidade de vida, com saúde e vitalidade para o cotidiano.

Apesar de soar supermoderno – vivemos em uma época de pessoas preocupadas como nunca com a saúde do corpo –, o conceito é bastante antigo. As medicinas de antigas civilizações, como chinesa, egípcia e grega, já recomendavam o zelo com a alimentação como forma de evitar doenças e ter mais bem-estar.

Quais os benefícios da canela?

Enquanto um alimento funcional, os benefícios da canela são muitos. O seu uso para fins medicinais e terapêuticos é tão antigo quanto o seu próprio consumo como especiaria e tempero. Na medicina alternativa e na cultura popular, ela é recomendada em diversos casos para combater ou prevenir doenças de diversos tipos, sendo um dos chás mais poderosos na culinária brasileira.

Com o tempo, a ciência médica, por meio de estudos e pesquisas, foi legitimando os benefícios que há muito já eram conhecidos da população.

O processo de confirmação científica é muito importante não só para comprovar os benefícios, mas também para entender a composição e os meios com que a canela é capaz de agir no corpo humano de maneira positiva.

A seguir, vamos falar sobre algumas de suas principais propriedades.

Ação antidiabética

A diabetes é uma doença crônica que aumenta o risco de diversas complicações no organismo. Pessoas com diabetes tipo 2 são caracterizadas por elevados níveis de glicose no sangue, devido à resistência à insulina ou à relativa falta dela.

O uso regular da canela na alimentação pode produzir efeitos similares ao da insulina no corpo, pois a especiaria aumenta a sensibilidade do organismo à insulina, o que leva à diminuição dos níveis de glicose, bem como aumento do colesterol HDL.

Ação analgésica e anti-inflamatória

As duas propriedades da canela foram verificadas em um estudo da Universidad de La Rioja, na Espanha. Foram analisados extratos etanólicos da canela, que demonstraram conter substâncias capazes de promover, tanto o efeito analgésico, quanto anti-inflamatório no corpo.

Regulação da pressão arterial

O cinamaldeído, composto orgânico que confere à canela seu sabor e aroma, provoca uma rápida diminuição da pressão sanguínea.

Tratamento de Alzheimer

O Alzheimer ocorre através de um processo neurodegenerativo de deposição de proteínas anômalas, denominadas de placas senis e emaranhados neurofibrilares, formadas como consequência de modificações na proteína tau.

A principal característica da doença é a diminuição das funções cognitivas do cérebro, ocasionando falha na memória recente, paranoia e problemas comportamentais.

O cinamaldeído é capaz de proteger a proteína tau dos danos oxidativos provocados por radicais livres, prevenindo, por meio de um consumo regular da canela, o surgimento da doença.

Ação anticancerígena

Em 2004, foi realizado um estudo para avaliar os efeitos citotóxicos e inibitórios do cinamaldeído em células humanas cancerígenas. A conclusão da pesquisa foi a de que o composto característico da canela é capaz de inibir a proliferação celular do câncer, sem prejudicar as células sadias do organismo.

Ação antimicrobiana

Essa é uma das propriedades exploradas há mais tempo pelos seres humanos. A canela era usada não apenas para conferir sabor ou aroma aos alimentos, mas também para conservá-los em longas viagens.

Um estudo científico explorou essa ação da canela ao utilizá-la para combater bactérias patogênicas bastante comuns na decomposição de alimentos, como E. Coli, Salmonella spp, S. aureus, P. aeruginosa e B.cereus.

O extrato de canela se mostrou capaz de deter o crescimento e a proliferação de todas essas bactérias.

Receita de como fazer chá de canela

Gostou de conhecer mais sobre a canela? Deu para perceber que, por trás de uma especiaria que se tornou comum nos lares brasileiros, existem não só muitos benefícios e propriedades, mas também história e cultura.

Para poder desfrutar de tudo o que esse alimento funcional pode oferecer, você deve incluí-lo em sua alimentação cotidiana. Fique tranquilo, não será nem um pouco difícil fazer isso. Seja em pó ou em pau, a canela pode ser utilizada para temperar diversas receitas, tanto doces, quanto salgadas.

Mas o preparo do chá de canela é a melhor forma de se apropriar dos benefícios da especiaria. Vamos conferir uma receita bem simples e gostosa para você fazer em sua casa?

1 pau de canela
1 colher de chá de mel
250 ml de água

Leve a água ao fogo em uma panela. Ao levantar as primeiras bolhas, desligue o fogo sem deixar fervê-la. Adicione o pau de canela e a colher de chá de mel. Cubra a panela e deixe descansar por cerca de cinco a dez minutos.

Se você quiser, pode adicionar uma pequena rodela descascada de gengibre ao chá. Ele conta com diversos benefícios para a saúde, além de ser um alimento termogênico incrível.

Incluindo a canela na sua alimentação

A canela em pó é uma forma prática de incluir a especiaria em sua alimentação cotidiana, sendo a versatilidade mais um dos benefícios da canela em pó. A versão em pó permite a você explorar outras formas de consumir a canela, como, por exemplo, misturar café com canela. A banana com canela traz benefícios e sabor únicos, sendo uma excelente opção para o café da manhã ou lanche durante o dia.

Referências bibliográficas
KOKETSU, Midori et al . Óleos essenciais de cascas e folhas de canela (Cinnamomum verum Presl) cultivada no Paraná. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas , v. 17, n. 3, p. 281-285, Dec. 1997.

Disponível em:
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20611997000300017&lng=en&nrm=iso

PEÑA, CARMEN WILSON. LAS ESPECIAS INDIAS DE USO EN LA COCINA ESPAÑOLA Y SUS BENEFICIOS PARA LA SALUD. Tese de Doutorado. UNIVERSIDAD COMPLUTENSE.

Disponível em:
http://147.96.70.122/Web/TFG/TFG/Memoria/CARMEN%20WILSON%20PE%C3%91A.pdf