whey protein isolado, concentrado e hidrolisado

Diferenças entre Whey Protein Isolado, Concentrado e Hidrolisado

A palavra “Whey” vem sendo erroneamente usada para se referir a proteínas, observamos as expressões: whey de soja, whey de arroz, whey de ervilha… Porém é importante saber que “whey protein” é o nome dado apenas às proteínas do soro do leite. Esta classe de suplementos possui 3 integrantes na sua família: Whey protein Concentrado, Whey Protein Isolado, Whey Protein Hidrolisado.

O whey protein é um produto que possui alto teor de proteínas e aminoácidos essenciais que são absorvidos com rapidez no organismo. Seu uso é muito comum no universo de atletas e praticantes de atividades físicas, atribuindo benefícios como aumento de força, massa muscular, fortalecimento da imunidade, entre outros. Mas como distinguir qual tipo de whey é melhor para o consumo e qual a diferença entre whey isolado, concentrado e hidrolisado? Fique ligado aqui para saber.

Para que serve o whey protein isolado, concentrado e hidrolisado?

Os wheys servem como auxílio e complemento para uma alimentação balanceada e auxiliam os atletas e praticantes de atividade física a ter mais força, resistência, melhor desempenho físico, aumento da musculatura, entre outros benefícios.

A diferença está na produção e no processamento de cada suplemento, porque passam por técnicas diferentes, o que resulta em algumas diferenciações como concentração, misturas, processamento e valor biológico, mas todos auxiliam na ingestão de proteínas. Dessa forma, há três tipos de whey: concentrado, isolado e hidrolisado.

Whey concentrado

O whey concentrado (whey protein concentrate – WPC) é produzido por meio de um processo de separação física que, ao ser finalizado, contém 80% de proteínas e possui lactose, carboidratos e minerais. Durante a produção, o teor de gordura e colesterol é reduzido, e tem um teor maior de compostos bioativos que favorecem a saúde.

Whey isolado

O whey isolado (whey protein isolate – WPI) já tem um processo mais sofisticado em sua produção. A técnica de separação química filtra a quantidade de lactose existente no produto para concentrar mais proteína do soro do leite, assim, diminui a quantidade de água na solução. Além da lactose, remove a gordura e apresenta níveis inferiores de compostos bioativos. Possui cerca de 90% de proteínas em seu produto final, sendo considerado o mais puro entre os wheys. Geralmente ajuda no abastecimento de proteínas dos músculos no trabalho (exercícios) e em estimular a síntese proteica, acelerando a recuperação do estresse depois do treino.

Whey hidrolisado

O whey hidrolisado é o que passa por uma produção mais complexa chamada hidrólise. Assim, a filtragem garante a máxima qualidade em proteínas de rápida absorção, deixando que elas fiquem na forma de aminoácidos, o que dá uma alta ação de digestão e de absorção dos nutrientes. Esse tipo de whey não contém lactose. O soro hidrolisado tem a característica de ser menos alergênico, comparado com outros soros do leite, e apresenta um amargor em seu sabor. Seu produto final pode ter 90% de proteínas.

Benefícios do whey protein isolado, concentrado e hidrolisado

whey protein

De forma geral, o whey aliado com uma alimentação balanceada e a prática de exercícios físicos traz benefícios como:

  • Proporciona rápida digestão;
  • Ajuda a ter maior saciedade;
  • Melhora o desempenho físico;
  • Auxilia na força muscular;
  • Aumenta a massa muscular;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Auxilia na síntese corporal depois dos treinos;
  • Auxilia na redução de peso e gordura corporal;
  • Auxilia na redução de riscos de doenças cardíacas e crônicas.

Para quem é indicado cada tipo de whey protein?

É importante deixar claro que o whey protein pode ser consumido por qualquer pessoa, praticantes ou não de atividades físicas, basta consultar um profissional para ver qual whey é o mais indicado para cada caso.

No entanto, cada tipo de whey pode apresentar características que ajudam mais em determinados casos. O tipo isolado pode servir para quem precisa consumir altas quantidades de proteínas todos os dias ou que segue uma dieta low carb, por exemplo, consumindo baixo teor de carboidratos. Também pode ser usado por intolerantes à lactose, dependendo do grau de intolerância.

Já o concentrado é indicado para pessoas que procuram um suplemento com melhor custo/benefício, sem perder a qualidade e os benefícios do produto, e para quem não tem nenhuma restrição de macronutrientes (substâncias que ajudam no fornecimento de energia ao corpo). Por último, o hidrolisado é indicado para o pré e pós-treino de forma imediata, não causando desconfortos gastrointestinais, e ajuda na recuperação muscular e na produção proteica.

Contudo, é válido consultar um profissional para que indique qual tipo de whey é ideal para complementar sua nutrição e seu treinamento.

Processos de extração de whey protein

Existem basicamente 3 processos diferentes que podem ser aplicados para extração das proteínas: Microfiltração, Ultrafiltração, e Ion Exchange. Destas, o método Ion Exchange é aquela que mais danifica a estrutura das proteínas por isso a menos recomendada para este processo. Já a Micro e ultrafiltração são mais utilizadas por preservarem as estruturas das proteínas.

Na ultrafiltração, o soro pode ser separado em duas frações. O concentrado proteico do soro em concentrações diferentes de 35, 60 ou 80 %, ou mesmo, isolado proteico de soro (IPS) com conteúdo de proteína superior a 90 %. O processo utiliza membranas com poros de tamanhos maiores, permitindo assim a passagem de sais e moléculas de açúcar.

Cada um deles possui uma aplicação especifica que acaba sendo determinada pelas necessidades nutricionais do individuo. Na pratica a diferença é justificada pelas estruturas moleculares das proteínas. O produto isolado possui estruturas proteicas mais sensíveis e mais fácies de serem hidrolisadas/transformadas em aminoácidos se comparado ao produto Whey concentrado.

De uma forma geral podemos dizer que o isolado oferecerá maiores benefícios para quem já possui certa experiência com treinos, quando existe adaptação ao exercício os indivíduos conseguem imprimir maior intensidade nos treinos, consequentemente haverá maior dano às estruturas celulares do músculo, quanto maior o dano maior a necessidade de consumir nutrientes específicos. O whey isolado é um nutriente especifico por este motivo a indicação do isolado é feita para quem já possui experiência e consegue treinar pesado. O concentrado é uma excelente fonte de proteínas, atende com muita eficiência todas as pessoas que ainda não estão em estágio avançado nos treinos. Já o hidrolisado deve ser usado por populações especiais como alérgicos às proteínas do soro do leite, pacientes com complicações gástricas como aqueles que passaram por cirurgia bariátrica, entre outros.

Referências:
DOMINGOS, Tatiana. Proteína isolada instantânea do soro do leite. Via Farma Importadora, 12 nov. 2010. Acesso em: 22 nov. 2021.

MELO, Fernanda Feltrin de; BORDONAL, Vanessa Cantieri. Relação do uso da whey protein isolada e como coadjuvante na atividade física, Page 1 478Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, p. 478-487, setembro/outubro 2009. Acesso em: 22 nov. 2021.

PALU, Caroline de Souza; FREITAS, Ana Carolina de; RIBEIRO, Ana Flavia; TONIN, Julia Nicolau; PEREIRA, Maria Eduarda Souza; BIBIANO, Milena; MELO, Victória. Tecnologia de produção de whey protein. Tecnologia de produção de whey protein, [s. l.], p. 1-4, abril 2020. Acesso em: 22 nov. 2021.

PERRONI, Cristiane. As diferenças entre proteína isolada, concentrada e hidrolisada; veja tipos. G1, 5 ago. 2016. Acesso em: 24 nov. 2021.

LETIERI, Rebeca. O que é whey protein e qual a diferença entre seus tipos: concentrado, isolado e hidrolisado. [S. l.], 2 jul. 2019. Acesso em: 24 nov. 2021.

TUCHLINSKI, Camila. Whey Protein: isolado, concentrado e hidrolisado; entenda as diferenças. Estadão, 29 out. 2020. Acesso em: 24 nov. 2021.

NAVAS, Daniel. Whey protein: concentrado, isolado ou hidrolisado. Entenda as diferenças! Boa Forma, 27 out. 2006. Acesso em: 24 nov. 2021.