Benefícios da aveia

Benefícios da Aveia: Conheça aqui!

A aveia é um cereal rico em nutrientes, geralmente consumido no café da manhã.

Um dos grandes benefícios da aveia é proporcionar energia. Além disso, é possível encontrar nos grãos de aveia qualidades nutricionais como cálcio, ferro e fibras, que ajudam o corpo a ficar mais sadio.

Confira neste post mais informações sobre os benefícios desse cereal.

  1. O que é aveia?
  2. Tipos de aveia
  3. Flocos de aveia
  4. Farinha de aveia
  5. Farelo de aveia
  6. Quais os benefícios da aveia?
  7. Propriedade da aveia
  8. Qual a quantidade ideal de aveia por dia?
  9. Qual a melhor forma de consumir a aveia?
  10. Receitas com aveia

O que é aveia?

A aveia é um cereal funcional, que traz vantagens em seu consumo contínuo devido às suas propriedades que ajudam no desempenho regular do organismo.

Dentre elas está a Beta-glucana (B-glucana), uma fibra solúvel que ajuda diretamente na manutenção do corpo, diminuindo os níveis de colesterol total e LDL no sangue.

Segundo o estudo realizado na Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, a Beta-glucana também auxilia no controle de insulina, glicemia e pressão arterial.

Já as fibras insolúveis presentes na aveia são responsáveis por regular a flora intestinal, isto é, ajudam no funcionamento do intestino, evitando problemas de intestino preso, por exemplo.

De acordo com outra pesquisa, também publicada pela Universidade Federal de Santa Maria, a aveia apresenta maior porcentagem de proteína em relação a outros cereais.

Tipos de aveia

A aveia pode ser encontrada em três formas: flocos, farinha e farelo.

Flocos de aveia

A aveia em flocos é dividida entre grãos inteiros, médios e finos. Os flocos de aveia inteiros são perfeitos para serem usados na produção de granola, cereais em barra e pães. Os flocos finos e médios são mais utilizados na produção de mingaus, sopas, vitaminas e são adicionados em iogurtes e frutas.

Farinha de aveia

A farinha de aveia tem o aspecto refinado e pode ser usada na produção de pães, tortas, bolachas, panificação e confeitaria em geral, e, inclusive, em alimentos infantis, como mingau para bebê.

Uma ótima opção é substituir a farinha de trigo, em qualquer receita, por farinha de aveia. Ela é rica em nutrientes importantes para o organismo, como o ferro – que ajuda a prevenir a anemia –, o cálcio – responsável pela saúde dos ossos – e as vitaminas do complexo B, que atuam no sistema neurológico e fornecem energia, além de ter propriedades antioxidantes e dar sensação de saciedade.

Farelo de aveia

O farelo de aveia também pode ser utilizado em panificadoras e confeitarias igual à farinha; no entanto, ele possui duas vantagens que a diferenciam da farinha de aveia.

É um alimento versátil, pois se adapta facilmente a qualquer tipo de receita ou bebida, como café com leite ou em farofas.
Tem alto teor de Beta-glucana, porque é produzido com a parte externa da aveia, e, por isso, é um grande aliado no controle do colesterol.

Depois do farelo de aveia, o outro produto que apresenta mais a Beta-glucana é a aveia em flocos e, por último, a farinha.

Quais os benefícios da aveia?

Se adequada em uma rotina alimentar balanceada e com hábitos saudáveis, a aveia é um ótimo alimento para a prevenção de doenças cardiovasculares, regulação intestinal e funcionamento do aparelho digestivo.

Por ser rica em fibras, a aveia provoca uma sensação de saciedade, sendo uma grande aliada no processo de emagrecimento.

A aveia também absorve a água que fica no intestino, formando uma pasta gelatinosa, que retém o colesterol ruim e os açúcares presentes nos alimentos ingeridos. Assim, auxilia na proteção das artérias.

Outro ponto positivo do consumo regular da aveia, é sua ação no equilíbrio da glicemia e pressão sanguínea, colaborando para o controle do diabetes.

O melhor de tudo é que esse cereal é considerado um alimento energético e de fácil acesso, podendo ser encontrado em qualquer tipo de mercado ou lojas do ramo alimentício e seu custo é baixo.

Propriedade da aveia

Além de todos os benefícios destacados, a aveia ainda possui propriedades como alto teor proteico; vitaminas A, D, E e K; ácidos graxos insaturados; carboidratos; minerais como potássio, fósforo e magnésio; e lipídios, que ajudam no fornecimento de energia.

As proteínas da aveia desempenham a importante função de auxiliar a produção de enzimas e hormônios, além da formação das células e dos tecidos do corpo e dos órgãos. Os minerais têm o papel de ajudar no crescimento, na conservação e reprodução do corpo humano.

Já as vitaminas presentes na aveia atuam nas funções fisiológicas (manutenção, crescimento, desenvolvimento e reprodução) e também contribuem para o metabolismo, o processo de transferência de energia e de tecidos orgânicos.

Qual a quantidade ideal de aveia por dia?

A quantidade ideal de aveia por dia, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e conforme mencionado no estudo da Embrapa Indústria de Alimentos, é de 1/2 xícara.

No entanto, para inserir a aveia na alimentação, o ideal é começar aos poucos, em pequenas quantidades, como o equivalente a uma colher de sobremesa e ir aumentando conforme seu organismo se adapta às fibras. Dessa forma, seu corpo irá se acostumando e absorvendo todos os benefícios.

Para deixar o consumo da aveia ainda mais proveitoso nutricionalmente, o melhor é não consumir produtos de aveia que contenham pedaços de chocolate ou mel, e, quando incluir o cereal em sua alimentação, substituir alimentos que sejam fontes de carboidratos, como pães, massas e batatas, pois a aveia também contém esse nutriente.

Qual a melhor forma de consumir a aveia?

A forma mais comum de consumir aveia é in natura, ou seja, na forma de flocos, que são adicionados em frutas ou usados em cereais matinais quentes ou frios, porém todas as formas de consumo são válidas.

Veja alguns tipos de alimentos em que a aveia pode ser adicionada.

  • Caldos e mingaus.
  • Vitaminas, iogurtes e sucos.
  • Sobremesas (salada de frutas, açaí etc.).
  • Receitas de bolos, tortas, pães, pastéis e massas.
  • Produtos fermentados.

Apesar de seus inúmeros benefícios, a aveia contém glúten, portanto, para as pessoas que são alérgicas à substância, o indicado é evitar seu consumo.

Outro ponto que deve ter atenção ao incluir o cereal em dietas é a presença de carboidratos. Mesmo sendo do tipo complexo, que apresenta baixo índice glicêmico, ajudando o organismo a ter uma digestão mais lenta, é necessário ter cautela e verificar como consumir a aveia de forma adequada.

Em caso de dúvidas, o ideal é sempre consultar um profissional para saber mais informações e receber orientações adequadas sobre o consumo da aveia.

Receitas com aveia

Para aproveitar todas as qualidades da aveia, existem receitas fáceis, nutritivas e deliciosas disponíveis no blog da Growth.

A panqueca de banana fit com aveia, por exemplo, é uma receita fácil e prática, na qual é possível combinar os nutrientes da aveia e da banana, contribuindo para uma refeição mais balanceada e saudável.

Outro tipo de receita que faz muito bem ao organismo é o bolo de banana integral com aveia, pois, assim como a aveia, a banana também colabora para a sensação de saciedade, ou seja, as duas auxiliam a ter um consumo moderado de alimentos durante as refeições.

Contudo, para uma dieta mais saudável e correta, é sempre importante consultar um nutricionista que indique e acompanhe todo o processo da mudança alimentar.

 

Referências:
NÖRNBERG, Fabrícia Rehbein. Farelo de Aveia e concentrados de B-glucana nativo e oxidado. Dissertação de Pós-Graduação, Universidade Federal de Pelotas, p. 1-124, 20 mar. 2014. Acesso em: 23 ago. 2021.

MOLIN, Viviane Terezinha Sebalhos Dal. Avaliação Química e Sensorial do Grão de Aveia em diferentes formas de processamento. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Santa Maria, Pelotas, RS, p. 1-80, 29 mar. 2011. Acesso em: 23 ago. 2021.

MARTIN, Thomas Newton. A Cultura da Aveia. In: A Cultura da Aveia. [S. l.], [S. D.]. Acesso em: 23 ago. 2021.

GALDEANO, Milicia Cintia. Aveia, uma escolha saudável. Doutora em Ciência e Tecnologia de Alimentos e pesquisadora da Embrapa Agroindústria de Alimentos, Rio de Janeiro, p. 1-2, [S. D.]. Acesso em: 23 ago. 2021.

AVEIA: Um Cereal Polivalente. [s. l.], p. 36-41, [S. D.]. Acesso em: 23 ago. 2021.

HURTADO, Daiane Cristina; CALLIARI, Caroline Maria. Fibras Alimentares no Controle da Obesidade. Instituto de Ensino Superior de Londrina – INESUL, p. 1-16, [S. D.]. Acesso em: 23 ago. 2021.

SANTA Aveia. Aveia, [s. l.], p. 6-7, [s. d.]. Acesso em: 23 ago. 2021.

MELLO, Vanessa D.de; LAAKSONEN, David E. Fibras na dieta: tendências atuais e benefícios à saúde na síndrome metabólica e no diabetes melito tipo 2. [S. l.], p. 1, 11 set. 2009. Acesso em: 23 ago. 2021.

PIRES, Bruna Amatto Duarte. ANÁLISE QUALITATIVA DE GLÚTEN EM ALIMENTOS: MÉTODOS IMUNOQUÍMICOS E MOLECULARES. INSTITUTO NACIONAL DE CONTROLE DE QUALIDADE EM SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ, Rio de Janeiro, p. 1-82, 2013. Acesso em: 23 ago. 2021.