Quais os benefícios e como fazer o chá verde em casa?

Chás são fontes de hidratação mundialmente populares. Três bilhões de toneladas são comercializadas por ano — e 20% de toda a produção são dedicados ao chá verde, variedade da bebida que, além de hidratar, pode ser incluída na dieta como alimento funcional e traz benefícios comprovados à saúde, se preparada da forma correta. Mas você sabe como fazer chá verde?

Vários estudos científicos se dedicaram a entender quais são os bioativos presentes no chá verde e como preparar a bebida para extrair o máximo deles.

Preparamos este conteúdo com base nesses estudos para que você possa saber como fazer o chá verde em casa da forma correta para otimizar seu valor nutritivo e alcançar seus objetivos. Boa leitura!

Qual o valor nutricional do chá verde?

O chá verde é extraído das folhas da planta Camelia sinensis. Em sua composição estão presentes aminoácidos, vitaminas C e K, cafeína e compostos polifenólicos — como os flavonoides e as catequinas, o bioativo mais importante do chá verde.

As catequinas são fitonutrientes, bioativos extraídos de plantas, necessários para o bom funcionamento do corpo. Além de conferir o amargor característico da bebida, o elevado teor de catequinas do chá verde está ligado à ativação de sistemas de prevenção de doenças.

Para manter esse alto teor de catequinas, a bebida deve ser preparada da forma correta. Nas próximas seções, vamos explicar como preservar o valor nutricional do chá verde e qual a forma ideal de ingerir a infusão.

Quais os benefícios do chá verde para a saúde?

Os bioativos que compõem o chá verde trazem benefícios como melhora do desempenho esportivo e prevenção de doenças cardiovasculares. Além disso, o consumo da bebida auxilia na hipertrofia e na perda de gordura corporal.

Estudos associam o consumo do chá verde a uma série de efeitos benéficos. Saiba quais são eles logo abaixo.

Ação antioxidante

Estudo publicado na revista Ciência e Tecnologia de Alimentos aponta que, em uma xícara de chá verde pronta para beber, entre 32% a 42% do peso dos sólidos solúveis é de catequinas.

A alta concentração de flavonoides e catequinas na composição do chá verde concede à bebida ação antioxidante. Os antioxidantes previnem a formação das moléculas de radicais livres, retardando o envelhecimento das células e lesão do DNA, além de estimularem a eliminação de tipos reativos de oxigênio e óxido nítrico. 

Por isso, de acordo com pesquisa publicada na Revista de Nutrição, o consumo do chá verde em longo prazo pode auxiliar na prevenção de enfermidades ligadas à oxidação da parede celular, como a hipertensão arterial e doenças cardiovasculares.

Hipertrofia

O efeito antioxidante do chá verde, também, é aliado de quem tem como objetivo o ganho de massa muscular. Após a prática de exercícios de alta intensidade, o corpo do atleta aumenta naturalmente o nível de produção de radicais livres, tornando necessário a maior ingestão de compostos de ação antioxidante — como o chá verde — para evitar a degradação celular.

Além disso, os antioxidantes ajudam a regenerar as células, e a ingestão de bioativos, como a catequina e os flavonoides, permite que o tecido muscular se recupere mais rapidamente após os treinos.

Emagrecimento

A ação benéfica do chá verde na perda de gordura e manutenção do peso corporal se dá por dois fatores:

  • diminuição do apetite;
  • intensificação do gasto calórico.

De acordo com o estudo da Revista de Nutrição, quando combinada com a prática de exercício físico, a ingestão de catequinas estimula o metabolismo lipídico no músculo esquelético e no fígado. Dessa forma, o organismo é impulsionado a utilizar as reservas de energia estocadas no corpo como tecido adiposo.

Os cientistas também apontam que as catequinas instigam o efeito da norepinefrina, neurotransmissor do sistema nervoso simpático envolvido no nosso mecanismo de distribuição da gordura corporal e regulação de calor. Por isso, o consumo de chá verde pode estimular a ativação da termogênese e a maior oxidação da gordura.

Para auxiliar nos resultados de emagrecimento, é recomendado o consumo de aproximadamente três xícaras de chá verde diariamente.

Efeito estimulante

Depois das catequinas, o bioativo com presença mais significativa na composição do chá verde é a cafeína — 6% do produto final. Apesar da menor concentração de cafeína em comparação ao café, o consumo de chá verde estimula o sistema nervoso central, aumentando a capacidade imediata de foco e concentração.

A interação entre catequinas e cafeína tem efeito ergogênico no corpo. Por isso, entre os benefícios do chá verde está a melhoria do condicionamento físico dos consumidores da bebida, segundo revisão de bibliografia nutricional. Para os atletas de modalidades esportivas de resistência, a vantagem pode significar melhor performance e diminuir a sensação de fadiga muscular.

Como fazer chá verde em casa?

O chá verde é preparado pela infusão das folhas secas de Camelia sinensis — trituradas ou não — em água quente por alguns minutos. A infusão pode ser adoçada ou adicionada a outras especiarias, como canela e gengibre.

Para fazer o chá verde em casa, siga o passo a passo abaixo. Logo depois, explicaremos por que essa é a melhor forma de preservar o valor nutricional da sua bebida.

Passo a passo para fazer chá verde

  • aqueça, aproximadamente, 500 ml de água, até atingir, no máximo, a temperatura de 85º C — ou seja, antes do ponto de fervura;
  • desligue o fogo e adicione o chá em pó ou em folhas;
  • agite a mistura;
  • se você optou pelo preparo com folhas, retire-as antes de beber;
  • se preferir, adoce ou incremente seu chá com especiarias;
  • sua bebida nutritiva já está pronta! Consuma imediatamente ou leve o chá verde com você e beba em pequenas porções durante o dia.

Qual a temperatura ideal para fazer chá verde?

As catequinas são compostos químicos solúveis em água quente. No entanto, em temperaturas muito elevadas, a concentração dos bioativos pode diminuir. Cientistas observaram que, para manter o máximo de catequinas possível, a temperatura ideal de preparo é de, no máximo, 85º C.

De acordo com o estudo, publicado na revista Ciência e Tecnologia de Alimentos, para extrair e manter o máximo de catequinas possível, a velocidade em que a infusão esfria também é importante. Queda brusca de temperatura durante o preparo do chá verde não é recomendada.

Para evitar que seu chá esfrie rápido demais, prepare uma quantidade maior da bebida de uma só vez — 500 ml de chá esfria 70% mais devagar do que 50 ml da mesma bebida.

É preciso agitar antes de beber?

Ainda de acordo com o estudo, agitar a infusão durante o preparo também pode maximizar a concentração de polifenóis na sua bebida. O experimento comprovou que, quando o chá foi agitado durante o preparo, ele concentrou maior teor de catequinas em comparação com o mesmo chá preparado sem agitação.

O chá deve ser consumido imediatamente?

Também segundo a pesquisa, o teor de catequinas não é reduzido quando o chá é congelado ou acondicionado em temperatura ambiente para consumo em até 24 horas. Portanto, além de prático e de rápido preparo, o chá verde pode ser levado para viagem e consumido durante o dia.

Qual o melhor horário para beber chá verde?

Outra consideração importante do estudo da Revista de Nutrição sobre o chá verde: é importante não consumir a bebida junto ou imediatamente antes e depois das refeições principais do dia, para não atrapalhar a absorção dos nutrientes da comida.

Como comprar chá verde?

É possível encontrar a erva à venda em inúmeras formas: 

  • sachês;
  • granel;
  • como produto solúvel.

O método de preparo da bebida utilizando o sachê, porém, mostrou-se menos eficiente em manter o teor de catequinas. Por isso, para maximizar os efeitos benéficos à saúde, recomenda-se consumir a infusão feita a partir das folhas secas ou do preparado solúvel — este último, mais prático, não requer que o líquido seja coado antes do consumo.

Para obtenção dos resultados, é necessário o consumo de 10g da erva, seja em pó ou em folhas.

Enfim, passamos pelos benefícios da bebida e falamos sobre como fazer o chá verde. Que tal considerar incorporar o chá verde em sua rotina de suplementação e cuidados com a saúde? 

O preparado solúvel de chá verde da Growth Supplements é a escolha de preparo prático que não compromete a pureza dos compostos bioativos da Camelia sinensis, mantendo o alto teor de catequinas e suas propriedades antioxidantes, nutritivas e termogênicas.

Agora que você já sabe como fazer chá verde, confira o produto na loja virtual da Growth!