Creatina incha a barriga?

Diogo Círico 19/12/2022

Quando alguém inicia uma rotina de atividades físicas, é comum querer saber mais sobre formas de ganhar massa magra ou maneiras de auxiliar os treinos. Nesse sentido, um dos suplementos mais falados nos últimos tempos é a creatina, muito utilizada por quem está buscando a hipertrofia, ou seja, o ganho de massa muscular.

Porém, junto com essa popularidade também surgem dúvidas e informações que nem sempre são verdadeiras. Uma das questões mais comuns sobre o assunto é se a creatina incha a barriga.

Por isso, neste conteúdo vamos te ajudar a entender mais a respeito do suplemento e de como ele funciona dentro do corpo. Acompanhe!

Sumário

O que é a creatina?

A creatina é uma substância produzida pelo nosso organismo, nos rins e no fígado, e serve para fornecer energia aos músculos e ajudar no desenvolvimento das fibras musculares. Dessa forma, ela auxilia no ganho de massa muscular, melhora o desempenho físico e também diminui o risco de lesões.

Apesar de ser naturalmente produzida pelo corpo, os atletas e adeptos de exercícios físicos de alta intensidade costumam suplementar a creatina para otimizar a performance nos treinos.

Para que serve a creatina?

A creatina é um derivado de aminoácidos que tem uma série de benefícios e um efeito ergogênico. Ela pode ser usada para diversos fins, como mostramos a seguir.

Conheça as nossas opções de Creatina

Melhora o desempenho físico

Por fornecer bastante energia para as fibras musculares, a creatina auxilia a evitar a fadiga e melhorar o desempenho no treino de força, principalmente os de alta intensidade. Ou seja, ela é uma ótima fonte de energia para os músculos.

Potencializa o ganho de massa magra

A creatina estimula o aumento de volume muscular, uma vez que facilita a entrada de líquido na célula. Assim, ela é altamente recomendada para o aumento de força e para potencializar a hipertrofia, isto é, o ganho de massa magra no corpo.

Auxilia no tratamento de doenças musculares

Além de ser bastante indicada para os treinos, por ser uma fonte de energia e potencialização do músculo, a creatina também é utilizada no tratamento de doenças musculares, como é o caso da distrofia e da fibromialgia.

Como o suplemento é capaz de melhorar a força muscular, ele auxilia influenciando diretamente na capacidade de realizar os movimentos diários.

Previne doenças

A creatina também é conhecida por auxiliar na prevenção de doenças, como o desenvolvimento de Parkinson e de outras doenças crônicas, como diabetes e doenças cardíacas. Para a população idosa, ajuda na prevenção da sarcopenia, pois contribui para a preservação e aumento de massa muscular.

No entanto, nesses casos, é necessário que a suplementação esteja aliada à prática de exercícios físicos e uma alimentação equilibrada.

Proporciona mais volume de treino

Só há uma forma de crescer e ganhar músculos: treinando. Porém, tanto os iniciantes quanto os grandes atletas também atingem seus limites e ficam cansados.

Nesse sentido, a creatina é uma ótima aliada, uma vez que ajuda a alcançar um pico energético durante o treino, permitindo mais energia para realizar os exercícios e atividades de curta duração e alta intensidade.

Afinal, a creatina incha a barriga?

Apesar de ser um suplemento cada vez mais popular, principalmente por seus inúmeros benefícios, ainda existem muitas dúvidas em relação ao consumo e aos resultados da creatina.

Uma das principais questões está relacionada com a ideia de que a creatina pode causar retenção hídrica ou, até mesmo, engordar.

Para esclarecer esse ponto, antes de mais nada, é preciso entender que nenhum alimento ou suplemento sozinho é capaz de fazer uma pessoa engordar ou emagrecer. Tudo depende da rotina e do estilo de vida que o indivíduo leva.

Por isso, em tese, podemos dizer que a creatina não engorda nem emagrece. Contudo, o consumo do suplemento pode favorecer a possibilidade de retenção de líquidos, assim contribuindo para o aspecto de barriga inchada. Porém, vale ressaltar que o inchaço corporal que a creatina provoca é pequeno e costuma ocorrer dentro das células musculares

Assim, essa retenção de líquidos pode contribuir para o aspecto de barriga inchada. Porém, vale ressaltar que o inchaço corporal que a creatina provoca é pequeno e costuma ocorrer dentro das células musculares. É esse, inclusive, o fator que causa o aumento das fibras musculares.

Esse volume total de água corporal e a hipertrofia resulta em um aumento de peso na balança, mas não quer dizer que a creatina engorda ou cause um inchaço significativo na barriga.

Algumas formas de evitar o inchaço corporal são:

  • hidratação e ingestão de mais água;
  • prática de exercícios físicos;
  • drenagem linfática.

Em resumo, a creatina pode causar retenção de líquidos, mas não inchaço na barriga, uma vez que essa retenção é apenas água intramuscular.

Para evitar esse tipo de efeito da creatina, é preciso consumi-la com orientação e acompanhamento profissional.

Ademais, a capacidade do corpo para a ingestão de creatina é de 120g, sendo que 95% já está no músculo, logo, a reposição não deve ultrapassar 2g por dia. Por isso, o ideal é nunca ultrapassar a quantidade de consumo indicada.

Além disso, utilizar um produto de uma marca confiável, como a Growth Supplements, também faz toda a diferença. Desse modo, você tem a certeza de que está consumindo um suplemento de qualidade, com ingredientes selecionados e que seguem todas as normas vigentes.

Gostou do conteúdo? Então, continue navegando pelo nosso blog para ficar por dentro de outras dicas sobre saúde e bem-estar!

Referências:

GULANO, Bruno; etc. Efeitos da Suplementação de Creatina Sobre Força e Hipertrofia Muscular: Atualizações. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/rbme/a/mmQrVRgg9cqRxGwVC54kR6D/?format=pdf&lang=pt > Acesso em 20 de outubro de 2022.
Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. AVALIAÇÃO DA CREATINA ASSOCIADA À DEXTROSE COMO SUPLEMENTO NUTRICIONAL
ERGOGÊNICO SOBRE A PERFORMANCE DE ATLETAS DE FUTEBOL. Disponível em: < http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/614/536 > Acesso em 20 de outubro de 2022.

Isto foi útil?

Obrigado pelo seu feedback!
Visitado 159 vezes, 1 visita(s) hoje.
Diogo Círico

Diogo Círico

Nutricionista

Graduado em nutrição em 2007 pela Faculdade Assis Gurgacz, pós-graduação em Nutrição e Atividade Física - 2012, pós-graduação em Nutrição Funcional Esportiva - 2017, desde o inicio buscou destinar suas atividades à nutrição esportiva e também a área de tecnologia de alimentos. À frente das ações técnicas da industria Growth Supplements desde sua criação, já somam-se mais de 10 anos de dedicação, trabalho e pesquisas laboratoriais no desenvolvimento de novos produtos. Hoje suas ações como nutricionista dividem-se entre assessoraria de alguns atletas patrocinados pela Growth Supplements, redação de material técnico cientifico como estes disponíveis no blog GSuplementos e também na liderança da equipe de técnica Growth Supplements . Diogo Cirico; Nutricionista esportivo CRN 10 - 2067