Como aumentar a imunidade

Quer saber como aumentar a imunidade do seu corpo? Leia este artigo!

Estamos constantemente expostos a agentes patógenos como vírus, bactérias e fungos, que podem se instalar no organismo e desencadear doenças. Por isso, é fundamental saber como aumentar a imunidade para fortalecer as defesas do nosso corpo.

Essa medida sempre foi muito importante para garantir o equilíbrio da saúde, mas nesse momento precisamos de um cuidado ainda maior em função do coronavírus. Afinal, o sistema imunológico fortalecido, bem como o controle de problemas pré-existentes, é fundamental para se proteger contra a Covid-19.

Além disso, com o passar do tempo, as defesas do corpo humano podem apresentar brechas, então, ela requer atenção constante.

Neste artigo você vai descobrir por que a imunidade é tão importante para nossa saúde, as consequências quando ela está baixa e o que fazer para aumentá-la. Continue lendo!

  1. Entenda a importância da imunidade para a saúde
  2. Conheça as consequências da baixa imunidade no corpo
  3. Saiba o que fazer para aumentar a imunidade

Entenda a importância da imunidade para a saúde

O ser humano já nasce com as defesas do seu organismo, mas o sistema imunológico atinge a maturidade apenas por volta dos 12 anos. Entretanto, conforme a idade avança a tendência é de que ele se enfraqueça, aumentando a suscetibilidade para doenças.

Sendo assim, é fundamental estarmos constantemente atentos e buscar informações sobre como aumentar a imunidade, já que o sistema imunológico é a defesa que temos contra agentes patógenos diversos, sendo as bactérias, os vírus, fungos e outros micro-organismos, até mesmo parasitas.

Quando o sistema imunológico está devidamente fortalecido ele produz anticorpos que neutralizam essas ameaças. Os anticorpos são um tipo de proteína que consegue identificar o invasor e agir sobre ele bloqueando a sua ação, dessa forma impedindo a manifestação de uma doença.

Como dito, nascemos com alguma imunidade, nesse caso, ela é chamada de natural, mas também existe a imunidade adquirida, aquela que conseguimos por meio das vacinas. Em ambos os casos estimulamos a produção dos anticorpos, que ficam prontos para defender o organismo quando necessário.

O grande problema que estamos vendo acontecer por causa do coronavírus está no fato de o organismo humano ainda não conhecer esse agente patógeno. Assim, ele não tem anticorpos que consigam evitar os prejuízos provocados por esse vírus, então, a pessoa que tem contato com ele adoece.

Conheça as consequências da baixa imunidade no corpo

Não é errado pensarmos no sistema imunológico como um grande exército composto pelos anticorpos. Quando ele está fortalecido essas proteínas estão na quantidade adequada e têm o devido “treinamento” para agir na presença de alguma ameaça.

Em direção contrária, quando a imunidade está baixa isso significa que esse exército não consegue alcançar o desempenho necessário para proteger a saúde. Quando em contato com algum agente patógeno o invasor se mostra mais forte, predomina e provoca as reações.

Existem algumas situações e condições clínicas que podem comprometer a imunidade, ou seja, que enfraquecem o sistema imunológico. O diabetes descontrolado é uma delas. As alterações da flora intestinal também aumentam a suscetibilidade para doenças, bem como o estresse, a desnutrição e a deficiência de nutrientes.

Nesses casos, as condições orgânicas desfavorecem os anticorpos e favorecem a colonização ou a reprodução das bactérias, fungos e vírus, por exemplo. Eles encontram o espaço ideal para se instalarem e o corpo não consegue se defender contra isso.

Em contrapartida, nosso organismo pode simplesmente ainda não ter desenvolvido as defesas necessárias para combater um determinado patógeno, como com o coronavírus. Nesses casos, é preciso fortalecer ao máximo o sistema imunológico para minimizar possíveis reações.

Isso também é importante para que não ocorram manifestações secundárias. Afinal, existem alguns problemas que são oportunistas e se desenvolvem mais facilmente em decorrência de um quadro anterior que enfraqueceu a imunidade.

Saiba o que fazer para aumentar a imunidade

Agora que você já entendeu porque o sistema imunológico é importante e o que acontece quando ele está abalado, é preciso descobrir como aumentar a imunidade para minimizar ao máximo a suscetibilidade para doenças.

A boa notícia é que fortalecer o organismo não é difícil, já que você pode fazer isso por meio da adoção de hábitos saudáveis, mantendo uma alimentação saudável e equilibrada e praticando atividades físicas.

Adoção de hábitos saudáveis

Quando adotamos um estilo de vida mais saudável combatendo o estresse excessivo, respeitando os momentos de descanso e evitando o consumo de bebidas alcoólicas e cigarros, mantemos o equilíbrio da saúde física e mental.

Oferecemos ao organismo condições para trabalhar de maneira harmônica. Ele mantém todas as suas funções devidamente reguladas, então, se torna mais saudável e menos suscetível ao ataque de agentes patógenos. Em alguns casos, até mesmo um ambiente inapropriado para eles.

Alimentação equilibrada

O organismo de modo geral precisa de substâncias benéficas como vitaminas e minerais, além de proteínas, fibras, gorduras, entre muitas outras. Elas são fundamentais para equilibrar a química do corpo, possibilitando a saúde celular e o bom funcionamento de todos os órgãos e sistemas.

Quando a alimentação não oferece a quantidade necessária dessas substâncias ocorre uma deficiência e, consequentemente, o enfraquecimento do sistema imunológico. Isso é associado ao enfraquecimento, também, de sistemas e órgãos específicos. Por isso, eles podem sofrer de forma mais intensa os prejuízos do contato com os agentes patógenos.

Assim, é fundamental que o cardápio inclua verduras, frutas, legumes, macronutrientes, fibras, leguminosas, oleaginosas entre outros grupos e alimentos benéficos. Lembrando que o ideal é que a dieta seja balanceada, elaborada especificamente para cada pessoa de acordo com as suas necessidades.

Prática de atividades físicas

Os exercícios físicos promovem uma resposta positiva do organismo, tanto agudamente quanto em cronicidade. A resposta do corpo se dá de maneira imediata e em longo prazo, fortalecendo o sistema imunológico.

Entretanto, é preciso que eles tenham a intensidade adequada de acordo com o condicionamento e preparo de cada pessoa. Isso porque, quando há um excesso, ocorre o efeito contrário, com um abalo para o sistema imunológico.

A prática de atividades e exercícios físicos minimiza os riscos de infecções, mantém o metabolismo ativo e trabalha o sistema cardiovascular. Além disso, minimiza o cortisol, hormônio causador do estresse, preservando o equilíbrio da saúde mental que, por sua vez, se reflete no corpo.

Agora você pôde entender melhor a importância do sistema imunológico, aprendeu como aumentar a imunidade e descobriu que isso não é difícil. Então, adote hábitos saudáveis e faça mudanças em seu estilo de vida para manter o bom funcionamento do organismo, garantindo, assim, o fortalecimento das defesas do seu corpo.

Gostou do tema desse artigo? Então, confira outros assuntos interessantes como esse em nossas redes sociais! Estamos no Facebook e Instagram.