Entenda o que é centro de gravidade do corpo humano

O centro de gravidade do corpo humano está intimamente ligado ao seu equilíbrio. Assim, ao trabalhá-lo, é possível melhorar a performance nos esportes e a coordenação motora, evitar quedas e adquirir muitos outros benefícios para o corpo.

Neste artigo, você vai saber em que local esse ponto está localizado e qual é a sua relação com a estabilidade e o equilíbrio. Também vai descobrir como melhorar a performance em atividades físicas usando o centro de gravidade e outras informações interessantes sobre o assunto. Confira!

O que é importante saber sobre a gravidade?

Você sabe definir o que é a gravidade? De forma simples, essa é a força responsável pela atração de dois corpos simultaneamente. Quanto maior a massa e a proximidade de um corpo ou objeto, maior é a sua força de atração. Isso explica porque os objetos e pessoas não flutuam na Terra.

A gravidade é o que faz os seres humanos terem peso. Isso porque o valor na balança indica o quanto a gravidade está agindo no corpo. No caso da Terra, a gravidade é uma constante, que vale 9,8 m²/s. Nesse contexto, existe um conceito muito especial: o centro de gravidade.

O centro de gravidade (ou de massa) pode ser definido como o único ponto de um corpo ao redor do qual todas as partículas de sua massa estão distribuídas igualmente. Mas afinal, por que esse conceito é importante no cuidado com a saúde? É o que você vai saber a partir de agora.

O que é o centro de gravidade de um corpo e qual é a sua localização?

Para entender o conceito de centro de gravidade, é preciso imaginar o corpo humano sendo composto por diversos pequenos segmentos. As forças peso (que existem devido à ação da gravidade) que atuam em cada um desses segmentos, quando somadas, correspondem ao peso do corpo.

A resultante de todas as forças peso se encontra em um só ponto, que é o centro de gravidade. Dessa forma, o centro de massa é definido como um ponto de equilíbrio do corpo, em que todas as partículas estão igualmente distribuídas ao redor.

É interessante entender esse conceito para compreender que o centro de gravidade pode ser facilmente deslocado conforme a postura assumida. Geralmente, esse ponto está localizado alguns centímetros à frente da articulação lombossacra, ao nível do quadril.

Faça o teste

Quando você está de pé, com os braços pendentes ao lado do corpo e a posição ereta, poderá perceber que o centro de gravidade coincide com a afirmação acima. No entanto, se você estiver arqueado, se apoiando no chão com os pés e as mãos, esse ponto está localizado fora do seu corpo, abaixo de sua barriga.

Em geral, as mulheres têm o centro de gravidade posicionado em um local diferente do ponto de equilíbrio dos homens. Isso pode ser constatado por meio de uma experiência simples e divertida: ajoelhar-se, com as mãos para trás, e tentar derrubar uma caixa leve com o nariz, sem cair.

É bastante provável que os indivíduos do sexo feminino consigam e os do sexo masculino, não. Isso ocorre porque o centro de gravidade dos homens está mais alto do que o das mulheres.

Qual é a importância do centro de gravidade do corpo humano?

Como falado, o centro de gravidade está intimamente relacionado ao equilíbrio corporal. Isso porque ele se torna dinâmico no corpo humano durante a realização de movimentos que exigem a mudança contínua dos segmentos (membros, tronco e pescoço, por exemplo), como caminhar, saltar, correr e praticar atividades físicas.

Ao citar o equilíbrio, é comum que as pessoas pensem que o conceito de centro de gravidade é mais importante para os idosos. No entanto, a sua percepção é útil não só para prevenir quedas e identificar causas de desequilíbrios, mas também, nas estratégias de manutenção da postura, na interação do sensório envolvido na estabilidade e em alguns esportes em que o atleta precisa desenvolver o equilíbrio corporal.

Há modalidades em que o equilíbrio é fundamental para o bom desempenho durante os treinos e competições. Como exemplo, pode-se citar a patinação, a ginástica olímpica e as lutas, de um modo geral. Há, ainda, esportes em que o atleta precisa trabalhar o seu centro de gravidade, visto que ocorre um desequilíbrio ocasionado pela prática esportiva.

Um bom exemplo dessa situação ocorre com os canoístas. Nos treinos desses atletas, ocorrem maiores ganhos de massa muscular no segmento superior do corpo, uma vez que o esportista fica sentado, com as pernas em repouso, e precisa realizar força com os braços e o tronco. Devido a essa condição, o centro de gravidade é deslocado para cima, o que causa maior instabilidade.

Como é possível melhorar o equilíbrio?

O centro de gravidade no corpo humano tem relação com a manutenção do equilíbrio estático e com a postura corporal. Sendo assim, desenvolver o equilíbrio significa prevenir quedas e conquistar uma boa postura, o que é traduzido em boa qualidade de vida. Afinal, é possível prevenir várias complicações musculares, como dores nas costas e ombros observadas em pessoas sedentárias.

O equilíbrio pode ser melhorado por meio de exercícios que estimulam o deslocamento do centro de gravidade. Ao se adaptar a eles com frequência, o corpo desenvolve memória muscular e se comporta melhor nas situações do dia a dia.

Como exemplo, pode-se citar realizar agachamentos, movimentar os braços e pernas como ponteiros de relógio, balançar as pernas alternadamente em movimento de gangorra, equilibrar-se em um pé só, entre outros.

Quais são os tipos de equilíbrio?

Os corpos, de modo geral, podem apresentar três tipos de equilíbrio: indiferente, estável e instável. No equilíbrio indiferente, o corpo é movimentado, mas continua mantendo seu estado de equilíbrio. Isso acontece porque a altura de seu centro de gravidade em relação ao solo permanece inalterada.

No equilíbrio estável, o corpo é desviado de sua posição, mas retorna a ela. Já no equilíbrio instável, um corpo desviado não consegue retornar mais à sua posição de equilíbrio.

É interessante que, quanto mais baixo o CG (centro de gravidade), maior será o equilíbrio. É por esse motivo que, ao viajar em um ônibus em movimento, instintivamente afastamos os pés. O mesmo é válido para os surfistas, que abaixam nas pranchas a fim de permanecer em pé.

Então, viu como o centro de gravidade do corpo humano e suas implicações podem ser correlacionadas com o nosso cotidiano? A melhora do equilíbrio, que está intimamente ligada ao CG, tem vários pontos positivos. Assim, ela deve ser estimulada em qualquer prática física para uma vida saudável e longeva.

Quer ficar por dentro de mais conteúdos interessantes sobre saúde? Siga nossas redes sociais: estamos no Facebook, no Instagram e no YouTube!