BCAA x Glutamina: Qual Consumir?

BCAA x glutamina: qual consumir?

Os aminoácidos isolados têm ganhado cada vez mais a atenção de cientistas no campo da pesquisa e dos esportistas no âmbito da prática e realização de atividades físicas. A estes nutrientes e suplementos tem sido creditado muitos efeitos benéficos além de também serem veiculadas informações que nos fazem pensar duas vezes antes de consumir. O mais importante sempre será consultar um profissional nutricionista a fim de saber se há necessidade de suplementos de aminoácidos, quais deles terão a melhor aplicação e como usar de forma que atenda as necessidades do indivíduo.

Dentre os suplementos de aminoácidos isolados, dois dos mais conhecidos e mais utilizados pelo público que treina força ou que treina resistência são BCAA e glutamina.

O que é BCAA

BCAA é uma sigla em inglês que define Aminoácidos de Cadeia Ramificada, e este nome se deve ao fato da estrutura molecular destes nutrientes estarem ligadas de forma específica. Este produto é composto por três aminoácidos diferentes: Leucina, Valina e Isoleucina. Podem haver diferentes formas de apresentação/formulação deste suplemento, e estas mudanças serão observadas no rótulo do produto onde se encontra a proporção de cada um dos três aminoácidos do suplemento. A Growth Supplements possui três versões de BCAA: 10-1-1, 5-1-1 e 2-1-1. O primeiro número está sempre ligado à leucina e sua proporção em relação aos dois aminoácidos: 10 partes de leucina para 1 parte de Isoleucina e 1 parte de valina; 5 partes de leucina para 1 parte de Isoleucina e 1 parte de valina; 2 partes de leucina para 1 parte de Isoleucina e 1 parte de valina.

A diferença entre estas versões na verdade estará no indivíduo que irá consumir. Pessoas com boa condição física que conseguem realizar treinos intensos com grande quantidade de massa muscular precisam de mais leucina do que dos demais aminoácidos. Já pessoas com pouca massa muscular que estão no nível iniciante de treinos estarão bem amparadas com a versão 2-1-1.

O suplemento de BCAA já foi exaustivamente estudado por cientistas da nutrição esportiva. Resultados de pesquisas mostram que o BCAA é melhor aproveitado quando consumido antes e depois do exercício físico. Desta forma, eles podem reduzir o dano muscular causado pelo exercício, ajudar em reações de fabricação de proteínas, influenciar na recuperação de células de defesa do sangue (efeito bem aproveitado por atletas de endurance), elevar a concentração plasmática de glutamina, além de influenciar a produção de moléculas envolvidas na sinalização entre as células durante a produção de respostas do sistema imune.

O que é glutamina

A glutamina, não menos famosa, recebe indicação de consumo no final do treino. É desperdício consumir glutamina em jejum pela manhã ou antes de dormir, mesmo que possamos ver indicação até de médicos e nutricionistas para consumir nestes horários. O fato é que, diferente de outros nutrientes (como o BCAA por exemplo), nosso organismo produz glutamina, mas em situações especiais. Esta produção não atenderá as necessidades do corpo; como exemplo, podemos citar uma sessão de treino intensa, que é capaz de reduzir os níveis plasmáticos de glutamina.

O fato é que exercícios de longa duração e períodos de treinamento exaustivos estão relacionados à redução dos níveis de glutamina sanguínea, que por sua vez pode causar redução de algumas das atividades do sistema imunitário. Com isso, criou-se a hipótese de que a glutamina pode acelerar a recuperação da produção de força e reduzir picos de dor muscular pós-exercícios.

Como tomar BCAA e glutamina

A quantidade a ser ingerida de cada um dos dois suplementos dependerá de aspectos como rotina de vida, rotina de treino, dieta consumida, característica do metabolismo, entre outros aspectos com menos importância. Como sugestão para aqueles que não podem passar por uma consulta com nutricionista, sugerimos que seja consumido entre 0,06g até 0,1g para cada kg de peso corporal de cada um dos suplementos nos respectivos horários citados.

Material elaborado por Nutricionista Esportivo Diogo Círico – CRN 10 – 2067

R.T. Growth Supplements