idosos malhando

Whey Protein pode ser consumido por idosos?

Whey protein (proteínas do soro do leite) é um velho conhecido de frequentadores de academias e salas de ginástica. Proteínas do soro é um termo coletivo que abrange um conjunto de frações proteicas solúveis encontradas no leite, são extraídas da porção aquosa do leite, gerada durante o processo de fabricação do queijo. Na grande maioria das vezes o publico das academias é composto por jovens, porém a cada dia que passa whey protein tem sido direcionado a públicos diferentes devido a seus benefícios à saúde.
Estas proteínas são altamente digeríveis e rapidamente absorvidas pelo organismo. Fonte confiável de grande número de minerais, carboidratos e proteínas de alta qualidade e valor biológico.

Necessidades nutricionais específicas para os idosos

Os idosos são um publico especial, esta população observa naturalmente uma redução de massa muscular num processo chamado de sarcopenia. A sarcopenia é uma síndrome complexa, relativa à idade, resulta em perda de massa muscular. Suas causas são diversas e podem incluir alterações endócrinas, inflamações, inatividade física, resistência à insulina, doenças crônicas e má alimentação, em especial consumo insuficiente de proteínas e calorias. Muitas estratégias podem ser usadas para evitar ou amenizar a redução de massa muscular uma vez que a manutenção de massa magra garante autonomia e qualidade de vida a estes indivíduos.

Suplemento para idosos

Evidências científicas recentes sugerem que suplementos de proteína com alto valor biológico, como o whey protein, podem amenizar este quadro, tanto estimulando a síntese quanto amenizando a degradação proteica. Recentes pesquisas mostram que os idosos necessitam de maior quantidade de proteínas para que seja possível promover a saúde e manter ou recuperar a funcionalidade muscular. Segundo o estudo do grupo PROT-AGE (grupo representado por diversas associações internacionais de gerontologia e nutrição), recomenda-se que idosos saudáveis devam consumir 1,0-1,2g de proteína/kg peso/ dia, porém, quando associado a rotina de exercício físico (força ou aeróbios), este consumo deve ser acima de 1,2g proteína/kg peso/ dia. Por outro lado, a atual diretriz “Recommended Dietary Allowance” (RDA) sugere um consumo diário de apenas 0,8g/kg peso/dia.

Whey Protein para idosos

A suplementação de whey protein para idosos com grande concentração de leucina, diferentes formas de distribuir as proteínas ao longo do dia, além da ingestão de proteínas com diferentes velocidades de digestão e absorção, são estratégias inovadoras investigadas atualmente como alternativas para amenizar e possivelmente reverter os efeitos do catabolismo muscular no publico de idade avançada.

Proteína do soro do leite

As proteínas do soro do leite possuem excelente perfil de aminoácidos essenciais, os quais fornecem substrato para manutenção da massa muscular. A suplementação com 30-45g de proteína intacta em idosos poderia se tornar uma substituição dietética ao invés de um complemento, especialmente se não houver aumento proporcional da atividade física regular.

As proteínas do soro ainda são bem indicadas ao publico idoso devido as suas propriedades muito favoráveis à saúde em geral. Diminui o risco de doenças infecciosas e também as consideradas crônicas ou degenerativo estímulo ao sistema imunológico, proteção contra microrganismos patogênicos, contra alguns tipos de vírus como HIV e vírus da Hepatite B, proteção contra o câncer de cólon e da mucosa gástrica, problemas cardiovasculares e osteoporose (na falta de cálcio para idosos).