Whey protein pela manhã vale a pena?

Whey Protein pela manhã: vale a pena?

As proteínas do soro do leite são nutrientes especiais, são bem vindas à dieta tanto de indivíduos ativos fisicamente quanto sedentários devido às diversas implicações ao metabolismo. A melhor aplicação para esta fonte proteica é a situação imediata ao final do treino. Isso porque neste momento existe uma demanda aumentada por proteínas e aminoácidos, e as proteínas do soro do leite por sua vez são digeridas rapidamente fornecendo os nutrientes necessários ao tecido muscular, whey protein é considerado altamente anabólico.

Funciona da seguinte forma, os nutrientes quando ingeridos, sejam eles via alimentos sólidos ou suplementos chegam ao estomago e ali permanecem recebendo ação de suco gástrico e enzimas sendo transformados em partículas menores, dali são transportados para intestino onde são absorvidos por sistemas específicos de transporte de aminoácidos e peptídeos e no final da via são transportados pela circulação sanguínea até os tecidos.
O grande detalhe é justamente o tempo que os aminoácidos permanecem na circulação sanguínea sendo levados aos seus destinos. Quando falamos de uma proteína com rápida digestão precisamos entender que todos os aminoácidos serão disponibilizados rapidamente na circulação, diferente de uma proteína de média ou lenta velocidade de digestão que terá passagem por todo este processo em velocidade mais lenta, principalmente a liberação dos aminoácidos para a circulação que acontece de forma gradativa.

Proteínas de rápida digestão fornecem muitos aminoácidos todos ao mesmo tempo, mas dura pouco tempo esse fornecimento.
Proteínas de lenta digestão fornecem quantidades menores de proteínas, porém com maior tempo de duração deste processo de liberação dos aminoácidos.

Erroneamente algumas pessoas podem indicar whey protein no café da manhã pensando na rápida digestão, muitas vezes essa indicação leva em consideração o fato do individuo ter passado varias horas em jejum, porém esquecem-se dos mecanismos fisiológicos que regulam o fornecimento de energia ao organismo. Não estamos dizendo que o consumo de whey pela manhã é errado, mas é preciso entender que ao acordar o individuo não esta catabolizando (a menos que pratique uma dieta muito inadequada), o organismo desencadeia uma série de reações que usarão as reservas energéticas para atender a demanda do individuo.

Consumir whey protein em horários diversos pode não ser a melhor opção, isto justamente pela velocidade na digestão que fará com que os aminoácidos sejam disponibilizados rapidamente. Sendo disponibilizados em alta velocidade e grande concentração o tempo de permanência dos aminoácidos na circulação não é tão grande como de uma proteína proveniente de alimento ou suplemento com média velocidade de digestão. Ou seja, tão rápida é à entrada dos aminoácidos e aumento na concentração, tão rápida será o envio destes nutrientes para os sítios de destino. Consumir whey protein em refeições aleatórias pode requerer programação dietética especifica, ou seja, pode ser necessária a ingestão de uma fonte proteica com pouco espaço de tempo para continuar com o suporte aminoacidico. Uma forma de aumentar o tempo de permanência dos aminoácidos do whey no trato gastrointestinal e na circulação sanguínea é misturar whey protein com leite, assim dificulta a hidrolise e whey passa a não ser uma fonte de proteínas de rápida digestão.