Top 10 refeições anabólicas para incluir na dieta

A falta de tempo e a rotina fora de casa podem atrapalhar a dieta, mas não a de quem investe nas opções certas. Se você se inclui entre aqueles que conciliam estudo e trabalho, mas não deixam de lado os treinos e dieta, fique por dentro de algumas refeições anabólicas que podem ajudar você com sua dieta, dando fim à catabolização e melhor preservando seus músculos.

Vamos lá!

Por que não pular refeição?

É comum acharem que ganhar músculos requer apenas dedicação a treinos incansáveis, mas isso é um erro. Para o crescimento dos músculos, é indispensável que estes sejam muito bem nutridos durante o dia, com proteínas de qualidade. O ideal é manter intervalos de 2 a 3 horas entre as refeições, fazendo de 5 a 6 por dia.

Whey Protein como ingrediente?

Você pode achar estranho, mas, sim, você pode preparar refeições deliciosas com o seu suplemento anabólico. Todos os resultados não devem ser atrelados ao suplemento, mas é importante que saiba que, adicionando-o à refeição, poderá fazer substituições e reduzir a possibilidade de burlar a sua dieta.

A seguir, você poderá conhecer algumas receitas muito interessantes para quem lida com desejo por doces. Sabemos que as sobremesas são grandes vilãs de uma dieta, mas o melhor de tudo é que podemos fazer diversas variações com o Whey Protein, então por que não utilizar esse suplemento a nosso favor?

Quais são os tipos de Whey?

Sabendo que busca efeitos anabólicos, é muito importante que você reflita sobre todo o seu plano alimentar, pois as receitas escolhidas não devem conter gorduras e calorias em excesso que venham a prejudicar todo o resultado anabólico esperado.

Invista em alimentos o mais naturais possível e fuja dos processados, pois eles contribuirão com a retenção de líquidos. Consuma os diferentes tipos de Whey Protein e saiba utilizá-los a favor de sua boa forma, assim ele pode ser um aliado não só no ganho de músculos, mas também na perda de peso. Veja os diferentes tipos de Whey Protein abaixo e, em seguida, como melhor aplicá-los em receitas práticas:

  • Isolado: melhor opção para quem está em uma dieta com baixo consumo de carboidratos e gordura. Muito indicado para quem busca definição muscular junto à hipertrofia. É o Whey considerado mais puro, pois pode ter até 95% absorvido pelo corpo.
  • Concentrado: pode ter até 80% absorvido pelo organismo e tem lactose e gordura. Sua absorção é lenta e seu consumo é indicado para evitar o catabolismo entre as principais refeições.
  • Hidrolisado: de absorção rápida, pode ser absorvido em até 100%. Seu consumo é recomendado como pós ou pré-treino, sempre aliado a um bom suplemento de aminoácidos essenciais, assim garantindo uma suplementação de melhor qualidade.

Quando tomar Whey?

Já sabemos que o Whey Protein pode ser incorporado a diferentes refeições, mas é importante admitirmos que o seu consumo pode ser variado, de acordo com as estratégias traçadas.

  • Antes do treino: esta opção é comum, mas vale destacar que a proteína não será associada rapidamente pelo seu organismo, por isso, tente realizar a refeição com média de 1 hora antes de iniciar seu treinamento.
  • Durante o treino: preparadores físicos e nutricionistas recomendam apenas repositores de energia e água durante as atividades. Essa recomendação reforça a ideia de que os nutrientes suplementados não seriam utilizados de forma tão imediata assim.
  • Após o treino: nesse momento, o seu corpo está necessitando de reposição de inúmeros nutrientes, por isso, é o melhor momento para se reabastecer. A proteína será absorvida de forma rápida, e o Whey Protein pode ser combinado com uma fonte de carboidrato saudável. Lembre-se: não é porque você suplementou após o treino que seu corpo estará nutrido por todo o dia, portanto, permaneça de olho nos horários e disciplina de sua dieta.
  • Antes de dormir: também é um excelente horário para consumir Whey Protein. Seja em forma de shake ou em refeições anabólicas, poder ser uma forma de garantir nutrientes para seu organismo, enquanto você descansa, durante as recomendadas 8 horas de sono.

Quando não tomar Whey Protein?

Muito falamos sobre como inserir o Whey Protein em nossa alimentação, mas, mesmo sabendo que ele combina com diversas refeições anabólicas, há algumas combinações que podem prejudicar o aproveitamento pleno do suplemento.

Um dos principais pontos é a contraindicação da adição de Whey em suas principais refeições, ou seja, sua comida. Nesses momentos, você contará com fontes naturais de proteínas, logo, não misture o suplemento com alimentos sólidos, principalmente carnes. Você pode achar que isso impulsionará o efeito proteico sobre seus músculos, mas, na verdade, essa combinação retarda a absorção, logo, interferindo em todo o objetivo.

Nutricionistas esportivos também se posicionam contra a combinação de Whey com frutas. Obviamente, pode haver exceções. É dito que a frutose pode interferir no aproveitamento das proteínas extraídas do soro do leite, reduzindo a eficácia da suplementação e aumentando o tempo necessário para a assimilação das proteínas.

Atrelar toda a responsabilidade anabólica ao suplemento é um dos erros mais cruciais. É indispensável investir em múltiplas fontes saudáveis de proteínas. Acrescentar o Whey Protein a todas as suas refeições não vai garantir que seus músculos se desenvolvam, principalmente porque o seu organismo precisa de múltiplos estímulos. Invista em carnes magras, ovos, peixes e aminoácidos que apoiem na síntese das proteínas.

Top 10 refeições com anabólicas

1. Sorvete proteico de chocolate

Ingredientes:

  • 2 scoops de Whey Protein de Sabor chocolate;
  • 1 copo de iogurte natural ou desnatado;
  • 1 colher (de chá) de cacau em pó opcional;
  • banana (1 unidade).

Modo de preparo:

Leve todos os ingredientes ao liquidificador e, depois de batê-los, transfira o resultado para um recipiente. Em seguida, leve-o ao freezer por, no mínimo, 3 horas. Pode-se mexer periodicamente, para manter a textura.

2. Panqueca de banana

Ingredientes:

  • 2 ovos inteiros;
  • banana (1 unidade);
  • canela (opcional).

Modo de preparo:

Faça a mistura dos ingredientes em um processador ou liquidificador. Utilizando uma concha, disponha a massa em uma frigideira antiaderente, já aquecida. Deixe cozinhar dos dois lados e escolha o recheio a seu gosto.

3. Batata frita

Ingredientes:

  • 500 g de batata-doce;
  • 20 g de colorau.

Modo de preparo:

Prepare as batatas doces como se fizesse batatas fritas. Preaqueça o forno a 200° C. Utilizando um papel antiaderente para forrar uma assadeira, forre e disponha a batatas. Cubra com colorau, caso queira. Após 15 minutos, vire-as e deixe dourar o outro lado.

4. Torta de frango com aveia

Ingredientes:

  • 500 g de batata-doce;
  • 500g de peito de frango desfiado;
  • 30 g de ervilha;
  • 30 g de aveia em flocos;
  • 2 colheres de azeite ou óleo de coco;
  • 2 ovos inteiros e cozidos;
  • sal (opcional);
  • salsinha (opcional);
  • tempero a gosto.

Modo de preparo:

Cozinhe as batatas em uma panela de pressão e, separadamente, o peito de frango. Após o cozimento, esprema as batatas, sem casca, e desfie o peito de frango. Forre o fundo de uma assadeira com a batata amassada. Disponha os ovos cozidos sobre a batata, fatiados, junto às ervilhas e à salsinha. Acrescente o frango como recheio, cobrindo-o com a mistura dos demais ingredientes. Leve ao forno por 40 minutos.

5. Trouxinha de peito de peru

Ingredientes:

  • 2 ovos inteiros;
  • 2 fatias de peito de peru;
  • sal a gosto;
  • salsinha a gosto.

Modo de preparo:

Misture tudo e leve ao micro-ondas. Deixe assar por 90 segundos, em um recipiente pequeno.

6. Cheesecake de proteínas

Ingredientes:

  • 300 g de cream cheese;
  • 2 copos de iogurte natural ou desnatado;
  • 50 ml de leite desnatado;
  • 2 ovos;
  • 2 scoops de Whey protein (sabor baunilha);
  • sal (opcional);
  • essência de baunilha (opcional).

Modo de preparo:

Disponha o cream cheese em um refratário e, junto aos dois ovos, mexa, utilizando uma batedeira. Vá acrescentando todos os ingredientes, sem parar de mexer. Unte uma assadeira com azeite de oliva e transfira a massa. Deixe assar por 25 minutos em temperatura baixa, reduzindo e monitorando, em seguida.

7. Hambúrguer de carne vermelha

Ingredientes:

  • 500 g de carne vermelha magra moída;
  • ½ cebola picada para tempero;
  • 1 ovo inteiro;
  • temperos a gosto.

Modo de preparo:

Em um refratário, misture todos os ingredientes, deixando o tempero para o final. Asse-os em fogo alto ou em uma frigideira sem óleo.

8. Hambúrguer de frango

Ingredientes:

  • 500 g de frango desfiado;
  • 1 scoop e ½ de aveia em flocos;
  • 1 ovo inteiro;
  • 1 cebola picada para tempero;
  • tempero a gosto.

Modo de preparo:

Misture todos os ingredientes e, em seguida, forme pequenos hambúrgueres. Asse-os ou reserve-os, para serem consumidos quando quiser.

9. Sobremesa de flan

Ingredientes:

  • 1 copo pequeno de leite (preferencialmente de soja ou sem lactose);
  • 1 scoop de Whey Protein (sabor baunilha);
  • 1 porção de gelatina sem sabor;
  • 1 xícara de café;
  • essência de café (opcional).

Modo de preparo:

Leve todos os ingredientes ao liquidificador e, após centrifugados, disponha a mistura em pequenos recipientes individuais. Leve à geladeira e por, pelo menos, 3 horas.

10. Açaí com Whey Protein

Ingredientes:

  • 200 g de polpa de açaí natural;
  • 1 scoop de Whey Protein (preferencialmente sabor baunilha);
  • 1 banana.

Modo de preparo:

Bata todos os ingredientes no liquidificador. Se quiser, pode adicionar pedras de gelo.

Tudo sobre Whey Protein

Depois de tantas dicas de refeições anabólicas, fica ainda mais fácil se manter firme na dieta. O importante é saber como usar os suplementos a seu favor. Para isso, se quiser ficar ainda mais por dentro do assunto, conheça um pouco mais sobre Whey Protein, assim, você poderá não só fazer essas receitas, mas criar cardápios não tão hipercalóricos, de acordo com seu gosto particular e aproveitando ao máximo seu suplemento alimentar.