BCAA quanto devo tomar

Tomar suplemento sem fazer academia faz mal?

Até poucos anos atrás a figura dos suplementos alimentares sempre esteve vinculada a atletas de alto desempenho, tratamento de doenças ou a situações distantes dos indivíduos considerados normais, saudáveis e sedentários. Afinal, suplemento faz mal?

Definição de Suplemento

De acordo com pesquisador Eliason, (1997) em artigo publicado sobre o consumo destes produtos alimentares, suplementos podem ser definidos como “produtos feitos de vitaminas, minerais, produtos herbais, extratos de tecidos, proteínas e aminoácidos e outros produtos, consumidos com o objetivo de melhorar a saúde e prevenir doenças”. Esta definição foi aplicada a muito tempo atrás, com o passar dos anos observamos outras formas de definir suplementos alimentares.

Segunda ANVISA, (2005) “Suplementos são alimentos que servem para contemplar com nutrientes a dieta diária de uma pessoa saudável, em casos onde sua ingestão a partir da alimentação, seja insuficiente ou quando a dieta requerer suplementação”.

Porém a própria legislação brasileira é muito confusa quando se trata destes produtos alimentares, existe ainda uma outra categoria chamada de “alimentos especiais para atletas” a qual também contempla suplementos alimentares em pó, capsulas e comprimidos que define “Alimentos para atletas são considerados alimentos para fins especiais, destinados a atender as necessidades nutricionais específicas e auxiliar no desempenho de atletas, isto é, praticantes de exercício físico com especialização e desempenho máximos com o objetivo de participação em esporte com esforço muscular intenso. Esses produtos não podem apresentar substâncias estimulantes, hormônios ou outras consideradas como “doping” pela Agência Mundial Antidoping (WADA)”.

De fato no Brasil ainda não existe uma legislação especifica para “suplementos alimentares”, está sendo definida uma regulamentação especial, o fato é que os avanços da tecnologia dos alimentos são muito maiores do que a legislação pode acompanhar. Este é provavelmente um dos motivos para que haja tamanha confusão na regulamentação e também pela população.

Suplementos: Obtendo Nutrientes Isolados

Porém não existe dúvida de que o consumo de suplementos alimentares aumentou muito nos últimos anos e continua numa crescente, tanto no Brasil como em outros países. Varias pesquisas populacionais apontam que os suplementos são consumidos pelos mais variados motivos, como exemplo podemos citar: melhora do bom estado de saúde e da qualidade de vida, melhora do desempenho atlético, tratamento de doenças, melhora nas funções cognitivas, entre outras aplicações que não tem necessariamente ligação com esporte, desempenho físico ou esforços físicos em alta intensidade.

Com o desenvolvimento da ciência e tecnologia dos alimentos podemos obter nutrientes isolados, nutrientes específicos, que somente poderiam ser encontrados em grandes quantidades de alimentos, tornando assim inviável o consumo desses nutrientes em quantidades especificas caso não fosse através dos suplementos pós, capsulas, comprimidos, géis, entre outras formas de apresentação que podem ser encontradas nos suplementos. Devida à facilidade na obtenção dos nutrientes os suplementos estão se tornando aliados das pessoas que não podem se alimentar de forma adequada.

Suplementos para Iniciantes

Entretanto mesmo com os avanços da ciência dos alimentos e facilidade de acesso à informação sobre nutrição, ainda hoje se observa que existem muitas pessoas com conceitos inadequados sobre a real função de tomar suplemento. Já é fato que os suplementos deixaram de serem elementos distantes e intangíveis aos indivíduos “normais” e não atletas de alta performance. Suplementos hoje podem ser sinônimos de saúde, pois podem representar a garantia de consumo dos nutrientes em quantidades adequadas ao organismo. Por isso, é possível encontrar suplementos para iniciantes que fazem bem e trazem inúmeros benefícios.

Suplementos para complementar as necessidades nutritivas

Afinal, suplemento faz mal?

Existem pessoas que ainda hoje acreditam que os suplementos engordam, que aumentam as taxas de gorduras corporais, na verdade a essência dos suplementos é como a dos alimentos, eles apenas trazem nutrientes. Os nutrientes são usados pelo nosso organismo de acordo com a sua necessidade, caso haja oferta excessiva de calorias haverá aumento de peso e dependendo das características da dieta haverá aumento da taxa de gorduras. Por este motivo não se pode creditar unicamente aos suplementos o aumento da taxa de gorduras corporais ou dizer que os suplementos engordam. Os suplementos alimentares na verdade farão com que seja potencializado o efeito da dieta praticada. Caso a dieta ofereça mais calorias do que o organismo gasta, possivelmente haverá conversão deste excesso de calorias em gorduras, mas não se pode pensar que serão apenas as calorias dos suplementos a serem transformadas em gorduras, serão as calorias de tudo o que o individuo ingere ao longo do dia a ser contabilizadas e transformadas.

Suplemento como um suporte a nutrição

Nem os hipercalóricos considerados vilões por grande parte da população podem ser considerados causadores de aumento da gordura corporal, hipercalóricos não fazem engordar, ele apenas fornece calorias e novamente, caso haja calorias em quantidade excessiva o hipercalórico apenas irá somar à quantidade oferecida pela dieta. A grande questão dos hipercalóricos é que muitas das vezes eles são produzidos com nutrientes de rápida digestão, esta característica é chave fundamental no processo de utilização ou armazenamento dos nutrientes no tecido adiposo. Quanto mais rápida for a digestão, quanto maior for o volume calórico, maior será a probabilidade de conversão das calorias em gorduras.

Suplemento sem fazer academia

Não podemos dizer que os suplementos engordam, assim como não podemos dizer que os suplementos reduzem peso, reduzir gorduras. Assim como os suplementos podem ajudar no aumento de peso, os suplementos também podem ajudar a reduzir. Isso pode acontecer mesmo com indivíduos que não praticam atividade física, ou seja, tomar suplemento sem fazer academia. É o caso dos suplementos termogênicos, estes produtos atuam acelerando o metabolismo, acelerando a velocidade das reações bioquímicas. Desta forma o organismo produz mais calor e assim aumenta a demanda de energia. Novamente a dieta será a chave da questão, quando houver programação dietética adequada os termogênicos atuarão potencializando os efeitos da dieta. Pertencente a esta classe de suplementos temos os compostos ativos da pimenta, cafeína, gengibre, café verde, chá verde, entre outros.

Alguns tipos de suplementos

Além dos suplementos para reduzir peso existem outros suplementos que podem ser consumidos por quem não treina, é o caso do whey protein, por exemplo. As proteínas do soro do leite podem ser consideradas uma fonte de proteínas funcional, isto porque além do suporte energético proteico ainda podem trazer benefícios variados à saúde. Efeitos no controle da hipertensão, controle do diabetes, manutenção de massa muscular em idosos, aumento das funções do sistema imune podem ser observados com uso de whey protein aliado a uma dieta adequada.

Reduzir peso sem treinar é possível, mas aumento de massa muscular sem estar engajado numa rotina de treino com pesos não é possível. Não se pode promover hipertrofia muscular sem estar treinando, o aumento da massa muscular é dependente do estimulo que se proporciona através do exercício resistido.