termogênico

Termogênicos: o que são e quais seus benefícios?

A busca pelo corpo perfeito e por mais qualidade de vida vem impulsionando milhares de pessoas a mudar seus hábitos alimentares e a praticar algum tipo de atividade física. Com a demanda crescente por estratégias cada vez mais rápidas e eficientes para o ganho de massa muscular e emagrecimento, novos estudos nas áreas de alimentos e suplementação foram realizados para testar e comprovar a eficiência de alguns produtos naturais na busca por esses resultados – como é o caso dos termogênicos, que aceleram o metabolismo, auxiliando na queima de gorduras e no desempenho nos treinos. Esse tipo de alimento sempre esteve presente na dieta do homem, mas atualmente tem sido empregado no plano alimentar de atletas e no tratamento de algumas enfermidades. Se você ainda tem dúvidas sobre os termogênicos, não se preocupe! Logo abaixo você fica sabendo sobre as principais funções, benefícios e formas de consumo desses alimentos:

 

O que são termogênicos?

Os termogênicos são alimentos difíceis de serem digeridos pelo organismo, por isso o corpo precisa gastar uma quantidade maior de energia para quebrá-los e absorvê-los. Esse processo, conhecido como termogênese, é regulado pelo sistema nervoso e induz o metabolismo a trabalhar em um ritmo mais acelerado, resultando na queima de calorias. Resumindo: há gasto energético quando ingerimos qualquer tipo de alimento, mas esse valor é maior quando a digestão é mais lenta. Alguns alimentos possuem efeito termogênico natural, como o gengibre, a cafeína, a pimenta vermelha, a canela, a água gelada, o chá verde, o chá de hibisco e os alimentos ricos em ômega 3.

 

Quais seus benefícios?

Além de aumentar o gasto calórico durante a digestão e estimular o processo metabólico, a ingestão de termogênicos melhora a concentração, retarda a fadiga muscular e aumenta o desempenho nos treinos. Cada tipo de alimento termogênico pode trazer outros efeitos positivos, devido às diferentes interações entre os seu componentes. Estudos mostram que os termogênicos têm sido utilizados no tratamento do sobrepeso e da obesidade, já que eles ajudam a aumentar a queima calórica e a diminuir a gordura corporal. Porém, o seu consumo deve ser aliado a uma alimentação balanceada e à prática regular de atividades físicas.

 

Como usar?

O uso dos alimentos e suplementos termogênicos deve ser feito de forma programada ao longo do dia, mas o momento que mais favorece a queima de gorduras é no pré-treino, pois eles auxiliam no aumento do desempenho durante a execução dos exercícios. A quantidade diária varia de acordo com os objetivos e necessidades de cada pessoa, por isso é importante seguir as indicações de um profissional da saúde. Por terem ação estimulante, deve-se evitar a ingestão de termogênicos antes da hora de dormir, pois podem causar insônia. Para incluir alimentos e suplementos termogênicos na sua dieta, o indicado é procurar a orientação de um nutricionista.

 

Podem ter efeitos colaterais?

O consumo excessivo de alimentos ou suplementos termogênicos pode levar ao aparecimento de sintomas como tontura, insônia, enjoo, irritabilidade, problemas gastrointestinais, tremores, aceleração dos batimentos cardíacos, hiperatividade, pressão alta e perda de apetite. Porém, quando utilizado nas quantidades adequadas, os termogênicos trazem diversos benefícios, principalmente para quem busca emagrecimento ou quer ter um melhor desempenho nos treinos.