Tão iguais e ao mesmo tempo tão diferentes!

Tão iguais e ao mesmo tempo tão diferentes!

individual

(1) INDIVIDUALIDADE (2) BIOLÓGICA
do dicionário:
1 – conjunto de atributos que distingue um indivíduo ou uma coisa.
2 – relativo a ou próprio dos seres vivos.
é o nome dado ao fenômeno que nos faz sermos tão diferentes mesmo sendo elementos de uma mesma espécie. Isto faz com que não existam pessoas iguais entre si. Cada um de nós possui uma composição corporal, uma formação e uma formação  psíquica especifica, por este motivo tanto o treinamento quanto a dieta devem ser prescritos de forma individualizadas.

 

Analisar as características metabólicas e corporais, assim como as condições de realizar refeições ao longo do dia, preferências e aversões alimentares faz parte de um trabalho individualizado aonde se diagnosticará as reais necessidades nutricionais do indivíduo. Esta forma de trabalho apresenta melhores resultados, pois obedecem as características e as necessidades de cada caso. Cabe a cada profissional analisar a fraqueza assim como a necessidade e o potencial de cada individuo para que assim seja programados os método de trabalho que melhor se adaptarão a cada caso, este método é importante pois assim se conquistará de maneira mais rápida e mais fácil o objetivo pretendido.

A normalidade biológica não existe, devemos obedecer àquela máxima que diz “CADA CASO UM CASO”. Como parte da analise de um caso, usa-se parâmetros referentes aos indicadores bioquímicos e fisiológicos de forma independente. Ex: Ácidos graxos livres, albumina, colesterol, creatinina, ureia assim como todos os outros indicadores apontarão um equilíbrio ou não entre os aportes nutricionais e gastos energéticos. Quando ocorre um desequilíbrio entre a oferta e a demanda de nutrientes consequentemente ocorrerá prejuízo ao desempenho atlético ou até mesmo a alguma função orgânica como manutenção da saúde diminuindo a capacidade do organismo de responder aos estímulos.

A resposta orgânica frente ao estimulo oferecido pela atividade física estará diretamente ligada à oferta de nutrientes. Devemos entender que esta oferta pode ser feita de inúmeras formas, sendo que um rendimento atlético (performance) próximo de 100% de nossa capacidade natural estará vinculado ao atendimento de 100% das necessidades nutricionais. Existem recomendações e diretrizes escritas pelas organizações de saúde de vários países, que foram escritas com base em resultados encontrados por vários pesquisadores, vários protocolos de pesquisa. Como exemplo disso temos a “IDR” Ingestão Diária Recomendada preconizada pela ANVISA (órgão regulamentador brasileiro) que indica uma quantidade mínima de nutrientes a ser consumida ao dia para manter as funções vitais de nosso organismo de forma satisfatória.

Dentro deste contexto é importante que se possa contar com o auxilio de um profissional nutricionista para analise de todas estas variáveis, somente desta forma termos garantidos os benefícios dos alimentos e suplementos e consequentemente o alcance de nossos objetivos de maneira mais rápida e fácil. Uma consulta com nutricionista, muitas vezes considerada por muitos como gasto desnecessário ou até mesmo muito alto na maioria das vezes significa economia de tempo, dinheiro e empenho na busca pelo objetivo.

 

Texto redigido por Diogo Círico, nutricionista esportivo R.T. Growth Supplements