Saiba qual o melhor Whey pra você

Saiba qual Whey se adequa melhor para você

O nome está na boca de todo mundo. O Whey Protein conquista cada vez mais espaço no mercado brasileiro, principalmente com a onda de valorização da academia e dos cuidados com o corpo. São diversos sabores no mercado e vários tipos de produto para comprar. Muita gente chega ao momento da compra sem saber bem qual a diferença entre elas, o que faz com que o preço seja o principal fator na decisão. Há uma diferença grande de preço entre cada um dos tipos de Whey, assim como diversas etapas no processo de produção que garantem novas características. Se você ainda está em dúvida, vale a pena consultar esse guia completo para saber a opção correta para a sua rotina.

E o que é o Whey Protein?

Basicamente, a definição desse produto é justamente a proteína do soro do leite. Este nutriente específico é o que compõe os três tipos de whey e a diferença entre cada um deles está na estrutura molecular do nutriente. Essa diferença estrutural é determinada pelos diferentes processos tecnológicos aos quais o soro do leite é submetido para a extração das proteína. O consumo do Whey Protein é indicado no pós-treino, justamente para fornecer as proteínas quando o corpo mais necessita delas. Você consegue encontrar o produto em vários sabores, garantindo também a facilidade de misturá-lo em receitas ou até mesmo para aproveitar o próprio suplemento batido com água em um shake.

Whey Protein: quais são os tipos?

Dessa forma, vale a pena conhecer cada um dos tipos para saber melhor quais as vantagens apresentadas. O primeiro deles, com custo menor, é o Whey Protein Concentrado. Trata-se de um processo de separação que garante uma concentração de 35% a 80% de proteínas na mistura – estando também presentes as gorduras. O segundo deles é o Whey Protein Isolado, uma das principais escolhas de quem está investindo em treinos intensos e busca uma boa quantidade de proteínas: a concentração chega a 95%, com redução de gorduras e carboidratos na composição. Por último, o Whey Protein mais caro é o Whey Protein Hidrolisado. Com um processo de filtragem bastante rigoroso, esse produto passa pela chamada hidrólise, que quebra as proteínas e entrega um material já “digerido”. Isso garante uma absorção rápida pelo organismo, buscada por muitos atletas.

Quando optar por cada um deles?

A escolha entre os diferentes tipos de Whey varia também de acordo com a orientação nutricional específica para cada atleta e as características de seu treino e rotina. Em geral, quem está começando na academia geralmente opta pelo Whey Protein Concentrado, aproveitando as excelentes taxas de proteína logo depois da sessão de treinos.

Quem busca um bom rendimento e custo-benefício através da concentração de proteínas em um scoop, geralmente opta pelo Whey Protein Isolado. É sempre bom lembrar que, em muitos casos, a combinação desse produto com outros suplementos também pode ajudar no resultado desejado para os exercícios.

Por fim, a versão hidrolisada é aquela que possui altíssima concentração e, em muitos casos, a absorção pelo corpo é quase que total. Por isso, esse produto é aplicado até mesmo em tratamentos médicos. Aproveitam bem seus benefícios os atletas que buscam uma dieta com corte severo de gordura, já que o Whey Hidrolisado elimina quase totalmente a presença delas. Além disso, os alérgicos à proteína do leite também podem desfrutar dessa versão sem medo. O processo de hidrólise garante a presença apenas da proteína específica, sem as propriedades do leite.