Variar nos suplementos alimentares

Quando preciso variar os suplementos?

Antes de tudo precisamos entender o que os nutrientes significam para nosso organismo, para entendermos o que os suplementos alimentares podem fazer por nosso organismo.

Nosso organismo pode ser comparado a uma maquina, conseguimos desenvolver com esta maquina o trabalho que desejarmos. Esta maquina é na verdade capaz de se adaptar a quase qualquer situação, efeitos em nosso físico como hipertrofia muscular, redução de gorduras corporais, aumento de desempenho atlético, são conseguidos através de reações bioquímicas e respostas adaptativas do organismo.

O exemplo da hipertrofia, ao exercitar o músculo usando carga/peso suficiente acontecerá danos às estruturas celulares, por sua vez serão reparadas através de fenômenos de nosso organismo e também através dos nutrientes da dieta. Hipertrofia é então um fenômeno adaptativo, um aumento do volume celular proporcionado pelo organismo para ser capaz de suportar maiores cargas. Por este motivo uma das premissas da hipertrofia é treinar e provocar microlesões ao tecido muscular e posteriormente fornecer nutrientes em quantidade adequada às demandas.

Outra situação de adaptação é a tão desejada redução de gordura corporal, quando temos em nossa rotina alimentar consumo energético inferior ao gasto (déficit calórico) o organismo se adaptará e buscará uma fonte reserva de energia, as gorduras corporais, por exemplo, são reservas energéticas, ou seja, redução de gorduras corporais é uma situação de adaptação do metabolismo energético.

Voltando a usar comparação entre nosso organismo e as maquinas como figura de linguagem. Assim como as maquinas nosso organismo também precisa de combustíveis, a pequena-grande diferença é que nosso organismo não necessita de apenas um tipo de combustível, são dezenas de nutrientes que devem ser consumidos diariamente para que haja condições de desempenhar as funções orgânicas e desenvolver seu potencial atlético ao máximo. Cada nutriente distinto possui uma ou mais funções especificas. Um individuo sedentário com dieta inadequada também é considerado uma maquina adaptada. Este indivíduo conseguirá ter uma rotina de vida normal mesmo sem receber os nutrientes necessários, neste caso esta maquina poderá cobrar um preço depois de alguns anos ou décadas pelo “abastecimento inadequado”, neste momento pode surgir doenças como diabetes, hipertensão, insuficiência renal, hipovitaminose…

Muito bem, uma vez que cada um dos muitos nutrientes da dieta possui função especifica, podemos entender que a dieta de um individuo deve oferecer os nutrientes que o organismo demanda. A suplementação é um aspecto presente na rotina alimentar que traz nutrientes e por isso deve obedecer a necessidade por nutrientes que acaba sendo criada por aspectos como rotina de vida, rotina de treino, composição corporal, objetivos pretendidos, características do metabolismo, entre outros.
Por este motivo a variação de suplementos deve acontecer sempre que houver variação na demanda. É dever do individuo fornecer os nutrientes necessários, uma vez oferecidos será dever do individuo manter a oferta sempre de forma adequada. Podemos citar como exemplo um individuo que busca hipertrofia, ele poderá encontrar-se em fase de treino com características de aumento de força, para este fim ele poderá usar Whey protein, creatina, leucina, Omega-3, entre outros. Outro individuo com o mesmo objetivo poderá estar numa fase de treino com características diferentes desta “aumento de força máxima”, neste caso ele poderá contar com spirulina, glutamina, whey protein, beta-alanina…
É importante entender que a única regra é atender as necessidades por nutrientes criadas pelo organismo. Cada fase da periodização de treino, cada objetivo especifico que o individuo apresentar poderá resultar em demandas diferentes e assim gerar mudança na suplementação. Muitos pensam que a suplementação por si garante o alcance dos objetivos, mas devemos entender que a suplementação faz parte da dieta, ambos precisam estar alinhadas. Nutrição trata-se de uma ciência e para que hajam resultados significativos é preciso que um nutricionista analise todas as características do individuo que estejam relacionadas à demanda de nutrientes, desta forma será programada a oferta de nutrientes (seja através de alimentos ou suplementos) que atenderão de forma adequada às necessidades fornecendo condições ideais para o desenvolvimento de suas funções.