Proteínas

Principais funções das proteínas

As proteínas são nutrientes classificados como macronutrientes, são indispensáveis na alimentação do ser humano em todas as fases da vida, tal importância deve-se à sua função como elementos estruturais construindo ossos, pele, cabelo, músculos, entre outras inúmeras funções.

As proteínas são formadas por elementos menor tamanho chamados de aminoácidos, podemos encontrar 20 tipos de aminoácidos diferentes na formação de uma proteína. Alguns destes aminoácidos devem obrigatoriamente ser consumidos através da dieta e outros deles nosso organismo é capaz de fabricar de forma natural, os que não podem ser fabricados são chamados de essenciais, já os que podem ser fabricados são chamados de não essenciais.

O assunto “proteínas” tem ganhado bastante destaque nas últimas décadas por serem fundamentais no reparo de microlesões musculares provocadas pela prática esportiva. Essas necessidades são determinadas por aspectos como tipo de exercício praticado, sua intensidade, duração e frequência, não havendo influencia em relação a diferenças quanto ao sexo.

Indivíduos praticantes de exercício de força necessitam de maior quantidade de proteínas em comparação aqueles que praticam exercícios  de resistência. Os exercícios de força para aqueles que têm por objetivo aumento de massa muscular, sugere-se a ingestão de 1,6 a 2,0 gramas por quilo de peso, por dia. Já os praticantes de exercício de resistência calcula-se 1,2 a 1,6gr de proteínas por kg de peso.

O consumo da quantidade adequada de proteínas pode ser realizado através da alimentação normal e variada, os suplementos alimentares fontes de proteínas são uma forma prática e segura de adequar sua ingestão quando for necessário, em especial para suprir as demandas aumentadas de um atleta em treinamento e competição. O horário para consumo das proteínas e seu tipo é parte de um programa de alimentar e tem por objetivo principal melhorar a recuperação muscular. As proteínas são consumidas por praticantes de atividade física objetivando:
– Promover construção muscular:
Os aminoácidos em especial os aminoácidos essenciais são usados pelo organismo para recuperar o tecido muscular de microlesões causadas pelo exercício.
– Proporcionar condição de anabolismo ao organismo:
Através das proteínas e também do contexto da dieta nosso organismo encontra nutrientes para fomentar reações bioquímicas que resultarão em aumento do volume muscular.
– Aumentar a temperatura corporal:
Ao calcular as necessidades energéticas de um individuo devemos considerar o efeito térmico dos alimentos, ou seja, quanto de energia nosso organismo gasta no processo de digestão e absorção dos alimentos consumidos via dieta. As proteínas possuem efeito térmico pronunciado dentre os alimentos. Ou seja, aas proteínas fazem nosso organismo gastar mais calorias no processo de digestão.
– As proteínas promovem saciedade individuo de:
Os alimentos após serem consumidos resultam em sensação de saciedade, o individuo sente-se satisfeito por mais tempo quando consumida uma dieta com maior concentração de proteínas. Uma dieta rica em proteínas é uma boa estratégia para quem esta buscando redução de peso e vive sentindo fome.
– Mantém os níveis de insulina reduzidos na corrente sanguínea:
Os carboidratos são responsáveis pela liberação de glicose na circulação sanguínea. Quando há uma grande quantidade de glicose circulante ocorre a liberação de insulina pelo pâncreas e assim a glicose é levada para célula e transformada em energia, o problema é que nos momentos em que ingerirmos nutrientes em excesso ocorre a conversão dos nutrientes em gordura. Quando combinados numa refeição alimentos fonte de carboidratos e proteínas, haverá menor liberação de insulina e por isso o risco de conversão dos nutrientes em gordura é menor.