Como ficar em forma o ano todo

Como estar em forma o ano todo?

Mais um ano começa e com ele as promessas de dieta e rotina de exercícios. Entretanto, não há segredo. Para ter saúde durante o ano, é preciso investir em hábitos que auxiliem diretamente no bem-estar e no cuidado com o corpo. Tudo isso se reflete também em mais autoconfiança e no visual que você deseja para si. Na hora de elaborar seu plano de ação, vale a pena apostar em alguns compromissos que você precisa estabelecer no dia a dia, sem desculpas. Vamos acabar com todas as dúvidas e curiosidades com um guia completo para estar em forma sempre.

E o que é necessário?

Basicamente, são três pilares para conseguir uma vida mais saudável: treino, dieta e descanso. Exceto a genética, que se trata de um fator intangível que está além de nosso poder ou decisão, tudo o que podemos fazer pela forma física gira em torno da rotina de exercícios, hábito alimentar e descanso.

O que comer?

Na sua lista do supermercado não podem faltar esses alimentos:
cereais

  • legumes
  • hortaliças
  • frutas
  • carnes magras
  • ovos
  • leites e derivados

Via de regra os alimentos fornecidos pela natureza contêm nutrientes como vitaminas, minerais, compostos bioativos e fibras, além de possuírem também calorias fornecidas por carboidratos, proteínas e gorduras. Já os alimentos industrializados, em sua esmagadora maioria, têm esses primeiros nutrientes retirados nos processos tecnológicos ao qual são submetidos. Isso faz com que reste apenas como fornecedores de energia os carboidratos, proteínas e gorduras. Ou seja, fica claro que a alimentação natural é muito mais saudável. E, sendo assim, a alimentação industrializada é aquela que apresenta mais malefícios à saúde.

Quem pode te ajudar?

Nessa missão, seu melhor amigo será um profissional nutricionista. Ele conseguirá designar quais os melhores ingredientes para incluir e o que você precisa adaptar na rotina. A avaliação é feita de modo individual, indicando os elementos certos de acordo com as necessidades da sua rotina.

Em quanto tempo consigo o corpo de academia?

Não existe tempo mínimo ou tempo máximo, tudo o que podemos fazer para melhorar a forma física está relacionado ao treino, dieta e descanso. Esses três aspectos são cercados pela ciência, e deve-se analisar cada caso e cada indivíduo para assim poder diagnosticar a melhor rotina de treino. Isso inclui uma dieta adequada, que atenda às suas necessidades, assim como o descanso que deve ser oferecido aos organismo. “Uma pessoa que não sabe se exercitar, que não se alimenta bem e que não tem descanso adequado nunca notará mudanças, elas não acontecerão. Já uma pessoa acompanhada por um professor de educação física e recebendo acompanhamento com profissional nutricionista terá resultados em 15 dias”, explica o nutricionista Diogo Círico da Growth Supplements.

É possível estar em forma sem gastar muito?

É perfeitamente possível criar uma dieta que não exija um gasto imenso. O que custa caro são as “fórmulas milagrosas” que são vendidas, “receitas mágicas” que não têm nenhuma garantia de sucesso. Para alimentar-se da forma certa basta o conhecimento, pois os alimentos de verdade não custam caro. “Você também não precisa treinar na academia mais cara da sua cidade. Só precisa que sua academia, mesmo que seja baratinha e que esteja no seu próprio bairro, conte com profissionais que instruam de verdade”, comenta o nutricionista.

E comer de 3 em 3 horas realmente emagrece?

Os alimentos possuem infinitas composições de nutrientes, e cada composição implica em efeitos distintos no organismo. Um exemplo são os alimentos com fácil ou rápida digestão em comparação a alimentos de digestão mais difícil ou lenta. Pode-se programar uma dieta perfeitamente adequada às necessidades de uma pessoa com apenas 4 refeições ao dia – assim como esse mesmo indivíduo poderia receber uma dieta com 7 a 8 refeições ao dia, dependendo apenas da escolha dos alimentos.

Duas das leis da nutrição são a harmonia e a adequação. Ou seja, harmonizar os alimentos dentro de uma refeição de forma adequada às características do indivíduo. Via de regra uma dieta pode ser adaptada a qualquer pessoa, por mais louca que seja sua rotina ou até mesmo quando ele não tem rotina, tudo depende de conhecimento para escolher os alimentos ideais.

E como os suplementos podem ajudar?

Segundo o nutricionista da Growth, os suplementos e alimentos são iguais na sua essência. Eles fornecem nutrientes que serão usados pelo organismo de acordo com a necessidade (não de acordo com a oferta). A diferença é que os suplementos, como o Whey Protein, é que eles possuem nutrientes isolados e por isso acabam sendo específicos.

Dessa forma, os famosos suplementos ajudarão desde que sejam inseridos na rotina alimentar de forma correta. Eles devem ser incluídos para que atendam às necessidade nutricionais dessa pessoa. “Nosso organismo funciona como uma máquina. Esta máquina usa os nutrientes como combustíveis. Não adianta consumir combustíveis que a máquina não utiliza. É preciso analisar cada pessoa, identificar suas necessidades e assim programar aquele suplemento que atenderá às necessidades”, ressalta Círico.