Caseína: suplemento essencial.

Caseína: suplemento repleto de aminoácidos essenciais

Caseína: Suplemento para tomar após o treino e antes de longos períodos de jejum.
Caseína: Suplemento para tomar após o treino e antes de longos períodos de jejum.

O leite de vaca é uma excelente fonte de cálcio e proteínas de alto valor biológico, que podem ser divididas em dois grupos principais: as caseínas e as proteínas do soro, conhecidas também como whey protein. Por ser repleta de aminoácidos essenciais – triptofano, arginina, lisina, fenilalanina, metionina, leucina, isoleucina e valina –, a caseína é muito nutritiva e traz diversos benefícios à saúde, tanto para quem quer ter mais qualidade de vida quanto para aqueles que buscam ganho de massa muscular. Essa proteína é lentamente metabolizada pelo organismo, por isso tem grande capacidade de evitar a perda de massa magra, principalmente durante as horas de sono.

Devido à sua lenta absorção, o suplemento de caseína age de forma diferente no organismo quando comparado ao whey protein, ainda que sejam extraídos da mesma fonte e exerçam funções similares, como o favorecimento da síntese proteica e a reparação do tecido muscular. Enquanto o whey protein é bastante indicado para o pós-treino por repor rapidamente os aminoácidos perdidos durante a prática de exercícios, a caseína deve ser consumida em momentos estratégicos do dia – em especial antes de dormir, por fornecer nutrientes ao corpo de maneira gradual e prolongada.

Fontes de caseína

As caseínas representam cerca de 75 a 85% do total de proteínas do leite de vaca e encontram-se na forma de micelas – conjuntos de várias moléculas de caseína ligadas a nanopartículas de fosfato de cálcio. A separação física das caseínas e das proteínas do soro do leite é feita por processos industriais. As principais fontes de caseína na alimentação são os produtos que contêm leite de vaca e seus derivados, como queijos e iogurtes.

Há também o suplemento de caseína, que normalmente é indicado para quem pratica atividades físicas regularmente e precisa de mais proteínas do que as obtidas por meio da alimentação. O uso da caseína deve ser combinado com uma dieta equilibrada, seguindo a orientação de um nutricionista. Apesar de conter níveis elevados de caseína, o leite fresco é absorvido com mais rapidez pelo organismo do que o suplemento. Por isso, a suplementação também entra como estratégia para prolongar o fornecimento de aminoácidos para o corpo, até mesmo nos momentos de descanso.

Caseína: suplemento deve ser consumido no melhor momento

O momento mais indicado para consumir o suplemento de caseína é na refeição que antecede um longo período de jejum, como o sono. A caseína libera aminoácidos na corrente sanguínea constantemente por até oito horas, o que evita o catabolismo proteico, que é, em linhas gerais, a queima de massa magra para a obtenção de energia quando ficamos muitas horas sem comer.

No período da noite, o organismo libera alguns hormônios que auxiliam no desenvolvimento do tecido muscular, como o hormônio do crescimento. A combinação desses hormônios com a caseína contribui com o processo de reparação e crescimento dos músculos. Esse suplemento também pode ser ingerido em períodos do dia nos quais as refeições são mais espaçadas, sempre de acordo com as suas necessidades diárias de proteína e tipo de treino praticado.