Omelete Light

Aprenda receitas de omelete light práticas e saborosas!

O omelete é um alimento presente na rotina de qualquer um que deseja ganhar massa muscular. Afinal, o ovo – e especialmente a clara –, é rico em proteínas de alto valor biológico. Sem contar que o omelete pode ser encaixado em diferentes momentos do seu dia sem sacrifício. E não há desculpa: até mesmo para quem já está cansado do omelete mais tradicional, é possível ainda se surpreender com o sabor desse prato. Vale também investir na Albumina e garantir uma boa porção dessa proteína isolada no suplemento. Confira aqui cinco ideias incríveis com novos ingredientes para se apaixonar pelos omeletes e garantir ainda mais sabor na sua rotina.

Omelete de atum

O atum, por si só, já é uma proteína de alto valor biológico. Combinado com as proteínas do ovo, ele se torna a melhor opção para quem está com foco no ganho de massa. O óleo do atum é extremamente benéfico para nosso organismo, rico em ácidos graxos como ômega-3 e ômega-6. A sugestão nesse caso é incluir na receita alguns temperos a gosto, queijo branco ou cottage e legumes de sua preferência. Outra dica é optar sempre pelo atum fresco ou pela versão congelada, antes de procurar pelo enlatado.

Omelete de claras com queijo minas

Perfeito para o café da manhã, o omelete com queijo minas é leve e se encaixa perfeitamente até mesmo nas rotinas mais corridas. Ele é fácil de preparar e pode ser feito tanto na frigideira quanto no microondas ou forno. Opte pelo queijo minas frescal light, com menos calorias. A mistura pode levar ingredientes como tomate, cebola, cebolinha e até abobrinha ralada.

Omelete de forno

Nessa versão, o omelete adquire um aspecto bem mais fofo. Ao invés da aparência tradicional, ele tem o visual de um bolo, como um muffin. A receita pode ser usada como lanche ou ser protagonista de uma refeição. As opções de tempero são as mais variadas e as receitas são mais robustas, levando cerca de 5 ovos. Para dar a textura fofinha, não deixe de acrescentar uma colher de café de fermento em pó. Unte a forma com um pouco de azeite e pré-aqueça o forno a cerca de 230 graus. Os ingredientes podem incluir o peito de peru light, tomate, parmesão light, manjericão e algum tipo de pimenta, para acrescentar um termogênico. O cozimento leva em média 20 minutos, mas é preciso ficar de olho.

Omelete de rúcula

A ideia é perfeita para os vegetarianos que desejam garantir uma refeição saborosa e proteica. Além da rúcula, o ingrediente principal, inclua também o queijo cottage ou ricota, tomate cortado em pequenos cubos ou o tomate seco, um pouco de abobrinha ralada e temperos a gosto. Ele pode ser feito tanto na frigideira convencional quanto no forno de microondas.

Omelete de frango

Quem está focado na hipertrofia já deve ter o frango como um dos principais ingredientes no dia a dia. Nessa receita, o sabor fica ainda melhor graças à combinação com outros ingredientes e no preparo com os ovos. Essa versão é altamente proteica, especialmente se você selecionar apenas as claras dos ovos. Inclua um peito de frango cozido e desfiado, 3 claras, tomate, cebola, azeite, queijo minas e os temperos que mais agradam ao seu paladar.