Afinal, qual é o melhor horário para tomar suplementos proteicos?

Por mais que você já saiba qual a melhor opção de suplemento a ser tomada em sua dieta, ainda existem outras questões que não devem passar batidas para que o melhor resultado possível seja alcançado.

Se você faz uso dos suplementos proteicos como o whey, saiba que o horário de consumo da proteína é muito importante, ponto crucial no avanço e na eficácia dos seus treinos.

Quer saber como e que horas tomar suplementos proteicos? Vem ver o que preparamos para você!

Por que tomar suplementos proteicos?

As proteínas são elementos indispensáveis em qualquer dieta e devem estar presentes na rotina de qualquer pessoa, não importam quais sejam seus objetivos.

Responsáveis por fortalecer elementos estruturais de nosso corpo como o cabelo, pele e os ossos, elas podem ser encontradas em diversos alimentos, porém sua opção na forma de suplemento é a mais querida pelos adeptos a exercícios físicos.

Qual é o melhor horário para tomá-los?

Considerando que você já sabe o suficiente sobre a composição e vantagens das proteínas, é natural que surjam dúvidas a respeito do melhor momento do dia para tomar suplementos proteicos.

Por mais que os produtos já fossem administrados em um horário mais ou menos “padronizado”, foi apenas há pouco tempo que estudos começaram a trazer embasamento científico a respeito do assunto.

Por que o horário é tão importante?

Todas as variedades de vitaminas e suplementos são melhor absorvidas em certos períodos do dia. A composição de cada uma delas pode atrapalhar ou ajudar num bom funcionamento do seu organismo. Por exemplo:

O SAM-e, famoso suplemento vitamínico lançado pelos Estados Unidos em 1999, que promove regeneração metabólica, deve ser consumido pela manhã.

Isso ocorre pois é nesse horário que o seu organismo se encontra vazio por um maior período de tempo, e no caso da composição do suplemento (Adenosil + Metonina), estar de estômago vazio é uma condição para o consumo.

Ele também é responsável por aumentar os índices energéticos do seu corpo, ou seja, caso você realize o uso na parte da noite, possivelmente terá problemas para dormir.

Com os suplementos proteicos não é diferente! Eles também funcionam de uma maneira bem específica no corpo, o que faz com que certos períodos do dia auxiliem mais no alcance de resultados desejado.

Existe algum horário no qual as proteínas são melhor absorvidas?

Sim!

Porém, tenha em mente que não é um dado estático e muito menos padronizado.

Dentro do grupo dos suplementos proteicos, existem diversas opções diferentes entre si. Elas agem de forma distinta no organismo, ou seja, carecem por horários diferentes. Existe uma variedade muito grande de períodos no qual as proteínas podem ser consumidas.

Especialistas afirmam que o consumo de proteínas deve ser frequente e existir durante todo o dia! Veja as principais opções de acordo com cada refeição:

Café da manhã

De manhã, opte pelos suplementos de rápida absorção. Durante o sono, o organismo fica muito tempo sem a recarga do nutriente, sendo necessária uma opção que consiga suprir a necessidade de maneira veloz.

A noite (antes de dormir)

Já no final do dia, é necessário realizar uma combinação de nutrientes que consigam estar preparados para o longo período de jejum que vem pela frente. Escolha as opções de lenta absorção!

Após os treinos

Consumir proteínas após os treinos é uma ótima opção para quem busca aumento de massa muscular. Um período que equivale de 30 a 60 minutos depois do exercício é adequado para a ingestão de suplementos proteicos, pois são justamente as proteínas que conseguirão ajudar na regeneração do músculo, contribuindo para um crescimento saudável.

É importante ter em mente o fato de que não existem contraindicações sérias a respeito do horário de consumo dos suplementos.

O que estamos apresentando são direcionamentos a partir de estudos que destacam uma maior eficácia em certos períodos do dia, porém, caso você ou seu organismo não se sintam confortáveis com algum desses períodos, é possível adequar e flexibilizar o horário.

O que é ideal para cada suplemento?

Tenha em mente o fato de que existem melhores horários para consumir a proteína e que cada um dos tipos funciona melhor em diferentes períodos de tempo.

Separamos abaixo as principais opções disponíveis no mercado, acompanhadas de indicações a respeito dos melhores horários para consumo!

Whey Protein

Whey pode ser consumido em alguns períodos específicos do dia:

  • após longos períodos em jejum, por exemplo, no café da manhã (logo após uma noite de sono). Dessa forma, seu organismo contará com grande oferta de aminoácidos de alta qualidade num curto espaço de tempo;
  • no pós treino. Não importa qual seja seu objetivo, consumir proteínas hidrolisadas após os treinos sempre é importante. O whey, em especial, é uma proteína de rápida absorção, ou seja, ideal para ser consumido em momentos como esse.

Por mais que alguns nutricionistas apresentem a possibilidade de consumir o whey após um período de descanso, é justamente no pós treino que o suplemento apresenta resultados mais eficazes.

Durante um treino, as fibras musculares do corpo são rompidas e a proteína passa por um processo de decomposição.

Após os exercícios, a síntese de proteína muscular (que é o uso do nutriente para proporcionar ganho de massa) continua, ou seja, o nutriente ainda é consumido, mesmo que os níveis de concentração dele estejam diminuindo.

Em paralelo a isso, a decomposição continua acontecendo, o que proporciona um consumo muito alto de proteínas pelo organismo. Isso faz com que, ao contrário de ganhar massa, você perca.

Para ganhar massa muscular é fundamental que o consumo de proteína se mantenha em níveis altos, especialmente logo após o treino. Quanto menor for o tempo entre o fim da atividade física e a ingestão do whey, melhor vai ser o suporte nutricional.

É nesse momento que a proteína vai auxiliar nos processos de recuperação e decomposição, além de gerar novas células musculares.

O whey entra como uma ótima alternativa. Por ser uma proteína de alta qualidade, conseguirá suprir as necessidades do seu organismo e aumentar a velocidade de regeneração dos músculos, além de fazer com que eles cresçam de forma saudável.

Caseína

A caseína deve ser ingerida principalmente naqueles momentos que antecedem o sono.

O motivo não é difícil de ser explicado: por ser uma proteína de lenta absorção, ela consegue impedir o catabolismo e auxiliar em um ganho maior de massa muscular.

O catabolismo acontece após longos períodos sem alimentação. Quando o organismo carece de gorduras livres e carboidratos (que serão consumidos em forma de energia), o corpo começa a buscar e consumir energia nas proteínas.

O processo pode ser bem prejudicial para seu corpo, e é justamente aí que entra a importância do consumo de caseína antes de dormir.

Já que durante o sono é o período no qual o organismo passa maior quantidade de tempo sem consumir nenhum nutriente, a caseína terá a responsabilidade de manter os níveis de proteína bem altos, para que o corpo não acabe entrando no processo de catalização.

Ao contrário do whey, a caseína é absorvida de forma bem mais devagar, ou seja, sua ação será mais gradativa e melhor aproveitada durante os períodos de sono.

Albumina

Uma das opções mais acessíveis no mercado, a albumina é a proteína retirada da clara do ovo, sendo uma opção que consegue ser muito bem aproveitada pelo organismo.

Sua absorção é ainda mais lenta do que a da caseína, ou seja, as indicações são as mesmas!

Opte por realizar a ingestão do suplemento nos momentos que antecedem o sono, pois, sem sombra de dúvidas, será o momento no qual seu organismo conseguirá tirar maior proveito do suplemento.

A albumina tem capacidade de prevenir o catabolismo muscular, que, como já citamos, acontece principalmente durante períodos noturnos. Esse é um diferencial importante da substância, que reforça ainda mais a necessidade de consumo antes de dormir.

Proteína de soja

Essa é a proteína vegetal de melhor qualidade, sendo uma ótima opção para vegetarianos.

Ela pode ser encontrada no mercado em três maneiras diferentes:

  • concentrada: é a opção que possui pelo menos 60% de proteína pura;
  • isolada: assim como funciona com o whey isolado, a soja isolada é a mais pura das três. Ela possui pouquíssimos níveis de carboidratos e alto teor proteico, de pelo menos 90%;
  • texturizada: a proteína texturizada de soja é aquela encontrada popularmente com o nome de “carne de soja”. Existe em forma de alimento e seus níveis chegam a um teor proteico que pode ser 50% ou 90%, dependendo do procedimento escolhido durante a fabricação do produto.

Na proteína isolada de soja, que é aquela encontrada em forma de suplementos, é possível encontrar BCAA, Glutamina e Arginina. Isso faz com que a substância seja uma opção extremamente válida e eficaz. Ela possui um valor biológico bem alto, tendo ótimo aproveitamento pelas fibras musculares do corpo.

Não existe um momento exato mais recomendado para tomar a proteína isolada de soja, porém preste atenção em alguns pontos:

Sua absorção não é tão rápida como a do whey, sendo assim, não é uma opção muito indicada para o pós treino.

Ela age de forma similar a albumina, ou seja, pode até substituí-la. Foque nos horários que antecedem os períodos de sono ou que precedem o café da manhã, logo ao acordar.

E então? Conseguiu identificar o melhor momento para tomar suplementos proteicos? Sabendo disso, vem ver as opções de proteína em pó da Growth Supplements, para você começar a melhorar seus resultados agora mesmo!