açaí alimento funcional

Açaí é um alimento funcional?

Típico da região amazônica (Pará, Maranhão, Amapá, Acre e Rondônia), este fruto é famosos no mundo inteiro pela sua composição fotoquímica e consequentes benefícios à saúde.A forma mais comum de consumo é suco, tortas, geleias e licores. Hoje o produto de fabricação brasileira é exportado para Estados Unidos, Japão, China e alguns países da Europa.

Mesmo que a polpa seja a mais consumida, outras partes como óleo e raiz também são usadas por seus benefícios. Quando falamos da polpa, observamos que o grau de maturidade da mesma influencia sua atividade biológica, a polpa verde possui menor atividade antioxidante devido a falta da pigmentação fenólica em relação à polpa madura. Além destes compostos a polpa do açaí apresenta alta concentração de gorduras (ácidos graxos essenciais Omega 6 e Omega 9), carboidratos, fibras, vitamina E, proteínas e minerais como magnésio, ferro, zinco, cobre e cromo.

As propriedades funcionais desta fruta brasileira são conferidas pela presença de antioxidantes, como definição podemos dizer que estes elementos tem a capacidade de inibir ou diminuir os processos de oxidação gerada pelos radicais livres no organismo, quando o organismo não consegue combater todos os radicais livres produzidos pode acontecer efeito de estresse oxidativo, o mesmo pode contribuir para o desenvolvimento de diversas doenças e envelhecimento do organismo. Um dos efeitos do estresse oxidativo influencia diretamente o metabolismo energético, isto ocorre devido a esta condição ser capaz de gerar danos a organelas como a mitocôndria celular. O combate aos radicais livres e estresse oxidativo é garantido pelas antocianinas, proantocianidina e outros flavonóides são os fitoquímicos predominantes além de compostos fenólicos com efeito antioxidante.

A lista de antioxidantes é grande, mas os mais importantes são as antocianinas, são estas substancias as responsáveis pela coloração vermelha da polpa da fruta. Segundo a citação de  Portinho e colaboradores, 2012 em artigo publicado no International Journal of Nutrology até o momento foram identificadas diversas propriedades farmacológicas e medicinais das antocianinas, incluindo anticarcinogênica, antiinflamatória, antimicrobiana e antioxidante, prevenindo a oxidação do LDL, doenças cardiovasculares e neurológicas. As principais antocianinas encontradas na polpa do açaí são representadas pela cianidina-3-glucosídeo, cianidina-3- rutinosídeo perlagonidina-3-glucosídeo (20), cianidina-3-sambiosídeo, peonidina-3-glucosídeo, peonidina-3-rutinosídeo .

Não é sem motivos que o Açaí é unanimidade na dieta dos praticantes de atividade física, O açaí pode melhorar resposta antinflamatória e aumento das atividades do sistema imunológico. Estas implicações beneficiam diretamente o individuo praticante de atividade física amador e também o atleta profissional. Quanto maior a intensidade na execução dos exercícios, quanto mais longa for à duração das sessões, maiores poderão ser os efeitos inflamatórios gerados nas fibras musculares. O açaí e seus antioxidantes apresentam propriedades que atuam na redução da lesão tecidual. A polpa do açaí ainda apresenta gorduras que podem estar envolvida na redução da inflamação o processo inflamatório e do conjunto de sistemas envolvidos nas percepções da dor.

Como resumo da história, temos um alimento genuinamente funcional! Fornece calorias e energia para realização dos trabalhos físicos ainda beneficiando as respostas orgânicas do individuo frente aos estímulos proporcionados nos treinos.