5 alternativas para adoçar sem açúcar refinado

Nosso corpo precisa de açúcar, é inegável. Entretanto, o açúcar refinado branco tem se tornado um dos principais vilões para a saúde. Esse ingrediente se tornou indispensável para diversas receitas no nosso dia a dia. O pior de tudo é justamente a quantidade que ele é ingerido, fazendo com que o risco de doenças aumente e causando prejuízos graves à saúde. Atualmente, as alternativas a esse produto só crescem. São opções saudáveis e que ajudam a garantir a saúde e o cuidado com o nosso corpo. Se você está em busca dessas novas propostas para a dieta, vale a pena conferir cinco opções deliciosas:

Malefícios do açúcar

A lista de problemas relacionados com o consumo excessivo de açúcar tem aumentado cada vez mais. Entre eles, o aumento de peso, obesidade e especialmente o risco de desenvolver diabetes. Considerando também os alimentos industrializados como principal fonte de açúcar na dieta, há o risco da diminuição da ingestão de nutrientes originados de alimentos naturais e o consumo de corantes. A redução do açúcar tem ganhado tanta importância que a própria OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda a diminuição do consumo desse ingrediente na rotina. Um guia divulgado em 2015 recomenda que o valor diário de açúcar não ultrapasse 10% das calorias ingeridas diariamente em uma dieta saudável. Benefícios maiores são sentidos com o consumo de 5% das calorias ingeridas, valor que corresponde a 25g do açúcar branco por dia. Confira bons substitutos para adoçar suas refeições:

Mel

Com um sabor incrível e inúmeros benefícios a saúde, o mel é um dos adoçantes mais antigos da história. A grande sacada ao optar por ele é buscar produtos orgânicos e que tenham pureza maior. Em geral, os produtos industrializados recebem outros ingredientes e, por isso, acabam adoçando menos. O mel puro pode ser comprado em lojas especializadas e garante o sabor adocicado com quantidades menores do que o açúcar refinado.

Stévia

Uma excelente opção de adoçante, a stévia é também conhecido como estévia ou stevia. A origem é da planta de mesmo nome, da qual se extrai um ingrediente recomendado especialmente para os diabéticos. Além de adoçar os alimentos, as folhas de stévia também possuem nutrientes como cálcio, betacaroteno, ferro, fósforo, potássio e zinco, que são perdidas no processo de fabricação do adoçante. Um dos pontos fortes dessa opção é que ela não contém calorias e ajuda ainda a evitar as cáries.

Açúcar Mascavo

Resultado da cristalização do mel de engenho, esse tipo de açúcar não passou por todos os processos de refino que deixam o açúcar de mesa com aquela aparência e gosto que conhecemos. Isso faz com que, nesse ingrediente, sejam preservados nutrientes como cálcio, potássio, fósforo e magnésio. Ele adoça quase que na mesma quantidade que o açúcar branco, mas o que pode incomodar algumas pessoas é um gosto de melaço que fica no fundo. Na sequência de refino está o açúcar demerara, que possui um bom valor nutritivo e sabor mais neutro, mas não recebe os aditivos químicos presentes no açúcar branco.

Dextrose

No caso de quem treina e busca uma fonte de glicose de rápida absorção, a dextrose pode ser uma alternativa aos alimentos com açúcar. Esse suplemento é fabricado através da hidrólise do milho, batata ou mandioca. Seu consumo nos treinos tem impacto direto no desempenho, justamente porque ela fornece mais energia para a realização das séries. Mas lembre-se, ela é uma opção voltada apenas para os usos esportivos, tanto na hipertrofia quanto em exercícios aeróbicos. Antes de consumir, consulte um nutricionista.

Maple Syrup e outros xaropes

Os xaropes produzidos de diferentes ingredientes também são uma excelente alternativa ao uso do açúcar convencional. Um deles é muito famoso nos Estados Unidos e foi usado pelos índios norte-americanos. Trata-se do Maple Syrup, com diversos compostos nutritivos como potássio, cálcio, manganês, aminoácidos, fósforo e diversos outros. As substâncias presentes nesse xarope tem efeito anti-inflamatório e antibactericida. Ele é aquele xarope derramado sobre as panquecas americanas no café da manhã. Além dele existem opções como o xarope de trigo e o açúcar de cana, por exemplo.